Raquel segue com criticas ao PSB
22/07/2022
Arquivo Fotográfico
22/07/2022

Lula encerra passagem por Pernambuco, mas seu espólio seguirá sendo alvo de disputa em Pernambuco

Por Betânia Santana e Pupi Rosenthal/Folha de Pernambucopré-candidato a presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) encerrou ontem a sua agenda em Pernambuco com um evento no Classic Hall. Marcado para ter início às 17h, os discursos mais esperados só começaram pouco depois das 19h.  
Militâncias presentes  
Ao lado dos representantes da Frente Popular, Lula foi recebido por eleitores não só do pré-candidato do PSB ao Governo do Estado, Danilo Cabral, mas também de João Arnaldo (PSOL) e Marília Arraes (SD).
Durante todo o evento, foram registrados alguns momentos de constrangimento para os oradores que antecederam Lula.  Sempre que muitos deles falavam no nome de Danilo, parte da plateia gritava o nome de Marília. Os apoiadores da pré-candidata, inclusive, estavam distribuindo material associando o petista e o próprio PT com Marília. Na hora que o presidente estadual do PTDoriel Barros, discursava, ele acabou cometendo um ato falho, dizendo que era preciso votar em “Lula, Danilo e Marília”.
Nordeste em foco  
Já durante o discurso de Lula, que só teve início às 21h, o acirramento entre as torcidas teve uma trégua. Ao falar diretamente para sua militância, o petista deu destaque aos feitos do seu governo, em especial, relacionados ao Nordeste.  Ele afirmou que seu governo conseguiu tirar o Brasil da fome e fazer o Brasil ser respeitado no mundo inteiro.

“Quando eu deixei a Presidência, o Brasil estava chegando à sexta economia do mundo. Esse país andou pra trás. Esse país tinha acabado com a fome, reconhecido pela ONU, e voltou ao Mapa da Fome”, afirmou Lula.

O ex-presidente disse que quer provar ser “possível a gente consertar esse país”. “Eu só queria provar que era possível a gente consertar esse país. Que era possível tomar café da manhã, almoçar e jantar e que nenhuma criança ia dormir sem ter tomado um copo de café com pão, com leite”.
Oficializado candidato  
Enquanto Lula visitava o Recife, o  PT e a federação partidária Brasil da Esperança – formada por PTPC do B e PV – oficializaram a candidatura dele ao Palácio do Planalto, na manhã de ontem, em um hotel no centro da capital paulista.  Lula, que vai disputar a Presidência pela sexta vez, será o primeiro candidato de uma federação partidária. A modalidade de aliança, criada em 2021, consiste na união de dois ou mais partidos que deverão atuar como se fossem um só por pelo menos quatro anos. Alckmin ainda não foi oficializado candidato à vice-presidência. Seu nome só será confirmado durante a convenção do PSB. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.