Sexo com menor de 14 anos é crime, mesmo com consentimento, decide STJ…
29/07/2019
Vem aí o plano Guedes…
29/07/2019

Brasil: má repercussão do desmatamento da Amazônia…

Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo

O Ibama deve publicar até o fim desta semana o edital para contratar serviços de satélite para o monitoramento do desmatamento na Amazônia.

O anúncio de que o órgão pretendia lançar mão de serviços privados gerou polêmica e assustou especialistas. O próprio presidente Jair Bolsonaro tem feito críticas ao Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), órgão público que hoje faz o mapeamento.

A pasta garante, no entanto, que os serviços contratados serão complementares e que o Inpe seguirá atuando.

 “Diferentemente dos alertas gerados pelo sistema Deter/Inpe, que capta apenas imagens de pontos aleatórios e de no mínimo um hectare, o sistema do Ibama vai monitorar imagens diárias e sequenciais sobre áreas pré-determinadas, de focos de desmatamentos com resolução de três metros”, diz o ministério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.