TRE-PE mantém decisões de primeiro grau e Janjão governará Bom Jardim-PE até 2024
28/05/2021
Risco de falta de oxigênio hospitalar em Pernambuco
28/05/2021

Prefeitos do Agreste lançam nota sobre crise de oxigênio

NOTA CONJUNTA DE PREFEITOS: COVID-19
Há mais de um ano, o mundo vive uma das maiores crises sanitárias da história, onde o novo coronavírus fez a saúde mundial entrar em colapso. Em nossa região, a situação não é diferente, os últimos indicadores epidemiológicos, divulgados pelo Governo do Estado, apontam que o Agreste de Pernambuco está vivenciando o pior momento de toda a pandemia.
De acordo com as informações divulgadas, na última semana e nos últimos 15 dias, a 2° macrorregião de Saúde registrou um aumento na solicitação de vagas na UTI para pacientes suspeitos ou confirmados, de 35% em apenas uma semana e 55% em 15 dias. O número de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), também registrou um aumento preocupante no Agreste, enquanto as outras regiões tiveram um aumento das notificações de 17% em uma semana e 22,5% em 15 dias, no mesmo período, a 2° macrorregião de Saúde, que engloba o nosso Polo de Confecções, registrou um aumento de 20% e 48%, respectivamente.
Diante deste cenário, as cidades da região enfrentam dificuldades na aquisição de insumos, medicamentos e oxigênio, tão indispensável no tratamento dos casos mais graves de covid-19. A escassez do oxigênio vem preocupando os gestores, que estão com dificuldades em adquirir esse item. Os fornecedores já não conseguem suprir as necessidades dos municípios, correndo o risco de colapsar o sistema de saúde. Cientes de suas responsabilidades na condução desse enfrentamento nas cidades do Polo de Confecções, os gestores dos municípios de Santa Cruz do Capibaribe, Brejo da Madre de Deus, Jataúba, Toritama e Taquaritinga do Norte, através de suas secretarias de Saúde, não estão medindo esforços para evitar um colapso no setor. O trabalho tem sido árduo em parceria com o Governo do Estado, que irá nos disponibilizar concentradores de oxigênio para atenuar as dificuldades encontradas na aquisição do oxigênio.
É indispensável que a população da região esteja engajada nessa luta, compreendendo e seguindo as medidas sanitárias recomendadas e estando atenta aos decretos estaduais e municipais. A prioridade de todos os gestores é preservar vidas e consequentemente, passar o mais rápido por essa fase, para que a vida de todos os munícipes possa voltar à normalidade. Continue usando máscara de proteção, higienizando as mãos, mantendo o distanciamento e evitando aglomerações. Contamos com seu apoio!
Cátia Ribeiro – Jataúba
Edilson Tavares – Toritama
Fábio Aragão – Santa Cruz do Capibaribe
Ivanildo Mestre (Lero) – Taquaritinga do Norte
Roberto Asfora – Brejo da Madre de Deus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.