Após posse de Sivaldo Albino em Garanhuns, Laura Gomes assume vaga de deputada estadual na Alepe
04/01/2021
Fragmento Bíblico
04/01/2021

PT anuncia apoio a Baleia Rossi, do MDB, na disputa pela presidência da Câmara

G1

A bancada do PT na Câmara decidiu nesta segunda-feira (4), por 27 votos a 23, anunciar apoio imediato à candidatura do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Casa. O partido tem a maior bancada da Câmara, com 54 deputados.

Os 23 que se manifestaram contrários ao apoio imediato pretendiam que o partido lançasse uma candidatura própria. No entendimento desse grupo, se, às vésperas da eleição, a bancada avaliasse que a candidatura de Baleia Rossi tinha possibilidade de vitória, o PT retiraria a candidatura própria a fim de apoiá-lo — caso contrário, a candidatura seria mantida, e Baleia receberia o apoio dos petistas somente em eventual segundo turno.

Baleia Rossi é o candidato escolhido pelo bloco comandado pelo atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que tenta emplacar um sucessor. Entre os principais partidos de oposição, somente o PSOL ainda não anunciou apoio a um dos candidatos ou candidatura própria.

As 11 legendas que manifestaram apoio a Baleia (PT, PSL, MDB, PSB, PSDB, DEM, PDT, Cidadania, PV, PCdoB e Rede) somam 261 parlamentares. Mas, como a votação para presidente da Câmara é secreta, pode haver votos divergentes dentro dos partidos.

Baleia terá como principal adversário o líder do PP e do Centrão, deputado Arthur Lira (PP-AL), que tem o apoio declarado do presidente da República, Jair Bolsonaro. Atualmente, o bloco de Lira é composto pelos partidos PL, PP, PSD, Republicanos, Solidariedade, Pros, Patriota, PSC e Avante. Juntas, as siglas reúnem 195 parlamentares. O PTB também deve se unir ao grupo.

Alguns partidos, como o Podemos (dez deputados) e o Novo (oito), ainda não anunciaram oficialmente apoio a nenhum dos dois candidatos. O líder do Novo, deputado Paulo Ganime (RJ), disse que a sigla está “definindo” e que o anúncio deve ser feito na próxima semana.

Até esta segunda-feira, a data exata da eleição não estava definida. Pelo regimento da Câmara, precisa ser realizada até 2 de fevereiro, quando os trabalhos legislativos têm de ser retomados, após o recesso parlamentar. O mais provável é que seja na manhã do dia 2. A decisão será do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.