Brasil registra mais 1.291 mortes por Covid em 24 horas; total chega a 228,8 mil
04/02/2021
Fragmento Bíblico
04/02/2021

Pernambuco deve receber cerca de 118 mil doses da CoronaVac neste fim de semana

Folha de Pernambuco

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (4), de forma remota, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, disse que há uma expectativa para o recebimento de novas doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e produzida no Instituto Butantan, neste final de semana. 

“A informação passada pela Secretaria de Vigilância em Saúde à Diretoria do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde foi que 2,9 milhões de doses foram entregues ao Ministério da Saúde. E que isso estaria sendo contabilizado para ser feita a distribuição para os estados”, explicou André Longo. 

Segundo ele, Pernambuco deve receber algo em torno de 118 mil doses nesse novo lote. “Ainda não é um número exato, uma vez que não foi informado oficialmente (a quantidade entregue pelo Butantan). Há a expectativa que uma parte, em torno de 5%, seja destinado à região Norte, pela condição de colapso. E o restante seja distribuído de forma equitativa de acordo com os grupos prioritários dos estados.” 

O gestor já adiantou que esse novo lote será utilizado para ampliar a imunização entre os profissionais de saúde. Até o momento, Pernambuco recebeu duas remessas da vacina Sinovac/Butantan, totalizando 309.360 unidades.

Esse quantitativo dá para imunizar 40% dos trabalhadores de saúde (em torno de 117 mil pessoas entre os mais de 294 mil profissionais), 100% da população indígena aldeada e a totalidade de idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições. 

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), Pernambuco vacinou, até esta quinta-feira, 161.566 pessoas inclusas nesses grupos prioritários da primeira fase da campanha. 

Deste total, são 85.471 são trabalhadores da saúde; 22.004 indígenas aldeados; 4.535 idosos que vivem em instituições de longa permanência; 49.240 idosos acima de 85 anos; e 316 pessoas com deficiência que vivem em abrigos.

O Comitê Estadual de Vacinação orientou, em reunião realizada na quarta-feira (3), que a segunda dose da vacina Sinovac/Butantan poderá ser administrada com um intervalo de 21 a 28 dias da primeira aplicação. 

A recomendação do Ministério da Saúde é de duas a quatro semanas após a primeira dose. Cada município pode utilizar a estratégia de acordo com a organização da sua rede.

Já as 38.400 doses da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz recebidas pelo Estado cobrirão a primeira dose para 100% dos idosos a partir dos 85 anos. A segunda dose será enviada posteriormente, segundo o Ministério da Saúde.

Capital 
Segundo a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque, a Capital pernambucana vacinou, até as 12h desta quinta, 32.016 pessoas, “sendo 12.601 idosos acima dos 85 anos, 18.399 trabalhadores de saúde, 760 pessoas entre idosos acima dos 60 anos institucionalizados e trabalhadores dessas instituições e 256 pessoas com deficiência institucionalizadas e trabalhadores dessas instituições”. O Recife conta com nove centros de vacinação e cinco drive-thrus, sendo dois abertos mais recentemente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.