Maia diz que é ‘muito importante’ manter veto de Bolsonaro a reajuste para servidores
20/08/2020
Eleições 2020: onze partidos estão aptos para receber Fundo Eleitoral
20/08/2020

Frei Damião é declarado Patrono dos Romeiros e Romarias do Estado de Pernambuco

Frei Damião(foto reprodução)

Deputado Clodoaldo Magalhães (foto Alepe)

O capuchinho que é um grande símbolo de fé e cultura para o Nordeste, região onde se dedicou a evangelizar, agora é Patrono dos Romeiros e Romarias do Estado de Pernambuco. Frei Damião de Bozzano ganhou o título através da lei nº 17.004, de autoria do deputado estadual e primeiro-secretário da Alepe, Clodoaldo Magalhães (PSB), promulgada em 11 de agosto.

“Frei Damião de Bozzano dedicou-se às populações mais pobres. Escutava as dores e alegrias dos sertanejos, e passava esperança para esse povo. As pessoas gostavam de tocá-lo, de chegar perto”, comentou o deputado Clodoaldo Magalhães.O frade capuchinho, natural de Bozzano, em Toscana, na Itália, ordenou-se sacerdote no ano de 1923. Em 1931, chegou ao Brasil, estabelecendo-se no município do Recife/PE, Convento Nossa Senhora da Penha, da Ordem dos Capuchinhos.

Conhecido como “Mensageiro de Deus”, Frei Damião andou mais de um milhão de quilômetros pelo Nordeste. Durante 66 anos, a pé, a cavalo ou de carro, percorreu estados nordestinos como Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Bahia e Ceará, nas Santas Missões, que eram cruzadas missionárias que duravam dias. Armava-se um palanque ao ar livre, com vários alto-falantes, e o Frei transmitia os seus sermões para uma multidão. “Nas Missões aconteciam milagres, tamanha era a fé do nordestino”, comentou Magalhães.

Com um santo terço e um crucifixo nas mãos, Frei Damião, incansavelmente, seguia suas caminhadas e romarias pelo interior de Pernambuco, acompanhado do amigo/irmão Frei Fernando. Faleceu em 31 de maio de 1997, no Real Hospital Português. Seu corpo encontra-se na Capela de Nossa Senhora das Graças, de quem era devoto, no Convento São Félix de Cantalice, bairro do Pina, Recife. Sua vida foi retratada pelo escritor Luís Cristóvão dos Santos – obra “Frei Damião – O Missionário dos Sertões”. Recentemente, em 2019, foi homenageado com o filme Frei Damião – O Santo do Nordeste, de Deby Brennand.

O Frade Capuchinho é considerado por muitos nordestinos como santo. No interior de PE, cidade de São Joaquim do Monte, milhares de romeiros lhes prestam homenagens. O Encontro de romeiros, ou “Romaria de Frei Damião” como é mais conhecida, ocorre anualmente, entre os meses de agosto e setembro. O acontecimento religioso e cultural movimenta a cidade, que acomoda romeiros de todo Nordeste. A peregrinação ocorre na estátua erguida em sua homenagem.

Na cidade do Recife, Convento de São Félix da Ordem dos Capuchinhos, onde se encontra seu corpo, são realizadas celebrações desde sua morte. Todo mês de maio, o Convento recebe cerca de 50 mil pessoas. Diariamente chegam cartas, com relatos de curas e milagres. Em 2019, Frei Damião foi considerado “Venerável” pelo Papa Francisco. Encontra-se atualmente em processo de beatificação e canonização. “É por ser tão importante para o povo pernambucano que Frei Damião é homenageado com esse título”, ressalta Magalhães.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.