03/08/2018

Senado: Aécio não enfrenta Dilma; sai para deputado…

Atrás de Dilma Rousseff nas pesquisas em Minas Gerais, o senador Aécio Neves desistiu de disputar a reeleição. O parlamentar decidiu disputar ao cargo de deputado federal. “Informei a ele (Anastasia) hoje minha decisão pessoal de não disputar, este ano, a eleição para o Senado, colocando meu nome como pré-candidato à Câmara”, diz o tucano em carta ao PSDB mineiro. “Com o objetivo de ampliar o campo de apoio à candidatura que melhor atende ao projeto de reconstrução de Minas, a do senador Antonio Anastasia, informei a ele, hoje, minha decisão pessoal de não disputar, este ano, a eleição para o Senado, colocando meu nome como pré-candidato à Câmara dos Deputados”, afirmou. Aécio fala que, “diariamente”, as falsas versões sobre ele “engolem” os fatos. Leia abaixo a íntegra da nota de Aécio: Belo Horizonte, 02 de agosto de 2018 Caras amigas e caros amigos, Nos últimos 30 anos, seja no Congresso […]
01/07/2018

PSDB de Minas vai questionar candidatura de Dilma…

Coluna do Estadão – Andreza Matais Dilma Rousseff (PT) anunciou sua candidatura ao Senado, mas, no que depender dos tucanos mineiros, ela pode nem sair do papel. O presidente do PSDB no Estado, Domingos Sávio, afirma que a legislação sobre o impeachment é clara: além da perda do mandato, determina a perda dos direitos políticos. O acordo feito no Senado no dia da cassação, que vetou essa parte da punição, não seria suficiente para garantir sua candidatura. O tucano está confiante que o próprio MPE proporá a impugnação. Caso não o faça, o PSDB já se prepara para fazê-lo. Pelo menos um ministro do TSE e um do Supremo concordam com a avaliação de Domingos Sávio de que a “decisão do Senado não redime a petista da condenação”. O deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) rebate. Para ele, a impugnação é a tentativa de dar outro golpe, impedindo que Dilma seja candidata.
05/04/2018

Lula avisa a correligionários: Dilma quer ser candidata…

Gabriel Mascarenhas – Radar – VEJA Dilma Rousseff está a um passo de entrar no páreo eleitoral. Lula avisou a interlocutores da cúpula do PT que a ex-presidente quer disputar uma cadeira no Senado. Além disso, a própria petista telefonou para uma aliada no Congresso e adiantou seu plano, numa conversa ocorrida na segunda 2. A questão agora é por qual estado ela concorreria. O partido contratou pesquisas para mediar a popularidade de Dilma em diferentes praças. Os questionários estão nas ruas. Ela já recebeu convites para se candidatar por Minas Gerais, Piauí e Tocantins. Se resolver mudar seu domicílio eleitoral do Rio Grande do Sul para qualquer outro estado, a petista tem até sexta-feira para fazê-lo. Há grandes chances de isso acontecer. Paulo Paim, senador do PT gaúcho e candidato à reeleição, foi informado na semana passada de que Dilma não pretende disputar a corrida pelo Rio Grande do Sul. Gente próxima à ex-presidente, […]
31/12/2017

Dilma defende ‘eleição livre’ e candidatura de Lula em mensagem de fim de ano….

Estadão Conteúdo A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) defendeu a candidatura à Presidência da Reública de seu correligionário e antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, em uma mensagem de fim de ano publicada em seu site neste domingo, dia 31. “Que em 2018 tenhamos uma eleição realmente livre. Livre de exclusões e livre de manobras políticas e judiciais com o objetivo de interditar candidatos. Que em 2018 o presidente Lula possa concorrer”, escreveu Dilma. Lula pode ser impedido de disputar o pleito em 2018 caso sua condenação em primeira instância pelo juiz Sergio Moro seja confirmada em segunda instância, em julgamento marcado para o dia 24 de janeiro no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). O petista foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão no caso do triplex do Guarujá (SP), um dos processos decorrentes das investigações da Operação Lava Jato. Dilma também desejou, na sua mensagem, […]
30/10/2017

Lula: Não posso lançar Dilma a nada; ela não quer…

Folha de S.Paulo – Carolina Linhares O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está em viagem pelo Estado de Minas Gerais, afirmou que não pode lançar a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) candidata “porque ela não quer”. Lula discursou em Cordisburgo, ao lado de Dilma e do governador de Minas, Fernando Pimentel (PT). A ex-presidente foi recebida pelo público aos gritos de “senadora”. “Não posso lançar Dilma candidata a nada, porque ela não quer e porque ela é do Rio Grande do Sul”, disse Lula. A ex-presidente é nascida em Minas, mas construiu sua vida política no sul. Logo antes, Lula prometeu voltar a Cordisburgo como presidente eleito e ao lado de Pimentel reeleito governador. Dilma, que acompanhou parte da caravana em Minas, afirmou que, em outubro de 2018, haverá “um reencontro com a democracia”. Em Cordisburgo, terra de Guimarães Rosa, Lula também esteve no museu dedicado ao escritor, na […]
24/09/2017

Petistas querem Dilma candidata ao Senado em Minas…

Dirigentes petistas desejam que a ex-presidente Dilma Rousseff altere seu domicílio eleitoral e dispute as eleições de 2018 como candidata ao Senado em Minas Gerais. A mudança teria de ocorrer até o dia 7 de outubro deste ano, pelo calendário eleitoral. Entre os argumentos, está a vitória que Dilma teve na disputa presidencial de 2014 naquele estado enfrentando Aécio Neves (PSDB), titular de uma das duas vagas no Senado que está em disputa e que ainda não decidiu se buscará a reeleição. Atualmente, a ex-presidente tem domicílio eleitoral no Rio Grande do Sul. A ida de Dilma para Minas foi defendida ao GlLOBO por petistas mineiros e gaúchos, além de outros integrantes da executiva do partido. Petistas afirmam que teria aumentado a disposição dela de disputar uma vaga de senadora, mas ela ainda resiste a alterar o domicílio eleitoral. A ex-presidente enfrentaria dificuldades no Rio Grande do Sul. O senador […]
31/08/2017

Descartada: Após impeachment, PT não sabe o que fazer com Dilma…

Um ano depois do impeachment, a presidente cassada Dilma Rousseff é vista por setores amplos do PT como uma página a ser virada. Embora o discurso oficial seja de martirização de Dilma e a militância apoie a ex-presidente, alas petistas a consideram culpada pela derrocada do partido e uma ameaça para a volta de Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto. Segundo estes setores do partido, a falta de controle de Dilma sobre a Polícia Federal – e não os casos de corrupção envolvendo integrantes da legenda – resultou na Lava Jato, no impeachment e na disseminação do sentimento antipetista. Por outro lado, estes mesmos setores consideram que as maiores dificuldades para o retorno de Lula à Presidência são reverter o entendimento comum de que os erros de Dilma são a origem da crise econômica e recompor a aliança de centro esquerda esfacelada no processo de impeachment. O partido não sabe […]
11/06/2017

Ficha Limpa deve barrar Dilma em 2018…

Aliados da ex-presidente Dilma afirmam que ela vai disputar a eleição de 2018, mas é improvável: a Lei Ficha Limpa a torna inelegível, por ter sido condenada em órgão colegiado por crime contra a administração pública. Além disso, segundo afirmaram ministros a esta coluna, “no caso concreto”, uma ação civil pública no Supremo Tribunal Federal será suficiente para impedir o eventual registro da candidatura. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Ministros do STF criticaram o Senado por ignorar a Constituição: o impeachment implica em suspensão dos direitos políticos por 8 anos. A Resolução 35/2016 do Senado não inabilitou Dilma automaticamente, mas cassou o mandato “sem prejuízo das demais sanções judiciais”. A decisão do TSE favorável à chapa pode ajudar a presidente cassada a tentar contornar a Ficha Limpa, judicializando sua candidatura. Crimes contra a administração rendem inelegibilidade, diz o Artigo 1º da Lei das Condições […]
01/05/2017

Nova delação compromete Aécio, Serra e Dilma…

Jornal do Brasil Os procuradores da Lava Jato e os advogados da Andrade Gutierrez estão encerrando as novas delações dos ex-executivos da empresa e, segundo a coluna do Lauro Jardim, os tucanos serão os mais atingidos dessa vez. A participação do então governador de Minas Gerais e atual senador Aécio Neves no processo de entrada da Cemig no consórcio que venceu a licitação da hidrelétrica de Santo Antônio deve ser detalhada nos depoimentos, assim como os supostos pagamentos de propina na construção da Cidade Administrativa de Minas Gerais. Ainda de acordo com a coluna, os tucanos de São Paulo também serão atingidos pela delação, devido a supostas propinas na construção do Rodoanel e da Linha Amarela do metrô paulistano nas gestões de José Serra e Geraldo Alckmin. Os ex-executivos da Andrade Gutierrez também prometem contar tudo sobre a contratação da Vox Poppuli, via caixa dois, para fazer pesquisas na campanha […]