Ecos do III Fest Banfas de João Alfredo
25/07/2022
Marília Arraes recebe apoio do prefeito de Granito
25/07/2022

Jingles para presidente de 2022 têm piseiro de Lula, sertanejo de Bolsonaro, pagode de Ciro e feminejo de Tebet

Por Rodrigo Ortega, g1 – A disputa presidencial de 2022 já tem os primeiros jingles: um forró de piseiro sobre a “saudade do ex” para Lula (PT), um sertanejo sobre “vencer de novo” para Jair Bolsonaro (PL), um pagode sobre “a hora de olhar” para Ciro Gomes (PDT) e um feminejo sobre a “coragem da guerreira” Simone Tebet (MDB).
A campanha começa oficialmente no dia 16 de agosto. O registro das candidaturas pode ser feito até um dia antes. Mas as músicas já apareceram em eventos e nas redes sociais. Ouça trechos acima e as músicas completas abaixo.
Em geral, os candidatos lançam vários jingles durante a campanha, e apostam em um ou dois como carros-chefes. Essa escolha deve ficar mais clara no início do horário eleitoral gratuito, também no dia 16 de agosto. Veja quem são os pré-candidatos.
g1 buscou analisar os jingles dos cinco principais presidenciáveis mais bem colocados na pesquisa mais recente do Datafolha, de junho. Entre eles, André Janones (Avante) é único a não ter ainda jingle pronto, de acordo com a sua assessoria.As canções já divulgadas mostram em que tom vai começar cada campanha. Conheça:

Lula: pisadinha de TikTok

O primeiro movimento musical de Lula em 2022 foi o lançamento de uma nova versão do seu jingle de 1989, o “Lula lá”, com Pabllo Vittar, Duda Beat, Martinho da Vila e outros, no dia 7 de maio.
Mas a primeira trilha original saiu em 16 de julho. O estilo musical é a pisadinha, variação do forró com batida simples, feita no teclado, que ficou muito popular nos últimos anos. Ouça acima.
A letra brinca com músicas românticas sobre “saudade do ex”. Ela fala em “saudade” do ex-presidente (mesmo sem citar o nome de Lula) e o refrão diz: “Isso é prova de amor, você nunca me abandonou”.
O vídeo é em formato vertical de aplicativos como Instagram e TikTok, o que indica uma mira no público jovem. Uma dancinha remete ao passado com o “ex”: “Tinha casa, comida, motinha, charanga, mas depois de você desandou”, diz o trecho com a dança.

Bolsonaro: sertanejo e gospel

A dupla sertaneja Mateus e Cristiano, de Taquarituba (SP), cantou esta música ao lado de Bolsonaro no dia 20 de maio de 2022, eu uma live no dia do almoço que o presidente teve com o empresário Elon Musk.
A equipe da pré-campanha do presidente produziu um vídeo com uma versão de estúdio da música, que foi apresentado no dia 13 de julho à imprensa. Ouça acima.
Ele começa com um trecho do hino nacional na guitarra. Essa introdução lembra as baladas sertanejas dos anos 90. A melodia e o verso “ele é de Deus” remetem à música gospel.
Na segunda vez que o verso sobre Deus é cantado, aparecem imagens da facada da qual ele foi vítima em 2018. Além do hino nacional, a letra diz que ele “tem nossa bandeira no coração”. O verso mais entusiasmado fala em “gritar ‘Brasil acima de tudo e Deus acima de todos'”.

Ciro: pagode do ‘Cirão’

A pré-campanha que mais testou jingles em 2022 foi a de Ciro Gomes. Ele tem músicas em ritmo de forrófrevo e até uma paródia de “Sujeito de sorte”, de Belchior, com estilo semelhante ao uso da música em “AmarElo”, de Emicida.
Ciro tentou vários ritmos, e o que mais teve visualizações no canal dele no YouTube foi o “Pagode do Cirão”, com mais de 100 mil views. Ouça acima.
“Tá cansado dos mesmos de sempre, de seguir no mesmo giro? Tá na hora de olhar pro Ciro” é o mote do pagode. O clipe começa com uma bandeira com estilo de escola de samba e o rosto do candidato estampado.
A letra tem várias referências a Lula e Bolsonaro, sempre com a defesa de Ciro como opção a eles. Um trecho da letra diz que “um rouba mas faz e o outro rouba sem fazer”. Outro verso pede para o eleitor não “dar um tiro no pé”.

Tebet: ‘feminejo’ e CPI da Covid

Simone Tebet tem uma pré-campanha mais recente, mas, assim como Ciro Gomes, já lançou vários jingles em seu canal no YouTube, incluindo um samba e um forró.
O clipe mais assistido até agora, com mais de 130 mil views, foi “A nova esperança do Brasil”. É uma balada com um vocal feminino grave ao estilo das cantoras do “feminejo“. Ouça acima.
“Vem lá do interior, do coração do meu país”, diz o início da música sobre a pré-candidata com origem no Mato Grosso do Sul. O clipe tem muitas imagens do campo, de rios e estradas.
No meio da música aparece um trecho da participação da senadora na CPI da Covid. A letra fala em “cuidar de quem mais precisa” e acompanha imagens de Tebet visitando trabalhadores urbanos e rurais.
O jingle de André Janones (Avante) ainda não foi divulgado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.