20/06/2021

Bom Jardim em luto oficial pelo compositor Bráulio de Castro

Blog Albérico Cassiano Foi sepultado, no final da tarde deste domingo(20), em Bom Jardim, o corpo do compositor cantor Bráulio de Castro. Ele faleceu aos 78 anos, no Recife. Bráulio deixa dois filhos, Estela e Márcio, e a mulher, compositora e parceira musical, Fátima de Castro. Ele foi internado com sintomas da Covid-19, e desde quinta-feira (17), estava na UTI do Imip, com complicações respiratórias, respirando com ajuda de aparelhos. A família aguarda resultado do teste para covid. Bráulio José Gomes de Castro nasceu em 18 de Agosto de 1942. O avô paterno dele foi fundador da Banda de Música Grêmio Lítero Musical Bonjardinense.  Braulio de Castro começou a compor ao terminar o curso secundário no colégio Padre Félix. Se tornou um dos principais compositores pernambucanos e fez carreira em São Paulo. O compositor teve canções gravadas por artistas como Alcione, Jair Rodrigues, Genival Lacerda, Benito di Paula, além de […]
20/06/2021

Perdemos mais um grande músico para a Covid-19: Bráulio de Castro de tantos carnavais.

Blog Ricardo Antunes/Ênio de Andrade Faleceu às primeiras horas deste domingo (20), no Hospital do IMIP em Recife, o compositor Bráulio de Castro, aos 78 anos. Quem deu a informação foi José Mario Austregesilo: “Infelizmente o nosso amigo e compositor Bráulio de Castro partiu. Com ele segue a sua criação das letras das músicas, seus contos, suas poesias. Conosco a saudade e a tristeza de não estar participando dos nossos movimentos culturais do carnaval”. Bráulio José Gomes de Castro nasceu em Bom Jardim (PE), em 18 de Agosto de 1942 e ficou conhecido como o compositor “de todos os ritmos”. Ele criou desde frevos como “Além de mim”, gravado em 1964, a sambas, como “Maria Luiza”, gravado por Cyro Monteiro. Participou de diversos festivais: “Festival da Rede Globo”, classificando em 3º lugar a música “Cem anos de Monteiro Lobato – antes que acabem as flores” defendida pelo cantor Noite Ilustrada; […]
21/08/2014

Há 25 anos morria Raul Seixas…

Baiano misturava em suas canções baião, folk, blues, brega, country e rockabilly…  Raul Seixas foi encontrado morto em seu apartamento no dia 21 de agosto de 1989, há 25 anos. O músico baiano teve diversas fases ao longo de sua carreira. Em Salvador, ainda jovem, foi defensor do rock’n’roll – que naquela época pregava uma mudança radical nos costumes. Com versões de Dick Glasser e dos Beatles, lançou com a banda Os Panteras o LP Raulzito e Os Panteras, em 1968. O disco obteve pouca repercussão, assim como Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10, lançado em 1972 com Sérgio Sampaio, Míriam Batucada e Edy Star. Só em 1973, com o primeiro LP solo,Krig-ha, Bandolo!, é que Raul começou a fazer sucesso, já com músicas escritas em parceria com o escritor Paulo Coelho. Longe de ser só musical, a dupla com Paulo Coelho fez com que Raul aprofundasse o seu […]
24/01/2014

Bráulio de Castro lança livro em Bom Jardim – PE…