14/08/2018

Romário Dias lembra legado de Eduardo Campos…

Os quatro anos da morte do ex-governador Eduardo Campos foram lembrados, ontem (13), no plenário da Assembleia Legislativa. Durante aparte, o deputado estadual Romário Dias (PSD) destacou o legado de Eduardo na política e no Estado, citando-o como um dos grandes governadores de Pernambuco, assim como foi Moura Cavalcanti. “Eduardo fez uma das coisas que poucos governadores de Pernambuco fizeram: deixar uma quantidade grande de seguidores; deixar diversos jovens com o sentimento de que a política e ser político vale a pena, apesar do desmando e da crueldade nas quais o Brasil vive”, ressaltou Romário, em aparte ao pronunciamento do deputado Isaltino Nascimento (PSB). O parlamentar ainda lembrou o período em que o ex-governador foi seu colega na Assembleia Legislativa, nos anos de 1990. Romário também destacou que o ex-governador “passou pela vida semeando e plantando; e desta forma deixou seu legado”. “Um – de tantos – desses frutos você vê […]
07/08/2018

PF conclui inquérito sobre queda de avião de Eduardo…

G1/PE A Polícia Federal (PF) apresentou, ontem , a conclusão do inquérito do acidente aéreo que matou o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, em agosto de 2014, para as famílias de cinco das sete vítimas da queda do jato. O encontro realizado no Aeroporto Internacional do Recife-Guararapes/Gilberto Freyre, na Zona Sul da cidade, foi fechado à imprensa. Procurada, a corporação afirmou que não vai se pronunciar até que todas as famílias das vítimas tenham acesso ao resultado da investigação. O delegado Rubens Maleiner – responsável pela investigação de acidentes aéreos como o que ocorreu com o ministro Teori Zavascki – esteve à frente das investigações. Em nome das famílias de Eduardo Campos, dos assessores Carlos Augusto Leal Filho e Pedro Valadares, do fotógrafo Alexandre Severo e do cinegrafista Marcelo Lyra, o engenheiro João Campos, filho do ex-governador de Pernambuco, mencionou algumas das informações passadas pelo delegado na apresentação do inquérito. […]
09/04/2018

As coincidências de Eduardo Campos e Mendonça Filho …

Por Edmar Lyra Os ex-governadores Eduardo Campos e Mendonça Filho, além de terem sido adversários na histórica eleição de 2006, vencida por Eduardo, possuem muito mais coisas em comum do que se imagina, que podem credenciar Mendonça para uma eventual candidatura a governador nas eleições de 2018. Historicamente, desde a redemocratização, Pernambuco se alternou entre PSB, PMDB e PFL, em 1986 Arraes venceu pelo MDB, em 1990 Joaquim Francisco venceu pelo PFL, em 1994 Arraes acabou vitorioso pelo PSB, em 1998 Jarbas venceu pelo PMDB com o apoio do PFL, sendo reeleito em 2002, já em 2006 Eduardo venceu pelo PSB contra o PFL, sendo reeleito em 2010, enquanto em 2014 Paulo Câmara saiu vitorioso pelo PSB, tendo na sua coligação o DEM (ex-PFL) e o PMDB. Nenhuma outra legenda conseguiu quebrar esta polarização, inclusive o PT e o PTB de Armando Monteiro, o que em tese credenciaria novamente o MDB […]
07/08/2017

Eduardo Campos será reverenciado nos 70 anos do PSB…

O falecido ex-governador Eduardo Campos, que completaria 52 anos no dia 10 de agosto, vai ganhar homenagem na festa dos 70 anos do PSB, que serão celebrados nos dias 10 e 11 de agosto, em comemoração no Hotel Nacional, em Brasília. As cúpulas nacional e estadual do partido estarão presentes. A viúva Renata Campos e os filhos também serão reverenciados. De acordo com Sileno Guedes, presidente estadual do PSB, em função desta agenda na Capital Federal, o aniversário de morte de Eduardo Campos não vai ser lembrado no dia 13 e sim em data ainda a ser marcada, no fim de agosto. (Fonte:DP)
14/08/2016

‘Nossas vidas saíram do roteiro’, diz viúva Renata sobre morte de Campos…

Fazer planos para o futuro é habitual para a família Campos. Eduardo sonhava chegar à presidência da República. Pai presente, demonstrava a alegria com a chegada do quinto filho, Miguel, batizado em homenagem ao seu avô, Miguel Arraes. Era a certeza de mais festas de escola, como as dos outros quatro filhos que costumava frequentar. “Infelizmente, nossas vidas saíram do roteiro. Digo sempre que essa tragédia não estava no script, mas não nos resta outra coisa se não celebrar a vida, lembrar sua história”, afirmou a viúva, Renata Campos, durante seu único pronunciamento público, ocorrido durante recente evento do PSB no Recife. O acidente que matou o ex-governador de Pernambuco e então candidato à presidência Eduardo Campos pelo PSB, além de outras seis pessoas, completa um ano nesta quinta-feira (13). Em seu estado natal, o político continua a ser chamado de ‘Eduardo’. Para família, é o ‘Dudu’. “Dudu foi um grande […]
27/07/2016

TCE aprova as contas de Eduardo Campos de 2014…

Em sessão especial realizada hoje, o Tribunal de Contas do Estado emitiu Parecer Prévio recomendando à Assembleia Legislativa a aprovação das contas dos ex-governadores Eduardo Campos e João Lyra Neto relativas ao ano de 2014. À exceção da conselheira substituta Alda Magalhães (substituta do conselheiro Marcos Loreto) que votou pela aprovação, com ressalvas, tendo em vista a Secretaria de Educação não ter prestado contas de recursos repassados às Gerências Regionais, todos os outros conselheiros acompanharam o voto da relatora. Foram eles: Dirceu Rodolfo, Ranilson Ramos, Marcos Nóbrega (substituto de João Campos) e Ricardo Rios (substituto de Valdecir Pascoal). Continua…
23/06/2016

Maconha achada em avião de Eduardo será incinerada…

Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo A Justiça está mandando incinerar objetos encontrados no avião que caiu em 2014 e matou Eduardo Campos (PSB) e outras seis pessoas. Entre eles estão 10 gramas de maconha. Um laudo confirmou que um dos pacotes encontrados guardava a droga, provavelmente para consumo pessoal de uma das vítimas do voo. Foram encontrados na época também cartões bancários, colares e pedaços de roupas. O inquérito que investiga as causas do acidente, e que corre na 5ª Vara Criminal de Santos, está perto do fim. A tendência até agora é responsabilizar o piloto. O laudo de teste feito num simulador na Áustria pelos investigadores analisa a última hipótese que poderia mudar os rumos da investigação: a de que variações além do normal na ponta da asa da aeronave poderiam ter contribuído para a tragédia. A possibilidade, no entanto, é considerada remota. O Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes […]
20/01/2016

Para FAB, cansaço do piloto influiu no acidente que matou Eduardo Campos…

O cansaço de Marcos Martins, piloto do avião que caiu em Santos (SP), em 13 de agosto de 2014, matando o então candidato do PSB e ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e outras seis pessoas, foi um dos fatores contribuintes para o desastre, que teve uma sequência de falhas humanas, conforme antecipou o jornal O Estado de S. Paulo. O relatório com o resultado das investigações realizadas nos últimos 17 meses pelo Cenipa – Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos será apresentado nesta terça-feira, às 13 horas aos familiares de todos que estavam no voo e, em seguida, às 15h30, para a imprensa.  Além do uso de “atalho” para acelerar o procedimento de descida na Base Aérea de Santos, outro problema detectado durante os trabalhos foi a falta de treinamento do piloto, específico para aquela aeronave, um Cessna 560 XL, que levou à Aeronáutica, inclusive, a emitir uma […]
13/08/2015

Missa em memórias de Eduardo Campos e Arraes registra grande público em João Alfredo…

A missa pela passagem de um ano da morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e dez anos do ex-governador Miguel Arraes de Alencar, realizada no final da tarde desta quinta-feira (13), reuniu estudantes, políticos e admiradores dos políticos na Igreja matriz de Nossa Senhora da Conceição de João Alfredo. Campos teve sua trajetória interrompida precocemente em um trágico acidente aéreo em 13 de agosto de 2014. Eduardo Campos era, na ocasião, candidato a presidente da República pelo Partido Socialista Brasileiro, e já havia sido duas vezes governador de Pernambuco e ocupado o cargo de ministro da Ciência e Tecnologia. Foi ainda deputado federal e deputado estadual. Miguel Arraes faleceu em 2005. O ato foi presidido pelo pároco Severino Fernandes de Moura que conclamou a classe política a sempre procurar empreender o bem coletivo, a exemplo dos homenageados. A liturgia do dia, Evangelho de Mateus (18,21 – 19,1) obviamente mereceu […]