Esquenta o jogo das sucessões para presidência da Câmara e Senado
14/12/2020
Colégio Eleitoral deve ratificar vitória de Biden nesta segunda; Trump segue sem admitir derrota
14/12/2020

Covid-19: Seis países já estão prontos para começar a vacinar; saiba quais

Estado de Minas

No início da semana passada, quando o Reino Unido começou a vacinar a população mais vulnerável ao coronavírus, o debate sobre a vacinação se intensificou no Brasil, com muitas críticas ao governo, que estaria atrasado na definição de uma estratégia para imunizar a população.

Nos Estados Unidos, logo após o aval da FDA, o presidente Donald Trump garantiu que as primeiras doses da vacina seriam ministradas em menos de 24 horas. Os estoques serão enviados às unidades federativas pelo sistema postal.

Os governadores locais vão decidir os grupos populacionais com prioridade na vacinação. “Queremos que nossos idosos, profissionais de saúde e socorristas sejam os primeiros da fila. Isso diminuirá rapidamente as mortes e hospitalizações”, afirmou Trump. A vacina da Pfizer é produzida em parceria com a alemã BioNTech.

Antes da aprovação, Trump e integrantes de seu governo fizeram cobranças públicas à agência que regula medicamentos, pedindo agilidade na liberação do composto. O presidente chegou a subir o tom contra Stephen Hahn, que dirige a instituição. “Libere a maldita vacina agora, Dr. Hahn. Pare de jogar e comece a salvar vidas”, disparou, pelo Twitter. Na mesma mensagem, Trump classificou a agência como uma “tartaruga velha e lenta”.

Na sexta-feira, o número de norte-americanos vitimados pela COVID-19 superou a quantidade de soldados do país mortos em combates na Segunda Grande Guerra. Foram 291.557 óbitos nos confrontos, segundo dados do Departamento de Assuntos de Veteranos, ante as mais de 293 mil mortes provocadas pelo vírus.

Além dos Estados Unidos e do Reino Unido, já aprovaram a vacina em caráter emergencial o Canadá, o Bahrein, México e Arábia Saudita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.