01/05/2022

Ômicron: novas sublinhagens podem driblar a imunidade das infecções passadas, diz estudo

Por Agência O Globo – Duas novas sublinhagens da variante Ômicron do coronavírus podem driblar anticorpos de infecções anteriores ao ponto de desencadear uma nova onda, descobriram cientistas sul-africanos. Porém, essas cepas são muito menos capazes de prosperar no sangue de pessoas vacinadas contra a Covid-19, afirmaram. Os cientistas de várias instituições examinaram as sublinhagens BA.4 e BA.5 da Ômicron, que foram adicionadas no mês passado à lista de monitoramento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Eles coletaram amostras de sangue de 39 participantes previamente infectados pela Ômicron quando ela apareceu pela primeira vez, no fim do ano passado. Quinze foram vacinados: oito com a vacina da Pfizer; sete com Janssen. Os outros 24 não foram imunizados. “O grupo vacinado mostrou uma capacidade de neutralização cerca de cinco vezes maior … e deve ter mais proteção”, disse o estudo, cuja pré-impressão foi lançada no fim de semana. Nas amostras não vacinadas, houve […]
01/05/2022

Pernambuco registra mais 238 casos e 4 óbitos

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrou neste domingo (1º) mais 238 casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, dois (0,8%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 236 (99,2%) leves. Agora, Pernambuco totaliza 923.710 infectados pela doença, sendo 58.520 graves e 865.190 leves. Também estão sendo contabilizados quatro óbitos, ocorridos entre os dias 6 de fevereiro e 18 de abril deste ano. Com isso, o Estado totaliza 21.604 mortes pela Covid-19.
25/04/2022

Dor orofacial e disfunção temporomandibular (DTM): saiba a diferença e conheça os tratamentos

Por Marjourie Corrêa/Folha de Pernambuco – Sensação desagradável e que, geralmente, limita as habilidades e capacidades de uma pessoa, a dor pode aparecer em qualquer parte do corpo. Quando ela acomete alguma parte da região da cabeça, como a face, o pescoço, a boca ou a mandíbula, ela é chamada de dor orofacial. Segundo a Academia Americana de Dor Orofacial, a disfunção temporomandibular (DTM) é definida como um conjunto de distúrbios que envolvem os músculos mastigatórios, a articulação temporomandibular (ATM) e estruturas associadas. Por se tratar de uma região interligada, a dor pode ter origens e causas diversas. De acordo com a cirurgiã dentista e doutora em Reabilitação Oral, Renata Fernandes, as dores podem ser causadas por problemas odontológicos, musculoesqueléticos e neuropáticos. “Além das dores, que podem afetar o dente, a cabeça, o ouvido e demais regiões da face, muitos pacientes apresentam também otológicas, como zumbidos, ruídos, limitação de movimentos mandibulares e estalos articulares”, destacou Renata. Ainda de acordo com Fernandes, a […]
24/04/2022

Apenas um em cada quatro pacientes com covid se recupera totalmente após um ano, diz estudo

Por AFP – Apenas um em cada quatro pacientes internados por covid-19 ficou totalmente recuperado após um ano, segundo um estudo britânico publicado neste domingo, que aponta que ser do sexo feminino ou obeso aumenta o risco de manutenção de problemas de saúde. Este estudo, apresentado no Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas em Lisboa e publicado na revista The Lancet Respiratory Medicine, utilizou dados de pacientes adultos de 39 hospitais do National Health Service (NHS) do Reino Unido, entre 7 de março de 2020 e 18 de abril de 2021. A recuperação foi avaliada pelos resultados de diferentes exames em 2.320 pacientes cinco meses após a alta hospitalar e em 33% deles um ano depois.  Os pesquisadores coletaram principalmente amostras de sangue na visita de cinco meses para testar a presença de várias proteínas inflamatórias. O estudo constatou que a proporção de adultos que se recuperaram totalmente não mudou significativamente entre cinco meses (25,5%) e um ano (28,9%) após […]
22/04/2022

Ar poluído aumenta o risco de infecção por Covid-19

Por: Paloma Oliveto/Correio Braziliense – A extensa lista de doenças associadas à poluição do ar ganha mais um componente. Segundo cientistas, partículas invisíveis suspensas na atmosfera aumentam risco de infecção por Covid-19. Uma pesquisa divulgada ontem reforça essa relação: realizado com mais de 4 mil pessoas em Estocolmo, na Suécia, o estudo observacional do Instituto Karolinska constatou que a exposição residencial aos poluentes tem relação estatística com o número de casos da doença. O artigo foi publicado na revista Jama, da Academia Médica Norte-Americana. De acordo com os pesquisadores, uma vez que a poluição atmosférica pode aumentar o risco de infecções respiratórias, como influenza e Sars, a pandemia de Covid despertou a suspeita de que também contribuísse para o risco elevado de contágios pelo coronavírus. Além disso, estudos anteriores mostraram que, nas áreas com má qualidade do ar, há mais casos da doença. Para verificar se a associação poderia ser reproduzida em […]
21/04/2022

Consumo de processados e carne vermelha em excesso: conheça hábitos que levam ao câncer de intestino

Por:Folha de Pernambuco – Câncer de cólon e reto, colorretal ou somente câncer de intestino. A doença, que pode ser abordada das três formas, é a terceira mais prevalente entre homens e mulheres no Brasil e ocupa o terceiro lugar entre o tipo de câncer que mais mata no país, de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). A entidade estima, em seu último levantamento realizado em 2020, que 20.540 homens e 20.470 mulheres serão acometidos anualmente pela doença até o fim de 2022. Os dados correspondem a um risco estimado de 19,64 novos casos a cada 100 mil homens e de 19,03 casos para cada 100 mil mulheres. O Atlas de Mortalidade por Câncer, que gera informações a partir de dados disponibilizados pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, divulgou que, em 2019, 10.191 homens e 10.385 mulheres foram vítimas fatais do câncer colorretal. A doença abrange tumores que se iniciam […]
14/04/2022

Abril Marrom: campanha de prevenção à cegueira alerta para o perigo do uso de eletrônicos

Por Jorge Brandão – O mês de abril protagoniza a campanha de prevenção e combate à cegueira, denominada “Abril Marrom”. Cerca de 285 milhões de pessoas manifestam problemas relacionados à visão, conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), e Brasil esse número chega a 35 milhões – dentre esse, 1,2 milhões vive quadros de cegueira, de acordo com o IBGE. Essas estatísticas só aumentam a cada ano, e uma das causas deste crescimento pode estar relacionado ao uso excessivo dos aparelhos eletrônicos, como destaca o oftalmologista credenciado ao Cartão Saúde São Gabriel, Dr. Felipe Patriota. “Um dos direcionamentos da campanha deste ano é sobre o alerta no uso abusivo de aparelhos como smartphones e tablets, principalmente entre crianças e adolescentes, que usam com mais frequência e podem ser os míopes do futuro”, enfatiza o médico. Ele orienta também sobre os sinais que precisam ser levados em consideração para um […]
05/04/2022

Silencioso e o segundo mais prevalente entre homens no Brasil: conheça o câncer de próstata

Por Isabelle Barbosa/Folha de Pernambuco – O câncer de próstata é o segundo mais prevalente entre os homens no Brasil, ficando atrás somente do câncer de pele não-melanoma, de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). A última estimativa divulgada pela entidade, realizada em 2020, aponta que 65.840 homens serão acometidos pela doença urológica anualmente, até 2022, em todo o País. Esse tipo de câncer é também o segundo na lista dos que mais matam no Brasil, com 15.983 óbitos em 2019, de acordo com o Ministério da Saúde. No recorte regional, o Nordeste está em segundo lugar no ranking das regiões com maior número de casos (20.570), perdendo apenas para o Sudeste (27.890). Em Pernambuco, 2.630 novos casos de câncer de próstata foram sinalizados pelo Inca também em 2020. Desse total, 410 casos estimados somente no Recife. Segundo especialistas, trata-se de uma doença silenciosa, que acomete a população masculina a partir dos 45 anos e que ainda atravessa barreiras […]
02/03/2022

Nova Carteira de Identidade permite anotar condição de doador de órgãos; entenda

Por Lara Pinheiro, g1 – A nova Carteira de Identidade, que passa a vigorar a partir desta terça-feira (1°), terá a possibilidade de identificar, no verso, se a pessoa deseja doar órgãos após a morte. Segundo o Ministério da Justiça, a pessoa precisará informar, na hora de fazer o novo documento, que quer a inclusão desse dado.Ela também poderá solicitar a inclusão do tipo sanguíneo (A, B ou O) e fator RH (positivo ou negativo), além de outros problemas de saúde “cuja divulgação possa contribuir para preservar a sua saúde ou salvar a sua vida”, de acordo com o decreto que autorizou a nova carteira.Mesmo com o novo documento, entretanto, ainda será necessário que a pessoa informe a família sobre a intenção de doar os órgãos após a morte. Isso porque a retirada e doação de órgãos e tecidos só pode ser feita com a autorização familiar, conforme a legislação brasileira. “Se a família autorizar, aí, sim, é […]