Maioria quer redução da maioridade penal de 18 para 16 anos…
14/01/2019
Ex-prefeito de Glória do Goitá, Djalma Paes assume CPRH…
14/01/2019

Paulo Câmara anuncia, nesta segunda-feira, segundo escalão…

Em meio à pressão de partidos aliados e desencontros internos, o governador Paulo Câmara (PSB) deve anunciar, nesta segunda-feira (14), o segundo escalão do governo estadual para o novo mandato, duas semanas após divulgar o secretariado. Legendas insatisfeitas por terem pouca presença no primeiro escalão trabalham para garantir espaços na administração estadual. Haverá rodízio de quadros e novos nomes da Prefeitura do Recife irão para o Estado.

Enquanto alguns aliados indicaram bastantes nomes para a gestão, outros não foram sequer ouvidos, o que criou desconforto em integrantes da base governista. Nenhum aliado criticou publicamente o governador, tampouco acreditam em rompimento no curto prazo. Câmara, todavia, intensificou as reuniões nos últimos dias com a finalidade de fechar a equipe. Alguns nomes já são mencionados como certos em determinados espaços. 

O diretor-presidente do Porto de Suape, Carlos Vilar, volta a comandar o Porto do Recife e Leonardo Cerquinho, que já presidiu a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), assume o Porto de Suape. O diretor-geral de Política Tributária da Secretaria da Fazenda, Roberto Abreu, assume a AD Diper. O ex-secretário da Casa Civil, André Campos (PSB), deve assumir a presidência da Copergás e o ex-secretário de Imprensa, Ennio Benning, acompanha-o, como assessor da presidência. Todas essas instituições estão sob o guarda-chuva da Secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico, comandada por Bruno Schwambach. 

O ex-presidente da Copergás, Roberto Fontelles, assume o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE). Especula-se que o ex-secretário de Habitação, Bruno Lisboa (MDB), ocupe algum espaço na pasta de Desenvolvimento Urbano e Habitação, com Marcelo Bruto, indicado na cota do MDB. O secretário-executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto, volta à Secretaria estadual de Cultura, mas desta vez à frente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

O diretor de Limpeza Urbana da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb), Bruno Cabral, vai ocupar o Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER-PE), estrutura pertencente à Secretaria estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, liderada por Fernandha Batista, também oriunda da Emlurb.

O ex-controlador-geral do Estado, Ruy Bezerra, deve assumir o Instituto de Recursos Humanos (IRH), espaço que integra a Secretaria estadual de Administração, sob a tutela de José Neto, ex-chefe de gabinete de Paulo Câmara. Já o ex-secretário da Fazenda, Marcelo Barros, pode comandar a Agência de Fomento do Estado de Pernambuco (Agefepe), que pertence à pasta de Trabalho, Emprego e Qualificação. A Secretaria é gerida por Alberes Lopes (PDT). 

O ex-deputado estadual Odacy Amorim (PT) será o diretor do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), uma das empresas do Desenvolvimento Agrário, comandado por Dilson Peixoto (PT). Além desta pasta, o PT indicará os secretários-executivos de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, liderada por Sileno Guedes (PSB), e de Saúde, com André Longo. Além da Secretaria de Saneamento do Recife. (Folha de Pernambuco)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.