08/11/2015

Proprietário pode escolher a placa do veículo…

No Brasil existem cerca de 50 milhões de veículos registrados. Criar uma identificação única para cada um deles está a cargo do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) que, por meio de um sofisticado sistema de codificação, cria combinações de letras e números que nunca se repetem e que ficam à disposição dos departamentos de trânsito estaduais.Mas pouca gente sabe que é possível imprimir uma marca pessoal à placa de seu veículo. Para estampar o número da sorte, a data de nascimento ou qualquer outra combinação que tenha um significado simbólico, basta solicitar no primeiro emplacamento do veículo uma placa especial. Ter uma placa dessas na motocicleta, caminhão ou ônibus custa em Pernambuco R$ 256,07. Esse valor é o dobro do que normalmente se paga pelo primeiro emplacamento, ou seja, R$ 128,03. E funciona bastante para supersticiosos. Gente que tem o seu número preferido ou mesmo quer gravar uma data especial. […]
20/02/2014

Alunos transexuais e travestis vão poder escolher o nome que desejam ser chamados dentro das escolas …

Alunos travestis e transexuais vão poder escolher o nome. A determinação veio da Secretaria Estadual da Educação da Bahia, para acabar com o preconceito e possibilitar que os alunos, transexuais e travestis, tenham a liberdade de escolher o nome que desejam ser chamados dentro das escolas. Por conta do preconceito, muitos alunos deixaram de estudar, devido às “gozações” dos colegas, quando eram chamados pelo nome civil, em sala de aula. Este foi o caso da presidente da Associação dos Travestis, Milena Passos. Ela tem aparência de mulher, mas, desde a adolescência desistiu dos seus sonhos de estudar e se tornar uma psicóloga por conta do preconceito enfrentado em sala de aula. Em entrevista ao G1, ela disse que se assustava quando o professor chamava pelo nome de registro e isso virava motivo de piadas entre os alunos. Cansada dos constrangimentos, Milena desistiu de estudar. Para evitar que situações desse tipo continuem ocorrendo nas […]