Romarias de Juazeiro do Norte-CE devem se tornar Patrimônio Cultural do Brasil
23/03/2022
Opinião: Candidatura de Marília é fortíssima
23/03/2022

Bolsonaro participa de cerimônia que dá início às obras da Escola de Sargentos do Exército em Pernambuco

Por Elizabeth Souza/Diário do Pernambuco – O presidente Jair Bolsonaro (PL) aterrissou em terras pernambucanas, na manhã desta quarta-feira, para participar da cerimônia de lançamento da Pedra Fundamental da nova Escola de Formação e Graduação de Sargentos de Carreira do Exército, que ocorreu no Campo de Instrução Marechal Newton Cavalcanti (CIMNC) em Paudalho, Zona da Mata Norte do estado. Dentre os integrantes da comitiva que acompanhou Bolsonaro de Brasília até o evento, tiveram destaque o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), e o ministro Gilson Machado, que compõem chapa majoritária apoiada pelo presidente em Pernambuco.
Em clima de pré-campanha, Bolsonaro buscou criar um discurso de proximidade com o Nordeste, única região em que perdeu nas eleições de 2018 e em que o ex-presidente Lula (PT) – seu principal rival político – lidera o favoritismo do eleitorado nordestino para as eleições presidenciais deste ano, apesar de um pequeno avanço do atual presidente nas intenções de voto na região.
“Retornando mais uma vez a Pernambuco, ao nosso Nordeste a grata satisfação como chefe supremo das Forças Armadas em inaugurar as obras de uma única escola de formação de sargentos do Exército. Aqui juntam-se 3 escolas e 15 cursos do Brasil, garantindo uma melhor formação para esses jovens que se voltariam a entrar para o nosso Exército brasileiro”, declara o presidente.
“A escolha deste local apresentado a mim pelo senhor comandante do Exército (…) foi técnica. Ganha o exército, ganha o Nordeste e sobretudo ganha o nosso Brasil com essa escola que nasce com tudo para ser uma das melhores do mundo”, continuou Bolsonaro durante seu discurso que durou cerca de quatro minutos.
Essa é a primeira vez que Jair Bolsonaro vem ao estado após ter declarado apoio às pré-candidaturas dos pernambucanos Anderson Ferreira, ao governo de Pernambuco, e de Gilson Machado, ao Senado. Em entrevista ao Diario, o prefeito Anderson falou sobre a construção do palanque para Bolsonaro em Pernambuco e a “boa” relação que nutre com o correligionário.
“Quando ele (Bolsonaro) fez ali aquela convocação ao lado do ministro Gilson (Machado) para a gente defender os nossos princípios, valores, a bandeira do partido e, principalmente, nosso estado que precisa de mudanças isso pra mim é gratificante.”, declarou. Anderson cumpria agenda administrativa em Brasília na última terça-feira quando foi escalado por Bolsonaro para participar da comitiva que o acompanharia até Pernambuco. “Ele fez questão de que eu integrasse a comitiva para estar presente também ao lado do ministro Gilson, isso é uma demonstração do respeito a Pernambuco, do investimento que o governo federal está fazendo para o estado e vamos conseguir conquistar muito mais daqui pra frente”, frisa o prefeito.
Questionado sobre os desafios para alavancar o nome de Bolsonaro em Pernambuco, Anderson Ferreira aproveitou para mencionar os trabalhos realizados pelo atual governo federal, o que, na opinião do gestor municipal, será a “diferença” para avançar na disputa. ”O governo federal, diante de tanta dificuldade, apresentou resultados, foi o governo que estendeu a mão pros estados, agora cada governador teve que ter o seu papel principalmente nesse período de pandemia”, avaliou. “Teremos um palanque que vai debater, mostrar os avanços, propostas novas para o Brasil e pra Pernambuco e eu não tenho dificuldade nenhuma em dizer que sou anti-Lula e anti-PSB, isso é posicionamento político e, com certeza, são os meus ideais e meus princípios”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.