Resultado das eleições mostra ganho na representatividade social
19/11/2020
Oito indígenas ganham corrida à prefeitura, segundo números do TSE
19/11/2020

Decisão: Junior Matuto de volta à Prefeitura de Paulista

Diário de Pernambuco

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, concedeu, nesta quarta-feira, uma liminar que autoriza a volta do ex-prefeito de Paulista, Junior Matuto (PSB) ao cargo que exercia na cidade.

Junior Matuto foi afastado de suas funções pela segunda vez em 22 de outubro, por uma determinação do TJPE, devido às operações Chorume e Locatário, ambas deflagradas pela Polícia Civil de Pernambuco, que investigam fraudes em contratos milionários da Prefeitura de Paulista com uma empresa de limpeza urbana e um esquema de dispensa de licitações para aluguel de prédios públicos.

Acusado pelas supostas irregularidades, Matuto tem como candidato à sua sucessão Francisco Padilha, também do PSB, que enfrentará Yves Ribeiro (MDB) no segundo turno no dia 29.

Histórico

No dia 22 de outubro, foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico, do STF, que o prefeito Júnior Matuto (PSB) será afastado novamente do comando da Prefeitura de Paulista. O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, acolheu um recurso do vice-prefeito de Paulista, Jorge Carreiro (PV) e derrubou a decisão do ministro do STF, Dias Toffoli que havia permitido a volta do prefeito Júnior Matuto ao cargo.

No dia 21 do mês de julho deste ano, duas operações da Polícia Civil de Pernambuco resultaram no afastamento do prefeito. Logo após, o vice-prefeito de Paulista, Jorge Carreiro assumiu a chefia do Executivo municipal por aproximadamente 16 dias, até que o ministro do STF, Dias Toffoli determinou a volta do socialista ao cargo. Matuto reassumiu a gestão no dia 10 de agosto. 

Mesmo retomando ao posto de prefeito, Matuto continuou sendo investigado por desvio de dinheiro público, pela Polícia Civil. Na época, ele negou qualquer tipo de envolvimento em práticas ilícitas na prefeitura. Com o novo afastamento de Matuto decidido nesta quinta, o vice-prefeito deverá voltar ao comando da Prefeitura de Paulista. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.