31/03/2016

PP ameaça deixar o governo Paulo Câmara…

  Coluna Folha Política Se o governador Paulo Câmara não se incomodou com a decisão de seus quatro secretários de reassumirem seus mandatos para votar pelo impeachment, a movimentação gerou insatisfação na base aliada. E, caso as exonerações venham a se concretizar, o PP promete entregar o espaço que ocupa na gestão: o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem). A decisão de deixar o governo socialista, caso o deputado federal Fernando Monteiro tenha que deixar a Câmara Federal, foi anunciada, à coluna, pelo presidente estadual do PP, deputado federal Eduardo da Fonte. “Se Fernandinho sair para o secretário voltar, então, o cargo não é da gente. Então, o Ipem já está devolvido, está entregue automaticamente ao governador”, crava o dirigente. Na aliança feita com o Governo do Estado, tem maior peso para o PP o mandato de Fernando do que o espaço do Ipem. Até o momento, segundo o que […]
22/08/2014

PSL desiste de deixar coligação de Marina…

O presidente do PSL, Luciano Bivar, informou nesta sexta-feira (22) que a executiva nacional do partido desistiu de sair da coligação Unidos pelo Brasil. Antes encabeçada por Eduardo Campos como candidato à Presidência da República, a coligação passou a ter Marina Silva como presidenciável devido à morte de Campos em acidente aéreo. Nesta quinta-feira (21), outros quatro partidos que também formavam a coligação antes da morte de Campos anunciaram que manteriam o apoio à candidatura de Marina, pelo PSB. Apenas o PSL tinha ficado de fora. Na quarta-feira, ao anunciar que o partido sairia da coligação, Luciano Bivar disse que faltava diálogo com Marina. Ele também afirmou não saber se ela cumpriria promessas de campanha de Campos. Nesta sexta-feira, no entanto, o presidente do PSL afirmou ter tido “longa conversa” com a candidata durante café-da-manhã. Segundo Bivar, o encontro o convenceu a manter o apoio à candidatura. “Foi uma conversa […]
09/06/2014

França: Marina já tem prazo para deixar o PSB…

O presidente do diretório paulista do PSB, deputado Márcio França deixou clara a divisão da legenda e culpou a Rede da ex-senadora Marina Silva pela falta de acordo: ‘Eles preferiram trabalhar como se fossem um outro partido. Assim que registrarem o partido deles, vão embora. E a gente vai continuar no PSB. Onde tiver intersecção, vamos juntos’, disse. França impôs derrota aos marineiros no maior colégio eleitoral ao insistir em aliança do presidenciável Eduardo Campos com o governador tucano Geraldo Alckmin. (Portal BR 247) 
24/02/2014

Se Pernambuco deixar…

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) desconcertou colegas sábado ao anunciar, à queima-roupa, que não disputará a reeleição nem será candidato à Câmara, como já noticiado, puxando votos para a eleição de uma grande coligação ligada a Eduardo Campos. E assim decidiu, não por dificuldades eleitorais, mas por razões subjetivas: depois de tantos anos, e de ter ocupado tantos cargos, o desencanto tomou o lugar da paixão em sua relação com a política. Ouviu, entretanto, mais de uma voz dizer: Pernambuco não deixará que isso aconteça. (Tereza Cruvinel)