Marília Arraes recebe apoio de Vitor de Botinha, candidato a prefeito de Ouricuri em 2020
06/08/2022
Marília Arraes tem agenda intensa em Carpina
06/08/2022

Bolsonaro tem agenda intensa no Recife hoje

No intervalo entre a motociata e a marcha, Bolsonaro almoça com evangélicos - Evaristo Sa/AFP

O presidente Jair Bolsonaro (PL) terá uma agenda intensa de um único dia, hoje (06), no Recife. O primeiro compromisso dele é uma motociata, que sairá da Base Aérea do Recife, no Jordão, de onde ele desembarca, por volta das 11h. A motociata seguirá até o campus da Universidade Salgado de Oliveira (Universo), na avenida Mascarenhas de Moraes, na Imbiribeira, com chegada prevista ao meio-dia.
Depois da motociata, Bolsonaro almoçará com pastores, na esplanada da Universo. “O almoço é parte a social da agenda do presidente; a religiosa é a marcha”, lembrou o pastor Pedro Rodrigues, da direção nacional do Fórum Evangélico de Ação Social e Política (Fenasp), uma das entidades que promovem o evento. O pastor confirmou também a presença da primeira-dama Michelle Bolsonaro no Recife.
A previsão é que o presidente esteja na Marcha por Jesus, por volta das 14h, quando começará a concentração, em Frente à Padaria Boa Viagem, na beira-mar. Todos os compromissos do presidente no Recife serão cumpridos ao lado dos candidatos a governador Anderson Ferreira e ao Senado Gilson Machado, ambos do PL.
Estão proibidas quaisquer formas de manifestações político-partidárias na Marcha por Jesus. Pelo menos foi o que ficou decidido, no início de junho, numa reunião do Fenasp/PE e do Conselho de Pastores de Pernambuco (Copaspe) com lideranças políticas cristãs do estado.

“Não serão permitidos discursos de candidatos. A primeira-dama Michelle Bolsonaro, que é evangélica, por exemplo, vai falar, mas apenas como pregadora do Evangelho”, esclareceu o pastor Pedro Rodrigues.

O nome do evento, que vinha sendo usado equivocadamente, é Marcha por Jesus e não Marcha para Jesus. O primeiro nome, de acordo com os organizadores, foi registrado em cartório por uma igreja (que não promove mais o evento). Essa mesma igreja proibiu o Fenasp, tanto em Pernambuco como em outros estados, de usar a nomenclatura, embora já seja utilizada em todo Brasil. O Fenasp/PE, portanto, teve que alterar o nome.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.