Opinião: o lugar do lixo é na lixeira…
08/01/2019
Ex-ministro Mendonça Filho aceita convite e será diretor da Fundação Lemann…
08/01/2019

Esquenta disputa por cargos na Mesa da Alepe…

Por Arthur Cunha – especial para o blog do Magno

A cerca de um mês da eleição para a nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco, a possibilidade de um bate-chapa por dois importantes cargos é grande. O clima esquentou e a disputa na bancada do PSB está pegando fogo – são seis deputados querendo duas vagas. Depois de três socialistas lançarem suas candidaturas à Primeira-Secretaria (Clodoaldo Magalhães, Isaltino Nascimento e Francismar Pontes), outros três parlamentares do partido estão de olho na Primeira Vice-Presidência: Simone Santana, Aglailson Victor e Diogo Moraes, que, ontem, anunciou publicamente que está no páreo.

As articulações neste mês de recesso não param. Cada postulante se movimenta como pode em busca do voto. Tem gente fazendo reunião, almoço, conversas ao pé do ouvido, mandando mensagens no WhatsApp. Vale tudo até fevereiro. A coluna passou esses dias ouvindo deputados em reserva para saber como anda a corrida. O apurado é que Simone Santana e Clodoaldo Magalhães estão na frente. Mas os parlamentares lembraram que Isaltino Nascimento, muito bem relacionado na Casa, não pode ser descartado.

Se no principal partido do governo a disputa está quente, na oposição a concorrência tem tudo para esquentar também. É que os deputados eleitos Manoel Ferreira e Guilherme Uchoa Júnior estão de olho na vaga que será reservada ao PSC, provavelmente a Segunda-Secretaria. É importante salientar que, mesmo filiado à legenda, Uchoa Júnior não deve fazer oposição ao governador Paulo Câmara. A outra vaga da oposição será de Álvaro Porto.

Os deputados ouvidos pela coluna ponderam, no entanto, que há a possibilidade de uma composição entre os pares em todos os cargos onde há mais de uma candidatura colocada. O objetivo é evitar novos degastes para a Casa. Eles argumentaram, ainda, que o Palácio não deve interferir na eleição, deixando para os próprios parlamentares a resolução das disputas. Até fevereiro, muita água ainda vai rolar pode debaixo dessa ponte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.