Câmara aprova projeto que permite a educação dos filhos em casa; proposta vai ao Senado
20/05/2022
Luciano Bivar vai lançar candidatura à presidência dia 31 de maio
20/05/2022

Reginaldo Veloso, ex-pároco do Morro da Conceição, morre aos 84 anos

Reginaldo Veloso foi pároco na comunidade de 1978 a 1989. ( Thalyta Tavares/Arquivo DP)

Diário de Pernambuco – O padre Reginaldo Veloso, que conduziu a paróquia de Nossa Senhora da Conceição por 12 anos, faleceu, aos 84 anos, na noite de ontem (19), por volta das 23h. Segundo familiares, ao longo de 2020 ele fez quatro cirurgias para o câncer na bexiga. Passou um mês e dois dias internado na UTI de um hospital particular do Recife. Ele teve melhora, mas contraiu uma infecção e não resistiu. Veloso teve uma longa trajetória na Igreja Católica, iniciada por volta dos 13 anos, quando começou a se preparar para o Seminário. Teve importante atuação na luta para que a capela se tornasse paróquia e ajudou a comunidade na busca por melhorias sociais. Ele foi ordenado presbítero em dezembro de 1961 e teve diversas titularidades, a última foi Administrador Paroquial, quando foi destituído do cargo por ter optado pela vida matrimonial. Em abril de 1994 ele se casou e continuou sendo uma voz ativa na comunidade. As informações sobre sepultamento ainda não foram divulgadas.
“Falar sobre Reginaldo Veloso… Não é fácil, mas ao mesmo tempo é”, disse emocionada Edileuza Veloso, de 54 anos, esposa de Reginaldo. “É a pessoa mais evangélica que eu conheci. Tinha um compromisso muito grande com os empobrecidos e marginalizados. Era uma pessoa que estava preocupada sempre com bem-estar dos outros. Preocupado com a situação do país o tempo todo. Era uma pessoa muito boa e muito humana. Era uma pessoa que lutava pelos direitos humanos e dos mais fracos. Passou sua vida toda com esse compromisso. Vivia a música litúrgica da Igreja Católica, tinha compromisso com a juventude. Desenvolvida trabalhos culturais nas cidades do Recife, em Jaboatão dos Guararapes e no Cabo de Santo Agostinho”. Edileuza e Reginaldo completaram 28 anos de casados no último dia 23 de abril. Eles têm um filho João José Veloso, que tem 27 anos.
Segundo Edileuza, Reginaldo estava fazendo um tratamento de câncer na bexiga. Ele fez quatro cirurgias desde 2020. Três cirurgias no intestino, devido a uma hernie. “Então, ele foi ficando mais fraco. E além disso, foi passar por um tratamento de quimioterapia por conta do câncer na bexiga. E com esse tratamento, ele não aguentou. Ele foi internado. Passou um mês e dois dias na UTI da Unimed III. Houve melhora depois de 15 dias, mas depois começou um processo de infecção”, conta. Reginaldo faleceu ontem, por volta das 23h. Ele estava internado desde o dia 17 de abril, a Sexta-feira Santa.
Edileuza conta como o seu esposo era dentro de casa. “Era um homem maravilhoso. Era só cuidado e só amor o tempo todo, comigo e com todos aqui em casa. Ele estava o tempo todo preocupado com a gente e queria sempre o nosso melhor. O que eu o quisesse e pensasse queria realizar e fazer”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.