28/04/2015

Goiana: uma cidade transformada…

Tirando a feira livre diária, que vende de calcinhas penduradas a inhame, mudou quase tudo em Goiana nos últimos quatro anos. Para o bem e para o mal, a cidade e seus moradores estão aprendendo a lidar com o progresso. Hoje Goiana tem casa no Centro à venda com preço de apartamento na Avenida Boa Viagem, R$ 2 milhões. Com fachada de aparência modesta, essa fica defronte ao carrinho de churros do comércio informal da Rua da Misericórdia, já chegando à Avenida Benjamin Constant. Os proprietários explicam que são 7 metros de frente por 32 metros de fundo e primeiro andar. “Oxe, nunca pensei ver isso”, disse o mototaxista João Severino Gomes, de 31 anos, que apontou para o imóvel como exemplo das transformações recentes. “É só para você ter uma ideia de como estão as coisas aqui”. O trânsito, que João enfrenta sob sol intenso, cresceu muito; e é […]
27/04/2015

Celpe divulga orientações sobre como economizar na conta de luz…

Um dia após a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) anunciar que teve a autorização de reajustar o valor da conta de luz, a concessionária divulgou várias dicas para ajudar a economizar, adotando novos hábitos de evitando o desperdício. O objetivo da Celpe é o de orientar sobre o que pode ser feito para obter o melhor desempenho dos equipamentos. Segundo a companhia, os aparelhos que mais consomem energia nas residências são os de refrigeração, como no caso de geladeiras e ar-condicionados; e os de aquecimento, como no exemplo de chuveiro elétrico e ferro de passar roupa. A orientação é de que é preciso evitar que esses equipamentos fiquem muito tempo ligados. Uma das dicas é ajustar o condicionador de ar para temperatura confortável (cerca de 23° C). A utilização do timer (temporizador) para evitar o funcionamento desnecessário do condicionador de ar ajuda na economia. Após a refrigeração do cômodo, o […]
24/04/2015

Após três meses em queda, criação de empregos volta a crescer, mostra Caged…

Depois de três meses consecutivos em queda, a geração de empregos formais no país voltou a crescer em março com a criação de 19.282 postos de trabalho formal. O dado representa um crescimento de 0,05% em relação ao mês anterior, quando havia sido registrado fechamento de 2.415 vagas. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram divulgado ontem (23) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. No acumulado do ano o resultado ficou negativo (-0,12%) com queda de 50.354. No acumulado dos últimos 12 meses, o Caged registrou a redução de 48.678 postos de trabalho formal. O resultado do mês de março de 2015 é melhor do que o obtido no mesmo mês do ano passado (13.117). O resultado positivo para o mês de março deste ano decorre da diferença entre o total de trabalhadores admitidos (1.719.219) e o total de demitidos (1.699.937). No ano, foram admitidos 5.088.689 trabalhadores […]
31/03/2015

Aneel mantém bandeira vermelha e contas de luz mais altas em abril…

As contas de luz dos brasileiros continuarão com bandeira vermelha em abril – e vão, assim, continuar mais altas. A decisão foi tomada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na sexta-feira (27). As bandeiras estão vermelhas desde janeiro, indicando que o custo da produção de energia no país segue muito alto e, por isso, a população deve economizá-la. Esse sistema estabelece a cobrança de uma taxa extra de R$ 5,50 para cada 100 kWh (quilowatts-hora) de energia usados. Os recursos arrecadados pelas distribuidoras vão servir para financiar a produção de energia mais cara, devido principalmente ao uso mais intenso das termelétricas. A medida vale para todo o país, exceto os estados do Amazonas, Amapá e Roraima, que não estão ligados ao sistema nacional de transmissão de energia e são atendidos isoladamente por termelétricas. Em vigor desde 1º de janeiro, as bandeiras tarifárias permitem o repasse mensal aos consumidores de […]
30/03/2015

Preço dos remédios pode subir até 7,7% a partir do dia 31. Confira lista…

A partir do dia 31 de março, o preço dos remédios vendidos no Brasil poderá sofrer um reajuste de 5% a 7,7%, segundo definiu a Câmara de Regulação de Medicamentos (CMED) nesta quinta-feira. Os porcentuais estão bem acima do que os autorizados no ano passado, quando o reajuste foi de 1,02% a 5,68%. O governo deverá anunciar nos próximos dias as taxas oficiais de aumento, mas dificilmente haverá mudança em relação aos cálculos do CMED. As regras valem para cerca de 20.000 itens comercializados.A  A variação no preço dos medicamentos dependerá da classificação de cada um – se nível 1, 2 ou 3. As três faixas são determinadas pela CMED de acordo com a concorrência enfrentada pelo produto no mercado. Quanto maior a concorrência, maior o reajuste. Para remédios do nível 1, o reajuste permitido será de, no máximo, 7,7%. Nesta categoria estão incluídas drogas como omeprazol, a metformina, a […]
14/03/2015

Pãozinho francês vai subir outra vez…

Depois de sofrer um aumento no final de fevereiro, um dos principais itens do café da manhã do brasileiro está prestes a ser reajustado novamente. Além da alta do dólar, que ultrapassa os R$ 3, o valor do pão francês também sofre influências do aumento do preço da energia elétrica e do óleo diesel. Para alguns proprietários de panificadoras ainda não é hora de promover mais uma mudança no valor do quilo do pão, mas sim de aguardar modificações no cenário econômico. Segundo o proprietário da Pandoçura, Décio Couto, poucos foram os clientes que reclamaram do primeiro reajuste. “Satisfeito, ninguém fica. Ainda assim, a clientela nota que precisamos repassar o aumento dos nossos custos de produção”, pontua. Apesar da nova perspectiva de aumento de preço, profissionais da área demonstram confiança no momento de instabilidade econômica e apostam na criatividade para driblar as dificuldades financeiras. O presidente do Sindipão, Paulo Pereira, […]
28/02/2015

Prazo para declarar Imposto de Renda começa na segunda-feira…

A Receita Federal começa a receber na segunda-feira (2) as declarações de Imposto de Renda 2015. Os contribuintes têm até 30 de abril para entregar o documento ao fisco.  Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, também recebem mais cedo as restituições do Imposto de Renda – caso tenham direito a ela. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. Os valores começam a ser pagos em junho de cada ano pelo governo e seguem até dezembro, geralmente em sete lotes. Quem precisa declarar Estão obrigadas a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 em 2014 (ano-base para a declaração do IR deste ano). Também devem declarar os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado. A apresentação do IR […]
25/02/2015

Formalização alavanca arrecadação do Polo de Confecções…

O crescimento da formalização de contribuintes pagantes alavancou em cerca de 60% a arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no Polo de Confecções do Agreste. O montante passou de R$ 106,8 milhões, em 2011, para R$ 170,8 milhões. O polo é formado por Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Caruaru e outros 10 municípios da região. O setor de confecções é o maior gerador de ICMS no Agreste pernambucano. Em 2011, constavam na base de dados da Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE) 78 mil contribuintes no polo. No final de 2014, esse número saltou para 119 mil. Uma evolução de 52,5% na regularização das empresas do setor. Apesar disso, a informalidade ainda atinge níveis elevados. “Chega a sobrar crédito financeiro na região por falta de empresas regularizadas”, avalia o diretor geral da Receita II Região Fiscal – Caruaru, Benedito Santos. Para tentar mudar esse cenário, a […]
20/02/2015

Venda de carros volta a cair em fevereiro…

O mês de fevereiro continua fraco em vendas de veículos, a exemplo do que ocorreu no mês passado. Até quarta-feira, 19, foram vendidas apenas 108 mil unidades, incluindo caminhões e ônibus, o que representa queda de 12,4% em relação a janeiro e de 24,7% na comparação com fevereiro do ano passado. No acumulado de janeiro até agora, as vendas caíram 20,6% em relação a igual período de 2014, para 361,8 mil unidades, segundo dados do mercado. Diante desse cenário, as montadoras estudam novas medidas de corte na produção e até demissões. A General Motors alega ter cerca de 700 trabalhadores excedentes na fábrica de São José dos Campos (SP), segundo o sindicato dos metalúrgicos local, que teme que ocorram demissões. A empresa estendeu até esta sexta-feira, 20, um Programa de Demissão Voluntária (PDV) que deveria ter sido encerrado na sexta-feira na tentativa de atrair o pessoal que estava em lay-off […]