Hoje:
13/04/2021
Ricardo Teobaldo anuncia investimentos para Limoeiro
13/04/2021

Opinião: Lula pode desencorajar opositores no estado em 2022  

Edmar Lyra
Nas duas vezes em que foi presidente da República, Lula conquistou expressivas votações em Pernambuco, sobretudo na reeleição em 2006, quando havia garantido diversos investimentos para o estado como a refinaria, o estaleiro e a Hemobras que alavancaram o ambiente econômico e social de Pernambuco. 
O seu legado ainda está cristalino na memória dos pernambucanos, e caso seja novamente candidato a presidente da República em 2022, é possível que ele tenha acima de 70% dos votos válidos. Fernando Haddad obteve 66% no segundo turno de 2018 mesmo com pouca identificação com Pernambuco, o que leva a crer que Lula terá votação recorde no próximo ano no estado se novamente for candidato a presidente. 
Esse movimento de Lula, que já emite sinais de reaproximação com o PSB, partido hegemônico em Pernambuco e que tentará continuar no comando do estado no próximo ano, poderá ter o efeito, segundo aliados, de afugentar projetos de nomes mais alinhados com o presidente Jair Bolsonaro em 2022.
Para um integrante da Frente Popular, nomes como Anderson Ferreira, Miguel Coelho e Raquel Lyra, que vez por outra são lembrados para disputar o Palácio do Campo das Princesas, na hora das definições pensarão duas vezes se oficializarão a renúncia de suas respectivas prefeituras e consequentemente eventuais candidaturas a governador no próximo ano. Este aliado de Paulo Câmara prossegue avaliando que com Lula no páreo será um fardo pesadíssimo de carregar para o candidato de oposição ter que defender Bolsonaro contra Lula na terra do ex-presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.