Câmara elege integrantes da Mesa Diretora; maioria é de aliados do presidente Arthur Lira
03/02/2021
Em reunião com secretário do Ministério do Desenvolvimento Regional, Eriberto Medeiros articula ações para Pernambuco
03/02/2021

Ivete do Sindicato esclarece denúncias de supostas candidaturas laranjas do PT em Surubim e diz que matéria da Folha de Pernambuco é contraditória

Mais Casinhas

Blog Mais Casinhas

A vereadora de Surubim, Ivete do Sindicato (PT), concedeu entrevista ao programa “Plantão de Notícias”, da Rádio Integração FM, nesta quarta-feira (03), para prestar esclarecimentos à população sobre duas ações de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) que tramitam na 34ª Zona Eleitoral de Surubim, para investigar denúncias de utilização de candidaturas laranjas de mulheres pelo Partido dos Trabalhadores (PT), no último pleito municipal para, supostamente, burlar a cota de 30% de candidaturas de mulheres, estipulada pela Justiça Eleitoral, como assim noticiou, em sua edição de ontem, o jornal Folha de Pernambuco.

“Fui comunicada ontem por terceiros e até agora não tive nenhuma informação da Justiça Eleitoral sobre o que foi publicado no jornal. Sou a presidente do Partido dos Trabalhadores em Surubim e a gente tem uma atuação muito grande com os filiados, inclusive, todos os PED’s (Processo de Eleições Diretas) que acontecem, a gente mobiliza os filiados, votam, e todos os que foram candidatos tiveram conhecimento. Agora, se alguns candidatos ou candidatas não tiveram a quantidade de votos esperada, isso aí não pode ser considerado ‘candidatura laranja’, porque o candidato vai pedir o voto, mas nem sempre ele tem aquilo que ele acha que vai ter”, explicou Ivete.

“Foi tudo dentro da legalidade, as duas candidatas mencionadas na matéria aceitaram ser candidatas. Elas, com certeza absoluta, tem conhecimento de que foram candidatas porque elas próprias foram no banco, abriram contas, tiraram fotos para o material de campanha, assinaram documentação, teve conhecimento acerca disso a família, a comunidade. De fato, desconheço o teor dessas informações contidas na matéria da Folha, que é contraditória”, acrescentou.

Questionada ainda sobre se considerava uma possível tentativa de retaliação política de adversários para desestabilizar o PT em Surubim, a parlamentar comentou que “acredito que seja, mas isso não mexe em nada comigo, porque já sou acostumada a todo tipo de coisa, inclusive até pior do que essa, e eu superei. O partido sempre foi muito forte e tem toda uma história, então, é algo que enfrento com a maior tranquilidade, porque quem tem boca diz o que quer. Eu não tenho conhecimento dos autos, não tenho conhecimento de como, de fato, esse processo aconteceu a ponto de chegar nessa matéria, mas vou me informar e tomar as providências que forem cabíveis”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.