TSE esclarece em 7 pontos questionamentos das Forças Armadas sobre eleições; veja respostas
09/05/2022
Ex-prefeito Sebastião Mendes,de João Alfredo, é mais uma liderança a declarar apoio a Marília Arraes
09/05/2022

Inviabilizar um acordo entre PT e PSD em Minas atrapalharia Lula, mas também Kalil, diz Gleisi

Por Gerson Camarotti/ g1 – A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), alertou nesta segunda-feira (9) em conversa com o blog que a eventual inviabilização de um acordo entre o partido e o PSD em Minas Gerais será um problema para o palanque do ex-presidente Lula – mas, também, para o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD), pré-candidato ao governo do estado.
“Temos simpatia e disposição de apoiar Kalil, mas impor chapa pura é dureza. Tem de lembrar também que Lula está muito bem em Minas Gerais. Melhor que Kalil. Então, o não apoio do PSD para Lula não é um problema só para nós, acho. Acho que é também [um problema] para eles, para Kalil”, ressaltou Gleisi.
O PSD lançou Kalil ao governo de Minas Gerais com promessa de apoio do PT. O blog do Valdo Cruz no g1, no entanto, informou que o PSD pode decidir apoiar Jair Bolsonaro em vez do ex-presidente petista, diante da falta de acordo entre as legendas.
O principal entrave à aliança PT-PSD em MG é a vaga no Senado. O PSD deve lançar o atual senador Alexandre Silveira para o posto, enquanto o PT mineiro prefere o nome do deputado federal Reginaldo Lopes.
“Temos disposição para isso [um acordo], mas queremos discutir a composição da chapa, indicando o candidato ao Senado”, disse a presidente do PT.
Segundo Gleisi, o ex-presidente Lula não pediu agenda com Kalil nesta segunda, em viagem à Minas Gerais. “Se alguém o fez, foi sem consentimento”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.