Não desejo provocar rupturas, mas tudo tem limite, diz Bolsonaro em nova ameaça golpista
28/08/2021
Fragmento Bíblico
28/08/2021

Bruno Araújo diz que aposta em chapa majoritária com Raquel Lyra, Anderson Ferreira e DEM

Ana Tenório/Folha de  Pernambuco
O Presidente Nacional do PSDB, Bruno Araújo, voltou a afirmar que o nome da prefeita de Caruaru e presidente estadual do PSDB, Raquel Lyra, está colocado para liderar o projeto de oposição em Pernambuco. “Vamos conversar com todo esse campo da oposição. Estamos colocando na mesa a alternativa da candidatura de Raquel Lyra como candidata a governadora”, disse.
O gestor foi questionado sobre a filiação de Miguel Coelho no DEM e se isso interferia nos planos do PSDB, já que uma chapa formada pela prefeita Raquel Lyra e a deputada Priscilla Krause (DEM) é avaliada como uma “chapa dos sonhos” por integrantes da ala oposicionista pernambucana.
“O DEM se fortalece, isso fortalece a própria condição de Priscila porque representa o DEM nessa composição. Miguel Coelho, Fernando Filho e o senador Fernando Bezerra são quadros super valiosos que serão absolutamente necessários, estarão nessa composição, como a força do deputado André Ferreira (PSC) e do prefeito Anderson Ferreira (PL) e seguramente, vamos ingressar nessa aliança”, confirmou Araújo. 
“Eu aposto numa chapa majoritária que tenha Raquel Lyra, que tenha Anderson Ferreira, que tenha representação dos democratas. E que nós possamos ocupar um pouco de espaço daquele, digamos, que esteja no primeiro momento menos atendido e concentrar esse espaço nas eleições de deputado federal e estadual já que com o fim das coligações vamos concentrar um ou dois partidos políticos que receba toda a oposição. Então, vejo como viável encontrar um entendimento que permita Pernambuco ter uma nova virada de geração política em nosso Estado”, disse o presidente Bruno Araújo.
O líder dos tucanos cumpriu agenda em Caruaru neste sábado, onde acompanhou o Governador de São Paulo, João Doria, em visita a Pernambuco. 
Polarização nas ruas 
A agenda do Governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em Caruaru, Agreste pernambucano, não transcorreu sem protestos. Quatro apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), trouxeram uma caixa de som com jingles de protesto ao gestor paulista. Embora a manifestação não tenha recebido nenhum apoio da população pernambucana, o governador paulista não tem boa receptividade com o público do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). 
O presidente nacional do PSDB, o pernambucano Bruno Araújo, afirmou que todos os tucanos que se colocaram à disposição do partido para disputar as prévias presidenciais, “tão andando o Brasil para dialogar com o PSDB, conversar sobre o melhor projeto pro Brasil”, disse. 
“No momento de radicalismo do Brasil, é justamente o que o PSDB quer oferecer, candidaturas que  sirvam de alternativa a essa polarização onde um pensa em fuzil e o outro anuncia que quer voltar para controlar a imprensa. Oferecer algo sereno, que pense na produção, que pense pacificar o País. E é isso como presidente do partido preciso garantir que nossos candidatos possam conversar com o Brasil de forma de diálogo franco, sereno e os protestos são naturais. Tanto Lula recebe protestos por aqueles que são bolsonaristas, quantos candidatos nossos recebem protestos de petistas e bolsonaristas. O importante é que a democracia flua em absoluta tranquilidade”, avaliou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.