14/03/2014

Criado o sutiã que só se abre por amor…

A fabricante de lingeries japonesa Ravijour quer que suas clientes só façam sexo por amor. Ao menos é o que parece com a criação do “True Love Tester”, um sutiã que só se abre se os batimentos cardíacos da mulher acusarem o sentimento. A peça tem um sensor de frequência cardíaca, que é enviada via Bluetooth para um aplicativo de celular. O programa compara a sensação da mulher a atividades como fazer compras, assistir a um filme de terror, fazer exercícios, entre outras. Se o amor for detectado, o sutiã se abre automaticamente. O produto pode causar situações constrangedoras, como um sutiã que se abre no meio de uma festa, ou até na rua. Confira o vídeo promocional do “True Love Tester”:   (Catraca Livre)
27/01/2014

Amor e liberdade…

Em todas as fases da vida, um bom relacionamento afetivo é de importância vital, pois vem reunir duas pessoas que integram experiências, estímulos, novas fronteiras e galgam uma realização. Enamorar é lançar o perfume do amor em pitadas que, ao mesmo tempo, adoçam, temperam, realçam e complementam a beleza de sentir-se confortável e completamente envolvido em nuvens aonde o sol aquece sem parar. O prazer da vida a dois é cada um promover felicidade ao outro na mesma proporção que existe respeito e compreensão, pois as pessoas são atraídas por afinidades, por estímulos visuais e sensitivos. A liberdade é fundamental. Quando existe amor sincero, cada um reconhece que o outro tem necessidades e obrigações diferentes. Por isso, não basta apenas o encontro do olhar ou uma ligação mais forte, é primordial lançar o ar livre, deixar o prazer individual se tornar duplo ou ainda preservar a imagem com diplomacia, mas […]