Hoje:
19/02/2021
Bolsonaro ataca aumento de combustível e promete mudanças na Petrobras
19/02/2021

Arcoverde e o caos politico que invadiu a cidade

Carlos Britto/Folha de Pernambuco

A cidade de Arcoverde, sertão de Pernambuco, arde em articulações e em novidades politicas. O resultado do ultimo pleito de 20 de novembro de 2020 foi cancelado nessa quinta-feira (18), após o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) ter reprovado o recurso que foi solicitado pela defesa do prefeito Wellington Maciel (MDB), do vice Israel Rubis (PP) e da ex-prefeita Madalena Britto que fez a chapa ser empossada. Agora, tudo voltou à estaca zero e uma nova corrida eleitoral já começou na cidade. A decisão da justiça mal aconteceu e as especulações nos bastidores já correm soltas.  

Relembrando o caso: o prefeito eleito não teve um minuto de paz desde que ganhou as eleições. Isso porque a oposição, liderada pelo ex-prefeito Zeca Cavalcanti (PTB), entrou com uma ação de Investigação Judicial Eleitoral para apurar suposto abuso de poder econômico e político por parte da coligação de Wellington, durante as eleições. 

A defesa do prefeito conseguiu ganhar tempo, entrando com vários recursos, mas o pior aconteceu. De acordo com o desembargador Rodrigo Cahu Beltrão, que negou provimento ao pedido da defesa, durante a corrida eleitoral, houve “lesividade das condutas” dos acusados. 

Por meio de nota enviada a este colunista, intitulada “A luta continua”, a prefeitura de Arcoverde disse que o prefeito e o vice de Arcoverde, Wellington da LW e Delegado Israel, estão adotando as medidas judiciais cabíveis contra decisão proferida nesta quinta, pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, em Ação de Investigação Judicial Eleitoral.

“O referido julgamento ainda será analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, e seguiremos buscando justiça para que a decisão livre, soberana e democrática do povo de Arcoverde expressada nas urnas em 15/11/2020 seja respeitada. A UNIÃO POR ARCOVERDE continua mais firme do que nunca, mesmo porque o que nos move é o sentimento de não fugir à luta. Pra frente é que se anda!” Disse a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.