Missa de 7º dia do falecimento da professora Zefinha Ferreira
07/04/2021
João Alfredo inaugura casa de apoio em Recife para pacientes de TFD
07/04/2021

‘Cristãos estão dispostos a morrer’, diz André Mendonça

DF - CORONAVÕRUS/BRASIL - GERAL - AndrÈ Luiz de Almeida MendonÁa , ministro da Advocacia Geral da Uni„o, em coletiva de imprensa sobre atualizaÁıes de aÁıes do governo federal no combate ao novo coronavÌrus no Brasil, no Sal„o Oeste do Pal·cio do Planalto, em BrasÌlia, nesta quinta-feira, 23. Os n˙meros consolidados pelo MinistÈrio da Sa˙de apontam que 407 pessoas morreram da doenÁa nas ˙ltimas 24 horas. O maior n˙mero de mortes registradas em todo o PaÌs em um ˙nico dia era 217 Ûbitos. 23/04/2020 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTAD√O CONTE⁄DO

LeiaJa
“Os verdadeiros cristãos estão sempre dispostos a morrer para garantir a liberdade de religião e culto”. Isso foi o que afirmou o advogado-geral da União, André Mendonça, durante debate do plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira (7).
Convocado pelo presidente do STF, Luiz Fux, o julgamento acontece após o ministro Nunes Marques proibir que os estados, municípios e o Distrito Federal vetem as celebrações religiosas por conta da pandemia. 
A decisão unilateral de Nunes aconteceu no último sábado (3), após ação da Associação Nacional dos Juristas Evangélicos (Anajure).
Mesmo diante dos recordes de casos de infectados e mortes provocadas pela Covid-19 que o país atravessa, em favor da liberação das celebrações de forma presencial, o advogado-geral da União afirma que “não há cristianismo sem a casa de Deus. Não há cristianismo sem o dia do senhor. É por isso, que os verdadeiros cristãos, não estão dispostos a matar pela sua fé, mas estão sempre dispostos a morrer para garantir a liberdade de religião e de culto”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.