Ana Arraes desmente notícias falsas que tentam apontar João Campos como agressor
28/11/2020
Pesquisa Ibope para o 2º turno no Recife, votos válidos: João Campos, 50%; Marília Arraes, 50%
28/11/2020

Brasil se aproxima de 172 mil mortes por Covid; média móvel de casos segue acima de 31 mil por dia

G1

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta sexta-feira (27).

O país registrou 501 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 171.998 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 477. A variação foi de -2% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nas mortes por Covid, quando não há aumento ou queda significativos.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 6.238.076 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 33.506 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 31.496 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +13% em relação aos casos registrados em duas semanas; também indica tendência de estabilidade nos diagnósticos.

Oito estados apresentaram alta na média móvel de mortes: RS, SC, ES, RJ, AC, AM, CE e SE.

Os estados de Goiás e Rondônia não tiveram atualizações em seus números em 24 horas. As duas secretarias relataram problemas de acesso ao sistema de registros do Ministério da Saúde.

Também vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Em Sergipe, por exemplo, a média móvel estava em 3 e permaneceu em 3 após duas semanas, resultando em variação de alta de +22%. Já em Santa Catarina, que tem a maior tendência de alta entre os estados (+117%), a média variou de 15 para 33 em duas semanas. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.