03/03/2017

Fim de semana ainda tem muito carnaval no desfile das Virgens de Surubim…

Albérico Cassiano Com a chegada da quarta-feira ingrata e término do período oficial da folia de Momo, é hora do folião do interior voltar para casa, e recarregar as energias para o Desfile das Virgens de Surubim, que acontece no próximo final de semana. A abertura oficial da festa acontece na noite da sexta-feira (03), com um Cortejo da Cultura Popular, saindo da igreja de São Sebastião até o pátio da usina.  Ainda de acordo com a programação divulgada pela Prefeitura, no sábado, também à noite, haverá desfile de blocos líricos, orquestras e quatro trios elétricos. No domingo (5), a partir das 8h da manhã, já haverá desfile de blocos e troças. Por sua vez, o desfile das Virgens começa a partir das 14h e vai contar com a participação de onze trios elétricos. Os shows acontecem no palco montado no Pátio da Usina, também local da dispersão dos blocos. Continua…
01/03/2017

NO RIO: Após 33 anos, Portela é a grande campeã do Carnaval 2017…

Extra/ Globo Após 33 anos a Portela voltou a vencer o desfile do Grupo Especial. A escola fez um desfile belíssimo na segunda-feira de carnaval, contando com sua conhecida competência em termos de canto e dança dos componentes. A Sapucaí se transformou num rio azul e branco com o enredo “Quem nunca sentiu o corpo arrepiar ao ver esse rio passar”.Assista, no vídeo abaixo, os melhores momentos do desfile:      A escola do carnavalesco Paulo Barros venceu a Mocidade Independente de Padre Miguel no último quesito. Confira a classificação das escolas: Portela – 269.9 Mocidade – 269.8 Salgueiro 269.7 Mangueira – 269.6 Grande Rio – 269.4 Beija-Flor – 269.2 Imperatriz – 268.5 União da Ilha – 267.8 Vila Isabel – 267.4 São Clemente – 267.4 Unidos da Tijuca – 266.8 Paraíso do Tuiuti – 264.6
24/02/2017

3º homicídio do ano em João Alfredo…

José Generino da Silva – “Val”, de 30 anos,  foi morto a golpes de faca na madrugada desta sexta-feira, no Residencial Prefeito Cavalcanti Júnior (Vila de Boró), na cidade de João Alfredo.  A Polícia foi informada do homicídio por um irmão da vítima e esteve no local, onde tomou depoimentos e procedeu o levantamento cadavérico, encaminhando o corpo ao IML-Recife. Ninguém quis opinar sobre a autoria e as causas do crime.  (Foto Facebook)
07/02/2017

Baile Municipal 2017 do Bom Jardim – PE

30/01/2017

Quatro cidades do Agreste terão racionamento d’água ampliado a partir desta segunda-feira…

Devido à seca prolongada no Agreste de Pernambuco, as cidades de Surubim, Bom Jardim, Orobó e João Alfredo, terão o racionamento de água ampliado a partir desta segunda-feira (30), quando receberão água vinda da Zona da Mata Norte. A obra é uma ação emergencial, segundo a Compesa, visando a preservar a Barragem de Pedra Fina, – que se encontra com apenas 27% do volume da sua capacidade total de 6,2 milhões de metros cúbicos. A partir da próxima semana, Surubim e Orobó terão dois dias de fornecimento de água e 24 dias sem. Em João Alfredo, serão quatro dias com fornecimento de água e 24 dias sem e, para Bom Jardim, estão previstos quatro dias com água para 16 dias sem. As áreas localizadas nas periferias e nas partes mais altas dessas cidades receberão carros pipas que serão encaminhados para complementar o abastecimento. Continua…
01/01/2017

Novo salário mínimo começa a valer este domingo Novo valor é de R$ 937…

A partir deste domingo (1º), começa a valer o novo salário mínimo de 937. O novo valor – era de R$ 880 – foi anunciado na última quinta-feira (29). Segundo o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, o reajuste significa um aumento de R$ 38,6 bilhões da massa salarial em 2017. Esse valor representa 0,62% do Produto Interno Bruto (PIB) e, segundo o governo, terá “efeitos positivos na retomada do consumo e do crescimento econômico ao longo do ano”. Continua…
01/01/2017

Conta de luz continua com bandeira verde em janeiro…

As contas de luz continuarão sem cobrança adicional em janeiro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu que as faturas de energia terão a bandeira verde no próximo mês, assim como já ocorreu em dezembro. Conforme relatório do Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), a condição hidrológica está mais favorável, o que determinou o acionamento de térmica com Custo Variável Unitário (CVU) abaixo de R$ 211,28 por megawatt-hora (R$/Mwh). Quando o preço ultrapassa esse valor, é acionada a bandeira amarela. Entre abril e outubro de 2016, vigorou a bandeira verde. Em novembro, a piora nas condições hidrológicas, principalmente em razão da seca no Nordeste, levou ao acionamento da bandeira amarela, que acrescenta R$ 1,50 a mais nas contas para cada 100 kWh consumidos. Em dezembro, foi retomada a bandeira verde. Em março deste ano, também vigorou a bandeira amarela. Antes disso, durante todo o […]
26/12/2016

Desemprego ainda deve subir mais em 2017, antes de começar a cair…

O número de desempregados aumentou em mais de 2 milhões em 2016 e chegou a 12 milhões de brasileiros. Para 2017, a expectativa é de que o mercado de trabalho possa melhorar a partir de meados do ano. Analistas ouvidos pelo G1 destacam, entretanto, que a taxa de desemprego ainda tende a subir mais antes de começar a cair. A expectativa do governo e da maior parte do mercado é de que o país saia da recessão no ano que vem e que o número de contratações volte a superar o de demissões. O ano de 2017, entretanto, deverá ser mais de estabilização do que de recuperação, com uma geração de empregos ainda insuficiente para derrubar a taxa de desemprego. “No final do ano as empresas costumam contratar mais. Então não dá para dizer que o desemprego está estável. Se consideremos o ajuste sazonal, continua subindo”, diz o economista Luiz […]
02/05/2016

Salário isento no Imposto de Renda pode ser de R$ 1.999…

O reajuste de 5% na tabela do IR anunciado pela presidente Dilma ainda precisa ser enviado ao Congresso e aprovado, e deve valer apenas para 2017. Apesar de a inflação ter sido 10,67% no ano passado, não há previsão de reajuste da tabela do IR no Orçamento de 2016, por causa do rombo nas contas públicas. É a primeira vez que isso acontece sob a gestão de Dilma.  Apesar da pressão de ministros petistas que, no começo do ano, pediram o reajuste, a equipe da Receita era contra a correção da tabela, sob o argumento de que ela estimula mecanismos de indexação da economia, alimentando a cultura inflacionária no país, que acaba prejudicando os mais pobres.  Segundo técnicos da Fazenda, para outra correção da tabela, será preciso elevar algum outro tributo. Ainda não foi feito um cálculo do custo da medida, porque ela não está prevista. Em 2015, o custo […]