Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 30 de agosto, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
30/08/2020
Mais uma vez: cloroquina não tem comprovação científica
30/08/2020

Há 35 anos, Menudo causava furor no Recife com o primeiro grande show do Arruda

Diário de Pernambuco

O modelo de shows em estádios está estritamente ligado à consolidação da cultura de massa em uma sociedade de consumo. Não é por acaso que os Beatles inauguraram essa prática no Shea Stadium, em Nova York, em 1965. A apresentação histórica contou com 55 mil pessoas que, no auge da beatlemania, queriam mais ver do que ouvir os ingleses. E é num outro contexto de “mania” que o primeiro grande show em estádio foi realizado no Recife, em 1º de março de 1985. O grupo porto-riquenho Menudo, na sua era de ouro, desembarcava para se apresentar no Estádio José do Rego Maciel, o Arruda, reunindo cerca de 60 mil pessoas em uma noite que entrou para a história dos concertos internacionais em Pernambuco.

Com formações voláteis, o grupo se encontrava na sua composição mais memorável: Robby Rosa, Charlie Massó, Roy Rosselo, Ray Reyes e Ricky Martin. A chegada do quinteto contou com mais de 200 soldados e seis viaturas, ainda assim insuficientes para conter a multidão no Aeroporto dos Guararapes. Extensas filas foram formadas para compra de ingressos, que esgotaram e foram vendidos por preços extorsivos pelos cambistas. A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos criou um esquema especial de ônibus para beneficiar a chegada do público de todas as zonas da cidade. Era a segunda turnê do Menudo no Brasil, com uma agenda de 12 shows que começou no Belém do Pará, em 26 de fevereiro.

Para entender a história do Menudo é preciso conhecer a trajetória de seu empresário, Edgardo Díaz. O jovem gestor começou a carreira como vocalista de um conjunto familiar, cuja finalidade era combater as drogas. Ele alcançou prestígio em Porto Rico e montou a primeira formação do Menudo em 1977. Os integrantes deveriam ter bom comportamento, entrosamento com a família, ser aluno exemplar e se manter distante das drogas. Nos bastidores, Edgardo era conhecido como um gestor controlador e que trocava os integrantes caso sua vontade não fosse feita – mais tarde, ele foi acusado por Roy Rosselo de abuso sexual praticado contra os integrantes, adolescentes na época.

Continue lendo: Há 35 anos, Menudo causava… 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.