Reflexão do dia
18/07/2020
Pioneiro na luta pelos direitos civis, John Lewis morre aos 80 anos nos EUA
18/07/2020

Hoje:

18 de julho é o 199.º dia do ano no calendário gregoriano (200.º em anos bissextos). Faltam 166 para acabar o ano.

  • 477 a.C. — Batalha do Crêmera como parte das guerras romano-etruscas. Etruscos da cidade de Veios emboscam e derrotam o exército romano.

  • 390 a.C. — Guerras romano-gaulesas: Batalha do Ália: um exército romano é derrotado pelos invasores gauleses, levando ao subsequente saque de Roma.

  • 362 — Guerras romano-persas: o imperador Juliano chega a Antioquia com uma força expedicionária romana (60 000 homens) e permanece lá por nove meses para lançar uma campanha contra o Império Persa.

  • 1195 — Batalha de Alarcos: as forças almôadas derrotam o exército castelhano de Afonso VIII e forçam sua retirada para Toledo.

  • 1841 — D. Pedro II é coroado Imperador do Brasil aos 15 anos de idade.

  • 1870 — O Concílio Vaticano I decreta o dogma da infalibilidade papal.

  • 1898 — Marie Curie e Pierre Curie anunciam a descoberta de um novo elemento químico e propõem que se chame Polônio.

  • 1925 — Adolf Hitler publica a Mein Kampf.

  • 1942 — Segunda Guerra Mundial: os alemães testam em voo o Messerschmitt Me-262 usando apenas os seus jatos, pela primeira vez.

  • 1956 — Criada a Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, Portugal.

  • 1966 — Voo espacial tripulado: lançamento da Gemini X do Cabo Canaveral em uma missão de 70 horas que inclui o acoplamento em órbita com um Veículo Alvo Agena.

  • 1968 — Intel é fundada em Mountain View, na Califórnia.

  • 1976 — Nadia Comăneci torna-se a primeira pessoa na história dos Jogos Olímpicos a marcar 10 pontos perfeitos em ginástica nos Jogos Olímpicos de 1976.

  • 1980 — A TV Tupi, primeira emissora latino-americana, sai do ar definitivamente.

  • 1984 — Massacre do McDonald’s em San Ysidro, Califórnia: em um restaurante de fast food, James Oliver Huberty abre fogo, matando 21 pessoas e ferindo outras 19 antes de ser morto a tiros pela polícia.

  • 1994 — Um ataque ao prédio da Associação Mutual Israelita Argentina (AMIA) em Buenos Aires mata 85 pessoas (a maioria judia) e fere outras 300.

  • 2019 — Um incêndio criminoso em um estúdio de animação em Quioto, no Japão, mata pelo menos 33 pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.