Senado: Romário, Daciolo, Molon e Crivella têm briga dura pela vaga do Rio de Janeiro
06/06/2022
Fragmento Bíblico
06/06/2022

Como Gusttavo Lima se tornou um dos cachês mais altos da música

Lucas Pasin – Colunista do UOL –  – Não é de hoje que o valor cobrado por Gusttavo Lima impressiona. O sertanejo, bem antes de ser alvo de investigações por cachês altíssimos pagos com dinheiro público, já mantinha seu nome como o cantor brasileiro mais bem pago, cobrando, há pelo menos 4 anos, mais que o dobro de outros sertanejos que também figuram nas listas de altos cachês. O valor do show de Gusttavo chegou a intrigar empresários de outros cantores, e um fato curioso foi levantado no meio artístico: como o sertanejo, mesmo sem pisar na emissora com maior audiência do país, a TV Globo, indo na contramão da estratégia usada por outros artistas, consegue ter shows tão caros?
Além disso, Gusttavo, mesmo entregando um show considerado de altíssima qualidade, não costuma utilizar muitos artifícios no palco – como os elevadores de Luan Santana, por exemplo – para justificar a olho nu os custos de seus shows. O forte das apresentações dele sempre foi o repertório e sua presença, idolatrada pelo público fã de sertanejo. São justamente esses dois argumentos que convenceram os contratantes e o mercado de eventos nos últimos anos, segundo conta uma fonte desta coluna de Splash, que prefere não se identificar.
Gusttavo Lima conseguia ter seu cachê justificado por ser uma presença muito desejada pelo público. E isso significa: venda fácil de ingressos, e por um preço mais caro. Camarotes com vista privilegiada da apresentação do sertanejo chegam a R$ 5 mil.
Mesmo evitando programas na TV Globo, Gusttavo também sabe como ser visto por seu público e utiliza seus próprios canais de comunicação nas redes sociais – como recentemente, quando fez uma live chorando – para movimentar seus fãs. No auge da pandemia, em 2020, alcançou 2,6 milhões de visualizações em uma live.
Além disso, o show de Gusttavo Lima é conhecido por movimentar também o bar dos eventos. O público do sertanejo é estimulado e consome bebida alcoólica durante as apresentações. Tudo isso ajuda a justificar de forma rasa, sem muita investigação, o motivo para cachês tão inflamados.
A “CPI dos Sertanejos” colocará à prova todo o valor recebido não só por Gusttavo Lima, mas mas também por outros artistas. O que era motivo de orgulho – figurar entre os mais bem pagos do país – pode se transformar em preocupação. E argumentos como “popularidade” e “venda boa no bar” podem não ser mais suficientes. Saberemos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.