16/01/2016

10 fatos que você precisa saber sobre o Aedes aegypti …

 iG São Paulo Fêmea é quem pica as pessoas e transmite a dengue, o zika vírus e a chikungunya, ela consegue depositar até mil ovos, que resistem até um ano. Saiba mais curiosidades no infográfico
05/12/2015

Riacho das Almas – PE distribui peixes e reduz 75% de focos do Aedes Aegypti…

Nada de Exército nas ruas, larvicidas ou carros fumacê. Os guarus são os novos soldados do combate aos focos do mosquito Aedes Aegypti no município Riacho das Almas, cidade com 19 mil habitantes no agreste de Pernambuco. Essa espécie de peixe que vive em abundância em açudes da região venceu as primeiras batalhas contra o mosquito transmissor dos vírus zika, dengue e chikungunya. Em 37 dias, o índice de infestação predial baixou de 7,9% para 1,9%, tirando o município da situação de risco do surto. Segundo o Ministério da Saúde, quando o índice varia entre 1% e 3,9% é considerado “estado de alerta”. A partir de 4%, é classificado como “risco de surto”. A ideia de usar o peixe no combate aos focos do mosquito transmissor veio quando o Ministério da Saúde atrasou, a partir de agosto, a entrega do larvicida que deve ser colocado nos locais de proliferação do mosquito. […]
01/12/2015

Confira as diferenças entre as doenças causadas pelo Aedes aegypti…

Ne10 O Ministério da Saúde já registrou, até o momento, 1.248 casos suspeitos de microcefalia e Pernambuco continua no topo nos registros, com 646 ocorrências suspeitas. A situação de emergência levou o governo do Estado a lançar o Plano Estadual de Enfrentamento das Doenças Transmitidas pelo Aedes aegypti: dengue, zika e chicungunha. O zika vírus, inclusive, teve sua relação direta com a microcefalia e a síndrome de Guillain-Barré confirmada. O Casa Saudável reuniu as características de cada uma das doenças, suas semelhanças e diferenças. Confira: Dengue – Os sintomas da dengue são mais diversos, podendo ter dores de cabeça, febre alta, tonturas e dores das articulações, além de sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes. Não há tratamento ou prevenção específica para a doença. O alívio dos sintomas é feito por meio de medicamentos como analgésicos e antitérmicos, além de muita hidratação, conforme orientação médica. Zika – Caracterizada […]