06/02/2018

Criança é novo caso suspeito de febre amarela em Pernambuco…

Uma criança de 3 anos de idade é o quinto caso notificado como suspeito de febre amarela no Estado. A menina é moradora do município do Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR) e esteve em São Paulo no último mês. A vigilância epidemiológica de Paulista informou que a criança viajou com a avó no dia 10 de janeiro e voltou dia 25. As duas ficaram hospedadas na casa de parentes no bairro de São Miguel, em São Paulo Capital. Ela foi atendida neste domingo (04) no Hospital Maria Lucinda, no Recife, apresentando febre e dores de cabeça, abdominal e de garganta. A menina, que não é vacinada, foi liberada no próprio domingo após exames que atestaram um quadro de virose, segundo o superintendente de Vigilância em Saúde do Paulista, Fábio Diogo. O gestor destacou que na época da viagem a capital paulista não estava elencada como área de risco. […]
14/05/2017

Criança só pode ingressar no ensino fundamental com seis anos…

Para ingressar no ensino fundamental, a criança deve ter seis anos completos até 31 de março do correspondente ano letivo. Essa regra, estipulada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), foi reafirmada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que reformou decisão da primeira instância. O debate teve início após o Ministério Público Federal solicitar a proibição da regra e que fosse assegurada a matrícula de crianças menores de seis anos no ensino fundamental.  A Justiça Federal em Itabuna (BA) chegou a proferir sentença retirando os efeitos das normas, mas a Advocacia-Geral da União recorreu, e a decisão foi revertida com base na jurisprudência consolidada pelo Superior Tribunal de Justiça. Os advogados da União explicaram que a regra prevista nas resoluções 1/2010 e 6/2010 do CNE atende ao comando dos artigos 32 e 87 da Lei 9.394/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), que preveem a idade de seis anos para […]
26/02/2016

Gesto de amor: ”Faria tudo de novo”, diz tia que adotou sobrinha com microcefalia…

Vi a Lívia sofrendo e resolvi pegar para criar, resume Ângela sobre a história da adoção, por enquanto informal, da menina Foto: Sumaia Villela/Agência Brasil Com apenas três meses de vida, Lívia Vitória já teve de lidar com o abandono. Diagnosticada com microcefalia, ela foi deixada pela mãe e pelo pai ainda recém-nascida. Mas graças à tia Ângela Maria da Silva, 45 anos, a menina terá a chance de crescer em um lar e receber amor. “A mãe é usuária de drogas. Teve a filha, mas não quis tomar conta. A juíza falou para procurar alguém que quisesse. Aí eu vi a Lívia sofrendo e resolvi pegar para criar”, resume Ângela sobre a história da adoção, por enquanto informal, da menina. A reportagem da Agência Brasil encontrou as duas no Hospital Oswaldo Cruz, no Recife, onde foi colhido material biológico para verificar a ligação entre a síndrome e o vírus […]
26/06/2014

Chinês de apenas dois anos pode ser o alcoólatra mais novo do mundo, segundo jornal inglês…

Uma criança chinesa de apenas dois anos vem chamando a atenção por causa de uma doença inimaginável para a idade: alcoolismo. Segundo o jornal inglês Metro, com informações do diário chinês Shangaiist, o pequeno Cheng Cheng pode ser o alcoólatra mais jovem do mundo. Com apenas 10 meses de idade, Cheng Cheng recebeu a primeira dose de vinho. Segundo a tia da criança, Cai Teng, o pai decidiu trocar a mamadeira do bebê por vinho para tentar fazer com que ele parasse de chorar. O álcool acalmou a criança e, desde então, leite e sucos não fazem parte da alimentação diária de Cheng Cheng e foram substituídos por vinho e cerveja.  Os pais ainda relataram que quando vê alguém bebendo, o menino imediatamente começa a chorar, fica nervoso e só relaxa quando recebe a bebida. Mesmo ingerindo grandes quantidades de uma só vez, os familiares dizem não perceber alterações no comportamento da […]
18/01/2014

Com doença rara, americano morre aos 17 anos de “velhice”…

Centenas de pessoas, incluindo o dono da equipe de futebol americano New England Patriots, Robert Kraft, compareceram ao funeral de Sam Berns, adolescente que se tornou conhecido nos Estados Unidos por sua luta contra uma rara doença conhecida como progeria ou síndrome de Hutchinson-Gilford, que causa envelhecimento precoce. Na última sexta, o adolescente morreu “de velhice” aos 17 anos, em decorrência da enfermidade. Diagnosticado com pouco menos de dois anos, Berns superou em muito a expectativa de vida de um portador de progeria, que dificilmente ultrapassa os 13 anos. Em 1999, seus pais, ambos médicos, criaram uma fundação para estudar possíveis causas para o erro genético, que seguem incertos. Apesar das dificuldades, o jovem dava palestras motivacionais e gravou, em 2013, o documentário Life According Sam (A Vida Segundo Sam, em tradução livre), produzida pelo canal HBO, no qual concedeu entrevistas extremamente positivas, se dizendo uma pessoa feliz e agradecendo […]