FPM mais magro em março
10/03/2022
Opinião: Cochilo do PT pode custar vaga de candidato a senador
10/03/2022

Raquel Lyra também deverá ser prestigiada pelo PSDB 

Por Edmar Lyra – O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, na condição de pré-candidato a governador do União Brasil, deverá ser bastante aquinhoado com o fundo eleitoral do seu partido, estimado em R$ 945 milhões, cujo teto foi de R$ 13,6 milhões de gastos para a campanha de governador em 2018, considerando a inflação acumulada do período, através do IGP-M, o teto de gastos para governador em Pernambuco deverá ficar em aproximadamente R$ 20 milhões para os dois turnos.
Se Miguel Coelho conta com a estrutura do União Brasil que não será pequena, Raquel Lyra também não ficará atrás, uma vez que o fundo eleitoral tucano será de R$ 380 milhões, sendo que o diferencial de Raquel é que por ser mulher, o partido terá que destinar pelo menos R$ 110 milhões para campanhas femininas, respeitando a regra de pelo menos 30% do fundo eleitoral para mulheres.
Como serão poucas candidatas a governadora no PSDB, o partido deverá garantir o teto a Raquel Lyra em Pernambuco, que tem o ex-ministro Bruno Araújo, presidente nacional da legenda, como pernambucano e parte interessada no êxito da campanha tucana no estado. Portanto, a tucana, ao menos em termos de estrutura partidária no tocante ao financiamento público de campanha, terá as mesmas condições de disputa que seu concorrente petrolinense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.