Hoje:
15/04/2022
WhatsApp testa nova ferramenta de comunidade, mas Brasil ficará fora por causa das eleições
15/04/2022

A difícil missão de Paulo e Danilo em escolher o candidato ao Senado da Frente Popular

Por Edmar Lyra – A novela sobre a vaga do Senado na chapa majoritária da Frente Popular, encabeçada pelo deputado federal Danilo Cabral (PSB), ganhou mais um capítulo na noite dessa quarta-feira, 13, quando o PT indicou o nome do deputado federal Carlos Veras para disputar a Casa Alta. No entanto, há mais dois nomes que estão à disposição para pleitear a vaga e que aguarda um posicionamento do governador Paulo Câmara (PSB), a do deputado federal André de Paula (PSD) e da vice-governadora Luciana Santos (PCdoB).
De Paula é o único possível candidato que não cola sua imagem com o do ex-presidente Lula (PT) e está há meses trabalhando para fortalecer seu nome na vaga. Inclusive, já houve alguns movimentos do parlamentar para pressionar o Palácio como se queixar de que PSB e PT na chapa exclui os partidos de centro, que são maioria no palanque socialista; e sinalizar diálogo com a pré-candidata ao Governo do Estado, Marília Arraes (Solidariedade), havendo rumores que poderia ser o candidato ao Senado da ex-petista.
Ligada a imagem de Lula, a vice-governadora Luciana Santos (PCdoB) anunciou, nessa semana, que vai lançar sua pré-candidatura ao Senado, na próxima segunda-feira, 18. Com os três nomes postos a mesa, o governador Paulo Câmara e o pré-candidato Danilo Cabral tem a difícil missão de decidir quem será o candidato ao Senado pela Frente Popular. Desta maneira, se vão atender um pedido do ex-presidente Lula ou vai fortalecer a chapa com o apoio dos partidos do centrão que estão no palanque.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.