21/12/2021

Fundo eleitoral de R$ 5,7 bi é sancionado por Bolsonaro

Do UOL  O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou o texto que prevê o repasse de até R$ 5,7 bilhões em recursos públicos para o fundo eleitoral em 2022. A medida foi publicada no Diário Oficial da União e passa a valer a partir de hoje. O valor do chamado fundão constava do texto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que determina as metas e prioridades para os gastos do governo no ano que vem. O trecho que abordava o fundão havia sido vetado anteriormente pelo presidente que pretendia limitar o repasse de recurso a R$ 2 bilhões. A promulgação do chefe do Executivo é resultado da derrubada do veto de Bolsonaro por deputados e senadores na última sexta-feira (17), em sessão do Congresso Nacional. Na Câmara, foram 317 votos a favor da derrubada e 146 contra. No Senado, foram 53 votos pela derrubada e 21 pela manutenção do veto. O valor final do […]
19/12/2021

Várias pontas soltas ameaçam eleição de Bolsonaro em 2022

Por: Jorge Vasconcellos  /Ingrid Soares / Correio Braziliense O presidente Jair Bolsonaro deu um passo importante no projeto de reeleição ao ingressar no Partido Liberal (PL), uma sigla com ramificações pelo país, caixa forte e estrutura política adequada para o tamanho da disputa. Daqui em diante, o principal desafio do mandatário será demonstrar que merece a confiança do eleitor para exercer um novo mandato no Planalto. A caminhada, porém, não será nada fácil, com adversários competitivos, poucos resultados governamentais a mostrar e um quadro econômico e social cada vez mais deteriorado. A pouco menos de um ano das eleições de outubro de 2022, o presidente amarga os piores índices de popularidade desde que tomou posse — entre 20% e 23%, dependendo do instituto que realiza a pesquisa, perdendo apoio entre grupos importantes, como evangélicos. Isso, ao mesmo tempo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue como favorito na […]
13/12/2021

Bolsonaro diz a forrozeiros que ‘é proibido usar máscara’ no Planalto

Por: Ingrid Soares / Correio Braziliense O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta segunda-feira (13) a forrozeiros que é “proibido” usar máscara no Palácio do Planalto. O equipamento de proteção é recomendado por autoridades de saúde como forma de ajudar a evitar a transmissão do vírus da Covid-19. A declaração ocorreu ao lado do ministro do Turismo, Gilson Machado, quando o chefe do Executivo recebia um grupo de artistas nordestinos durante uma apresentação de forró, momentos antes de um evento no Planalto, que comemorou o dia do Forró, o aniversário de Luiz Gonzaga e em reconhecimento do ritmo como Patrimônio Cultural do Brasil. As imagens foram postadas nas redes sociais do presidente em uma live. “Aqui é proibido usar máscara”, disse o presidente, apontando a um dos presentes. O presidente escuta: “Eita”. E em seguida emenda: “Filma mesmo, filma”. A Covid-19 já matou mais de 600 mil pessoas no país e […]
08/12/2021

Lula segue na liderança, seguido por Bolsonaro e Moro, segundo pesquisa Quaest; veja os números

Agência O Globo O quadro das intenções de voto para a presidência nas eleições de 2022 continua favorável ao ex-presidente Lula (PT), segundo nova pesquisa da Genial/Quaest, empresa de inteligência de dados que faz análise de redes sociais e pesquisas de opinião pública. O petista lidera em todos os cenários, em primeiro e segundo turnos. Já o presidente Jair Bolsonaro (PL) permanece em segundo lugar, mas é derrotado em qualquer situação de segundo turno. A pesquisa estimulada apresentou quatro cenários eleitorais. Em nenhum deles, no entanto, Lula vence em primeiro turno. Seu desempenho é melhor sem a presença do ex-juiz Sergio Moro (Podemos) na disputa, embora a variação do petista seja pequena: vai de 46% dos votos válidos, em seu pior cenário, até 48%, no melhor. Bolsonaro também teve melhor desempenho quando seu ex-ministro da Justiça não foi levado em conta. No cenário com sete pré-candidatos, Lula teria 46% dos votos; Bolsonaro, 23%; Sergio Moro viria em terceiro, com 10%; Ciro Gomes, na quarta […]
03/12/2021

Bolsonaro terá que tomar vacina ou apresentar PCR para posse de Mendonça

Correio Braziliense Para participar da posse de André Mendonça como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro terá que se vacinar ou ainda apresentar um teste negativo para covid-19. A solenidade está marcada para o próximo dia 16. Uma resolução assinada pelo ministro Luiz Fux no final de outubro prevê que todos os frequentadores da Corte, tanto do público interno quanto do público externo, deverão apresentar certificado de vacinação. As pessoas não vacinadas deverão apresentar teste RT-PCR ou teste antígeno negativos para covid-19 feito 72h anteriores à visita. O uso de máscaras também continua obrigatório. No último dia 30, o advogado de Bolsonaro, Frederick Wassef, foi barrado no prédio por não apresentar o comprovante de vacinação. Nessa quinta-feira (2), durante solenidade no Planalto, Bolsonaro voltou a criticar o “passaporte da vacina”. O chefe do Executivo disse que o país “não aguenta mais” um novo lockdown, pediu às […]
01/12/2021

Mendonça diz no Senado que democracia no Brasil foi conquistada sem ‘sangue derramado’

g1 O indicado para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça disse nesta quarta-feira (1º), em sabatina no Senado, que a democracia no Brasil, ao contrário de outros países, não foi conquistada com “sangue derramado”. A fala desconsidera, por exemplo, mortes e tortura contra opositores do regime militar, que governou o Brasil antes de 1964 até a redemocratização, em 1985. A Comissão Nacional da Verdade (CNV), órgão instituído pelo governo federal em 2012 para apurar crimes cometidos na ditadura, apontou em seu relatório final que os mortos e desaparecidos pela repressão do regime foram pelo menos 434. Mendonça deu a declaração ao ser questionado pela senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) sobre a opinião dele a respeito de falas antidemocráticas e de apologia ao AI-5 (ato mais repressivo da ditadura), frequentemente feitas pelo presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores em manifestações de rua. Mendonça foi ministro da Justiça e advogado-geral da […]
23/11/2021

Luiza Trajano rebate Bolsonaro: ‘Nunca fui convidada para ser vice’

Correio Braziliense A dona do Magazine Luiza, Luiza Trajano, rebateu as afirmações do presidente Jair Bolsonaro, da manhã desta segunda-feira (22). Na Assembleia Legislativa da Paraíba, a empresária desmentiu que seria vice-presidente da chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e disse que é a favor da distribuição de renda e“se isso é ser socialista, eu sou socialista”. “Eu não tenho o que falar. Eu nunca estive com o presidente Lula, nunca fui convidada para ser vice [presidente]. Eu estou em todos os jornais como convidada por todos os partidos para ser vice. Porque parece que precisa de uma mulher, o perfil é uma mulher [para o cargo]. […] Eu acho que a desigualdade deve ser combatida, se isso é ser socialista, então eu sou socialista. Sou empresária e sou a favor da distribuição de renda. Nunca me filiei a nenhum partido. Não recebi nenhum político formalmente”, disse. Luiza […]
22/11/2021

Pacheco cogita sabatina de Mendonça no plenário para driblar Alcolumbre

UOL O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), cogita realizar no plenário, com a presença dos 81 senadores, a sabatina de André Mendonça. Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro a uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal), Mendonça espera desde julho que o presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), Davi Alcolumbre (DEM-AP), marque uma data para a sabatina. O ex-advogado-geral da União só pode tomar posse na Corte se receber o aval dos senadores. Alcolumbre tem se isolado na escolha de adiar de forma indefinida a sabatina de Mendonça.  A intenção principal com o gesto é fritar Bolsonaro. Mas a atitude tem sido vista no Senado como exagerada, diante dos mais de quatro meses que se arrastam. Em caráter reservado, senadores têm dito que Alcolumbre “cavou um buraco que já está lá no Japão”. 
18/11/2021

Dirigentes estaduais do PL anunciam ‘carta branca’ a Valdemar para filiar Bolsonaro

Agência O Globo Após reunião nesta quarta-feira na sede do partido, em Brasília, os dirigentes do PL anunciaram que Valdemar Costa Neto terá “carta branca” para negociar a filiação do presidente Jair Bolsonaro. O presidente tem exigido fidelidade nos estados para fechar um acordo e se filiar. O assunto dividiu o partido nas últimas semanas, especialmente em estados do Nordeste, em que havia um potencial de alianças com partidos de esquerda em 2022. O senador Wellington Fagundes (MT) disse que “dificilmente” haverá coligação com adversários, mas que isso só será decidido de fato após Bolsonaro assinar a filiação. Segundo ele, pode haver um debate em casos específicos. — A decisão é que onde o presidente Bolsonaro tiver a necessidade de um apoio do PL de forma direta, ou mesmo que seja uma coligação, de forma indireta, ele terá — afirmou. — A reunião serviu para conversar sobre todo o Brasil. Todos os estados […]