Responsabilização de Bolsonaro está mais próxima, avalia CPI
24/06/2021
Horário eleitoral deve ser proporcional para candidatos negros, propõe FGV ao TSE
24/06/2021

Pernambuco gera 4.798 novos postos de trabalho em abril, diz pesquisa do Caged

Folha de Pernambuco
Devido ao cenário de agravamento da pandemia da Covid-19, no Brasil, mais da metade dos empregos formais criados no setor de serviços no mês de abril vieram de trabalhos ligados à saúde. Dos 57.610 postos de trabalho mantidos no setor, 30.259 foram gerados do subgrupo saúde humana e serviços sociais.
Em Pernambuco, a conjuntura não foi diferente e grande parte dos empregos no setor de serviços também partiu da área de saúde. Dos 3.583 empregos criados, 1.642 foram gerados do subgrupo saúde humana e serviços sociais. A cidade do Recife foi a que mais contratou profissionais da área no mês de abril, com 663 empregos formais criados. Os dados foram levantados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).  
No total, Pernambuco obteve um saldo positivo de 4.798 novos postos de trabalho em abril, com 32.397 admissões e 27.599 desligamentos, representando o melhor desempenho do estado este ano segundo o levantamento. Logo após o setor de serviços, a indústria aparece como a que mais contratou no mês, com 588 empregos gerados. Em seguida, o setor de construção apresenta 308 e a agropecuária 204. E por último, o setor de comércio aparece com 115 postos de trabalho criados. A capital pernambucana apresentou o maior número de contratações com um saldo positivo de 1.427 trabalhadores.
Apesar de aparecer em destaque como o município que mais gerou empregos no estado, Recife apresentou saldo negativo na maioria dos setores, como agropecuária (-51), comércio (-209) e indústria (-22). Os saldos positivos ficaram por conta dos setores de serviços, com 1.546 postos de trabalho e construção, com 163.
Já no Brasil, o número de pessoas contratadas também superou o de demitidos, com a geração de 120.935 postos de trabalho, com 1.381.767 admissões e 1.260.832 demissões. A região Sudeste aparece em primeiro lugar, com 49.371 empregos gerados, seguida do Sul, com 21.721, do Centro-Oeste, com 20.928, do Nordeste, com 19.747 e do Norte, com um saldo positivo de 9.170 empregos.
No país, os primeiros quatro meses deste ano foram todos de resultados positivos, com mais contratações do que demissões. O saldo total do quadrimestre, com ajustes, é de 957.889 novos postos de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.