Pesquisa Folha/IPESPE: Lula lidera em Pernambuco com 62%
05/07/2022
Prefeitos invadem Brasília
05/07/2022

Saiba como está a disputa pelo Senado em Pernambuco

Folha de Pernambuco – Com um cenário de candidaturas para a Casa Alta ainda indefinido, pesquisa realizada em parceria entre a Folha de Pernambuco e o IPESPE – Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas também sondou que seriam os nomes mais bem posicionados ao Senado. Se levarmos em conta a pesquisa espontânea, onde o entrevistado não sabe o nome dos possíveis candidatos, 78% dos eleitores não sabem ou não responderam em quem vão votar.
Estimulada
Já no levantamento estimulado – onde o entrevistado tem acesso a um cartão com os possíveis nomes que vão participar da disputa – o ex-senador Armando Monteiro Neto (PSDB) aparece com 22% das intenções de voto. No entanto, até agora, ele não comunicou se será candidato ou não pela chapa da pré-candidata ao Governo Raquel Lyra (PSDB).
Nomes na disputa
Entre os nomes já oficializados, há um empate técnico – levando em conta a margem de erro que é de 3,2 pontos percentuais para cima ou para baixo, entre André de Paula (PSD), com 9% das intenções de voto, e Teresa Leitão (PT), que é a favorita para 8% dos eleitores. O ex-ministro do Turismo do Governo de Jair BolsonaroGilson Machado (PL) tem a preferência de 5% dos pesquisados. Já o ex-senador Douglas Cintra (Podemos), que também não oficializou o nome na disputa, tem 1% dos votos. Eugênia Lima (PSOL) não alcançou 1% das menções. Nenhum candidato, branco ou nulo somam 29% dos eleitores e não sabe/não respondeu, 26%.
Da Capital ao Interior
Dividindo os entrevistados por localização, Armando Monteiro Neto tem a preferência de 16% dos eleitores da capital. André de Paula ficou com 11%. Teresa Leitão e Gilson Machado empatam tecnicamente com 9% e 7%, respectivamente.
Douglas Cintra tem 1% e Eugenia Lima também alcança 1% do eleitorado do Recife. Já na região da periferia, Armando fica com 19%. Teresa fica em segundo lugar com 9% e André, em terceiro, com 5%. Gilson alcança 3%, Douglas Cintra 1% e Eugênia não alcançou 1%. Já no interior de Pernambuco, Armando tem 25%; André de Paula, 10%; Teresa Leitão, 7%; Gilson Machado, 5%; Douglas Cintra, 1% e Eugenia Lima não alcançou 1%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.