1% do FPM de dezembro será creditado nesta quinta, 7…
06/12/2017
Paulo Câmara convoca novos servidores da saúde para os hospitais de Pernambuco…
06/12/2017

Partidos sinalizam apoio e Michel Temer deve começar discussão sobre Previdência na segunda-feira…

Brasília DF 21/11/2017 POLITICA Deputado André Fufuca presidiu sessão plenária da Câmara dos Deputados que aprovou a Medida Provisória 786/17, que cria fundo para projetos de infraestrutura FOTO Wilson Dias/Agência Brasil

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Com a sinalização de apoio dos partidos PP, PMDB e PSDB na reforma da Previdênciao presidente Michel Temer acertou nesta terça-feira, 5, com o relator da reforma na Câmara, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), começar já na próxima segunda-feira, 11, a discussão da proposta no plenário da Casa. O acerto foi feito em reunião no Palácio do Planalto, segundo apurou o Estadão/Broadcast com uma fonte a par das negociações. Com a estratégia, o governo espera conseguir concluir a votação na Câmara ainda na próxima semana.

Para aprovar a reforma na Casa, o governo precisa de pelo menos 308 votos favoráveis à proposta em cada uma das duas votações no plenário. Governistas dizem, porém, que só topam votar a matéria se tiverem cerca de 330 votos a favor garantidos. O governo admite que ainda não tem esses votos, mas espera conseguir mais apoios após o fechamento de questão de grandes partidos da base aliada, além do efeito de pesquisas que mostram resistência menor da sociedade à reforma.

Nesta terça-feira, o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), divulgou nota na qual diz que aguarda a definição da data da votação da reforma da Previdência no plenário da Câmara para decidir sobre o fechamento de questão a favor da proposta. Em nota, o parlamentar piauiense disse que irá defender o fechamento de questão, pois a aprovação da reforma é “imprescindível” para o Brasil. (PC)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.