Eriberto Medeiros é o presidente; Clodoaldo Magalhães primeiro-secretário…
02/02/2019
Tem festa neste sábado em Bom Jardim-PE…
02/02/2019

Opinião: A eleição da proximidade…

Por Arthur Cunha 

Venceram a eleição para os dois cargos mais importantes da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, ontem, os deputados que tiverem um convívio mais ativo com os pares da Casa Joaquim Nabuco nesses três meses de campanha intensa. Prevaleceu o voto da proximidade. Em regra geral, os 47 parlamentares votantes – incluindo aí os novatos – optaram por quem se mostrou mais próximo a eles.

Extremamente hábil, o presidente Eriberto Medeiros foi quase uma unanimidade. Ele costurou tranquilamente a sua reeleição sem sombras. Dele só se ouviu elogios por parte dos pares. Obteve 42 votos e vai comandar os destinos do Legislativo com força política. Eriberto assume o vácuo de poder deixado pelo falecimento do ex-deputado Guilherme Uchoa, em julho passado.

Já Clodoaldo Magalhães confirmou o favoritismo e elegeu-se para a poderosa Primeira-Secretaria com 35 votos, vencendo Isaltino Nascimento. De todos os candidatos, Clodoaldo foi quem mais trabalhou nesse período. No quarto mandato, chegou ao segundo cargo mais importante da Casa na sua primeira disputa pela Mesa – já havia passado dez anos na Presidência da Comissão de Finanças.

A única unanimidade, contudo, foi Teresa Leitão, que recebeu todos os 47 votos possíveis para a Terceira-Secretaria. Dois deputados não votaram: Diogo Moraes, por problemas de saúde, e Ducicleide Amorim, por questões de ordem pessoal. Também sem elegeram sem surpresas Claudiano Filho para a Segunda-Secretaria, com 39 votos, e Álvaro Porto como quarto-secretário, com 45 votos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.