Hoje:
28/11/2017
Conta de luz terá taxa extra menor em dezembro…
28/11/2017

Fernando Bezerra Coelho e Armando entram no páreo 

Dois candidatos a governador reafirmaram, ontem, suas postulações ao Palácio do Campo das Princesas. O primeiro, o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB), reafirmou em entrevista à Rádio Jornal que é pré-candidato ao Governo do Estado nas eleições de 2018. Fernando explicou que as oposições de Pernambuco estão num processo de diálogo, que deve ser intensificado em dezembro, mas confirmou que pretende participar da disputa.

“Sou pré-candidato e estou animado. Meu nome está colocado, como o de várias outras lideranças políticas estaduais. Vamos unir forças e definir propostas, para que possamos levar ao povo de Pernambuco um projeto que traduza os sonhos das pessoas”, disse. Fernando, no entanto, ponderou que ainda é cedo para que os nomes de uma possível chapa de oposição sejam consolidados. “Vamos aprofundar mais as discussões, poderemos até ter mais de uma candidatura, mas o principal é que possamos dialogar sobre o futuro”, destacou o governador Paulo Câmara.

Pré-candidato ao Senado, o deputado e vice-líder da oposição na Câmara Federal, Sílvio Costa (Avante), foi ovacionado, ontem, no encontro de lideranças políticas realizado pelo senador Armando Monteiro Neto (PTB), no município de Surubim, no Agreste. Mais de 100 lideranças – prefeitos, vereadores, ex-prefeitos e ex-vereadores – saudaram o deputado Sílvio Costa aos gritos de “senador, senador”, repetindo as manifestações individuais de aprovação e apoio à atuação do deputado na oposição ao governo Michel Temer (PMDB).

Em seu pronunciamento, Sílvio Costa ressaltou a liderança política de Armando Monteiro – que colocou-se à disposição de uma convocação das oposições para o governo estadual – e revelou sua confiança na condução pelo senador, a partir de 2018, das mudanças que Pernambuco necessita para retomar o desenvolvimento e os empregos. “O senador Armando foi ministro da Indústria e Comércio, é reconhecido em todo o Brasil por esse trabalho e lutou contra o impeachment da presidente Dilma. Vamos continuar unidos para retirar do comando do Estado esse governo que paralisa Pernambuco”, destacou Sílvio.

Sob aplausos, Sílvio Costa também ressaltou a falta de liderança do governador Paulo Câmara para articular o combate à violência e minimizar as dificuldades na saúde pública. “Há 60 municípios sem delegado, hoje, no Estado. Há municípios que têm apenas um policial. O governo fala em educação, mas quem conhece a realidade são os professores que até agora esperam o cumprimento da promessa de duplicação dos salários”, citou sob aclamação Sílvio Costa. (Magno Martins)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.