Decisão: Junior Matuto de volta à Prefeitura de Paulista
19/11/2020
Nos votos válidos, Marília já tem 10 pontos de frente
19/11/2020

Oito indígenas ganham corrida à prefeitura, segundo números do TSE

Correio Braziliense

Dados preliminares apontam para a eleição de oito prefeitos de origem indígena no último domingo (15/11) no primeiro turno das eleições municipais. O número é maior que o registrado no primeiro turno de 2016. Na ocasião havia apenas 6 prefeitos indígenas eleitos.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ainda não estão disponíveis os dados consolidados dos candidatos eleitos e suas declarações de raça. Mas a informação referente a vereadores, vice-prefeitos e prefeitos indígenas eleitos deve ser divulgada nesta sexta-feira (20/11).

As cidades que terão prefeitos indígenas em 2021, segundo os dados já disponibilizados pelo TSE, são Uiramutã e Normandia, em Roraima; São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas; Marechal Thaumaturgo, no Acre; Pariconha no Alagoas; São João das Missões, em Minas Gerais; Marcação em Paraíba e Arroio Grande, no Rio Grande do Sul. Deste total, três foram prefeitos reeleitos.

A região Centro-Oeste foi a única que não elegeu nenhum indígena para prefeito no primeiro turno.

Em todo o país, 2,205 candidatos indígenas concorreram às eleições este ano, para todos os cargos. A maior parte se concentrou na região Norte, com um total de 927 candidaturas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.