Datafolha: Lula abre 39 pontos sobre Bolsonaro entre usuários do Auxílio Brasil
27/05/2022
Paulo Câmara pede cargos a Eduardo da Fonte
27/05/2022

Conselheiros Tutelares se reúnem na Alepe em busca de Piso Nacional para a classe

Do Blog Ponto de Vista – Conselheiros tutelares de mais de 30 municípios se reuniram na Assembleia Legislativa de Pernambuco e reivindicaram a implementação do Piso Nacional Salarial da categoria. O evento ocorreu ontem (26), com articulação do deputado estadual Erick Lessa.
Órgãos municipais criados a partir do Estatuto da Criança e do Adolescente, os Conselhos Tutelares têm um papel importante para preservar os direitos infantojuvenis. Mesmo assim, a categoria reivindica melhores salários e condições de trabalho. Registram-se que, em alguns municípios, o valor líquido percebido pelos conselheiros fica abaixo de um salário mínimo. Ainda há dificuldades para pagamentos de diárias, desvios de função e abuso de autoridade por parte de outras instituições. No encontro, o deputado Erick Lessa se comprometeu a buscar articulação junto ao Congresso Nacional para tratar do assunto.
Entre os presentes na atividade, estavam o secretário do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) em Poção, Lindemberg Nóbrega; o juiz da Vara Regional da Infância e Juventude de CaruaruJosé Fernando Santos de Souza; a juíza Hélia Viegas, que é coordenadora do Centro Integrado da Criança e do Adolescente (Cica); o representante de Pernambuco no Fórum Colegiado Nacional de Conselheiros Tutelares (FCNCT), Laércio Glicério; a secretária executiva estadual de Políticas para Criança e Juventude, Cristiane Barbosa; o promotor de Justiça Luiz Guilherme da Fonseca Lapenda, coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Infância e da Juventude(Caop IJ) do Ministério Público de Pernambuco (MPPE); o delegado Bruno Vital; o professor Silvino Neto, da Escola de Conselhos de Pernambuco; e o representante da Diretoria de Articulação Social e Direitos Humanos (DASDH) da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), Joab José de Araújo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.