Venha pra TiConnect….

    Leia mais »

Mesmo rifada, Marília Arraes já é a grande vencedora de 2018…

Após a vitória de Eduardo Campos em 2006, onde Marília, então estudante da Faculdade de Direito do Recife, teve atuação destacada, ela foi ungida pelo PSB para disputar um mandato de vereadora Leia mais »

Greve pode impactar recuperação econômica…

A Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA) informou ontem (25) que toda a cadeia produtiva foi afetada pela greve dos caminhoneiros, que entrou hoje (25) no quinto dia de paralisação. O Leia mais »

General descarta choque Forças Armadas e caminhoneiros…

“Até porque a ação não é contra caminhoneiros. É para permitir o trânsito, o direito de ir e vir das pessoas e veículos, principalmente, o abastecimento”, declarou o ministro Tânia Monteiro, O Leia mais »

TSE pode impedir que nome de Lula apareça na urna em outubro…

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve decidir na próxima terça-feira se um réu em ação penal pode se candidatar a presidente da República. O julgamento pode definir a situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi Leia mais »

Tag Archives: secretariado

SURUBIM: Secretário de Saúde deixa o cargo. Diretor da Upa é novo titular…

A semana começa com mudanças no primeiro escalão da Prefeitura de Surubim, com a saída do secretário de Saúde, Aguinaildo de Lima. Oficialmente, ele sai para realizar uma cirurgia, cujo prazo de recuperação é de três meses, mas não volta ao cargo.

Credenciado pelo bom trabalho que executou no município vizinho de João Alfredo, onde exercia o mesmo cargo, foi convocado para o secretariado pela prefeita Ana Celia Farias(PSB). Em Surubim, no entanto, ele não teria se adaptado ao jeito da socialista governar.

Enquanto na cidade vizinha o então secretário tinha autonomia delegada pela prefeita Maria Sebastiana(PSD) para conduzir os trabalhos da secretaria, em Surubim, Aguinaildo não teria se adequado muito bem ao modelo da gestão, com as verbas da Saúde centralizadas e gerenciadas pela secretaria de Administração.

Além de não poder ordenar despesas, o secretário ficou desprestigiado e sem clima para se manter no cargo porque os responsáveis pelo setores de Vacinas, Atenção Básica, Samu, Central de Abastecimento Farmacêutico, convidados por ele para integrar a equipe, foram substituídos pela prefeita Ana Celia Farias.

O alinhamento político da prefeita com o governo do estado não estaria trazendo resultados positivos.

Não existiria uma boa articulação entre a Saúde do município e hospitais de grande porte do Recife, para marcar exames, a exemplo de tomografias e ressonâncias magnéticas.

O funcionamento da rede municipal de saúde,formada por 21 (USFs) postos de saúde, um Centro de Atenção Psicossocial – Caps, base do Samu e uma Upa, apresenta dificuldades.

Nos PSFs, visitas domiciliares aos pacientes acamados deixam de ser realizadas por falta de veículos. Também há falta de ambulâncias e a receita da secretaria não cobre os custos gerados. 

O novo secretário de Saúde é o atual diretor administrativo da Upa, Thyago Belo Pedrosa, que esta semana, está recebendo as informações da estrutura, do funcionamento e as demandas da Secretaria. (Blog Albérico Cassiano)

Possíveis mudanças no secretariado de Paulo Câmara…

O Partido dos Trabalhadores emplacou a secretaria dos Transportes, atualmente ocupada por Sebastião Oliveira. O nome deverá ser  Dilson Peixoto, que já estava sendo cotado para a pasta antes do carnaval. Sebastião ficará com outro espaço no governo que ainda não foi definido. Os Ferreiras passam a comandar a secretaria de Habitação, atualmente ocupada por Kaio Maniçoba.

O deputado federal Eduardo da Fonte ampliou seu espaço no governo Paulo Câmara. Na reforma do secretariado, o partido que já ocupa a secretaria de Desenvolvimento Social e a administração de Fernando de Noronha assumirá o comando do Turismo, ocupado atualmente por Felipe Carreras. A secretaria de Administração, ocupada por Milton Coelho, ficará nas mãos de alguém ligado ao próprio governador. (Blog Edmar Lyra)

Prefeito eleito de Limoeiro apresenta secretários da nova gestão…

img_1812

Blog do Agreste

O prefeito eleito de Limoeiro João Luís Ferreira Filho (Joãozinho – PSB) anunciou oficialmente na noite desta quarta-feira (23), no auditório da Associação Comercial e Industrial de Limoeiro (ACIL), o secretariado da futura gestão municipal, que assume a partir de janeiro de 2017. Cumprindo promessa de campanha, Joãozinho reduziu 3 secretarias: Cultura (fica agregada ao Turismo), Trânsito (passa a ser extensão da Administração) e Ciência e Tecnologia (entra na pasta de Educação e Esportes). Apesar de contar com candidatos ao cargo de vereador na equipe, ele disse que o critério das escolhas foi técnico.

Assume a secretaria de Administração o sobrinho do prefeito e advogado Antônio Neto, que atualmente ocupa no Governo do Estado o cargo de Gerente de Articulação Regional da Casa Civil, deixado por Joãozinho para ser candidato este ano. Um dos mais inexperientes da equipe, ele é tido como pessoal de total confiança do novo gestor.

A pasta de Finanças será responsabilidade do técnico financeiro Dioclécio Barbosa, com passagens na secretaria de Administração de Bom Jardim, nas gestões de João Lira e Miguel Barbosa. Indicação do deputado Aluísio Lessa, ele também ocupou cargo de chefia na Prefeitura de Jaboatão e vem como “toque de experiência” em gestão pública.

Na secretaria de Turismo e Lazer será o maestro e produtor cultural Wellington Pereira, fiel articulador político do grupo da oposição. Ele é presidente da Sociedade Musical Santa Cecília e conhecido pela classe dos músicos pelos projetos e apresentações via Fundarpe e Prefeitura do Recife.

Continua…

Paulo Câmara reúne secretariado para discutir crise financeira….

pc2-580x600

Franco Benites do Jornal do Commercio

O governador Paulo Câmara (PSB) passará parte da manhã, desta segunda-feira (24), reunido com seu secretariado no Palácio do Campo das Princesas para discutir o cenário econômico adverso e suas consequências nas finanças estaduais. A conversa não irá girar apenas em torno de 2015, mas o governador quer colocar o foco em 2016.

“A queda da receita é maior do que a gente esperava e a atividade econômica cai cada vez mais. Estamos no pior momento do ano. Temos que ter um sinal para a Lei Orçamentária do ano que vem. Se a receita não crescer, qual será o investimento possível? Precisamos discutir medidas do que fazer”, explicou o secretário da Fazenda, Márcio Stefanni.

Além dos problemas na arrecadação, o governador está preocupado com o fato do governo federal ter proibido os Estados de terem acesso a operações de crédito, isto é, conseguirem empréstimos com instituições de financiamento a exemplo do Banco Mundial. “É hora de traçar cenários. Se você tiver operações de crédito, vai por um caminho. Se não, vai por outro”, destaca o secretário da Fazenda.

Para dar uma folga no caixa estadual, o governador instituiu, em fevereiro, o Plano de Contingenciamento de Gastos (PCG), que definiu um corte de R$ 320 milhões nas despesas de custeio da máquina pública. Recentemente, essa meta foi ampliada para cerca de R$ 700 milhões e é possível que seja revista novamente. No governo, ninguém garante que isso vá ocorrer uma vez que um novo valor pode atingir a qualidade dos serviços oferecidos à população.

De acordo com Márcio Stefanni, também não há risco do governador rever a meta de investimentos do Estado. Antes de tomar posse, Paulo anunciou que o valor investido pelo governo estadual em 2015 seria de R$ 3 bilhões. Já como governador, devido à crise econômica, ele garantiu que o investimento seria de R$ 1 bilhão. Agora, apesar da crise econômica, esse número segue como objetivo. “É um valor factível”, explica o secretário.

Em nota, FBC critica postura de Câmara sobre escolha da equipe de governo…

LUC_1961-e1381868178125

O senador eleito Fernando Bezerra Coelho (PSB) lançou uma nota, nesta segunda-feira (15), criticando a postura do governador eleito Paulo Câmara (PSB) sobre a escolha de sua equipe de governo. O futuro parlamentar estava na expectativa de ser chamado para opinar sobre a formação da nova gestão.

Segundo ele, em uma reunião ocorrida no último sábado (13), Câmara pediu indicação para um nome de perfil técnico para a pasta de Desenvolvimento Econômico. De acordo com FBC, o nome foi recomendado, porém, na segunda-feira (14), o governador eleito comunicou ao senador que escolheria outro quadro.

A postura acabou irritando FBC que chegou a ligar para o prefeito Geraldo Julio (PSB). O senador eleito também não está presente no evento que marca o lançamento da nova equipe de governo.

Confira a nota na íntegra:

Por Fernando Bezerra Coelho

Desde o início dos trabalhos da equipe de transição que irá governar Pernambuco mantive a expectativa de ser chamado, no momento oportuno, para opinar sobre a formação da nova gestão. Acreditando que, com a experiência acumulada de quem já foi prefeito, secretário estadual em três gestões, deputado estadual, federal e ministro, teria colaborações a oferecer neste momento tão importante.

Uma conversa chegou a ser marcada para a última quinta-feira, depois remarcada para o sábado. Nesta reunião, em que não me foi solicitada opinião sobre a nova estrutura de governo e a formação da sua equipe, o governador eleito Paulo Câmara me pediu que indicasse um nome de perfil técnico para liderar a secretaria de Desenvolvimento Econômico, no que foi prontamente atendido.

Na madrugada da segunda feira, porém, recebi mensagem do governador comunicando a sua escolha por um novo nome. Manifestei, também por mensagem, o meu desconforto. Tomei a iniciativa de registrar as minhas opiniões ao prefeito Geraldo Júlio sobre este processo que hoje se encerra. Como senador eleito de Pernambuco estou determinado a trabalhar pelos interesses do nosso Estado e me coloco à disposição, dentro da minha área de atuação parlamentar, para colaborar com o governo que se inicia, desejando todo o sucesso para a nova equipe. (Folha de PE)

Confira a lista oficial do secretariado de Paulo Câmara…

10345764_775293192543252_7127476740017153177_n

O governador eleito Paulo Câmara (PSB) acaba de divulgar, em um hotel na Zona Sul da cidade, a equipe que compõe o seu secretariado a partir do dia 1° de janeiro. Veja a lista completa abaixo: 

Secretaria da Casa Civil – Antônio Figueira

Secretaria de Educação – Fred Amâncio

Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária – Nilton Mota

Secretaria de Cidades – André de Paula

Secretaria de Defesa Social – Alessandro Carvalho

Secretaria da Fazenda – Marcio Stefani

Secretaria de Imprensa – Ennio Benning

Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade – Sérgio Xavier

Secretaria de Planejamento e Gestão – Danilo Cabral

Secretaria de Transportes – Sebastião Oliveira

Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer – Felipe Carreras

Secretaria de Administração – Milton Coelho

Secretaria de Saúde – José Iran Costa Júnior

Secretaria de Desenvolvimento Econômico – Thiago Norões

Procuradoria-Geral do Estado – Antônio César Caúlla Reis

Secretaria de Relações Institucionais – André Campos

Chefe de Gabinete do Governador – Ruy Bezerra

Chefe de Gabinete de Projetos Estratégicos – Renato Thiebaut

Controladoria Geral do Estado – Rodrigo Amaro

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude – Isaltino Nascimento

Secretaria de Habitação – Marco Batista

Secretaria de Justiça e Direitos Humanos – Pedro Eurico

Secretaria de Micro e Pequena Empresa, Qualificação e Trabalho – Evandro Avelar

Secretaria da Mulher – Silvia Cordeiro

Secretaria de Ciência e Tecnologia – Lucia Melo

Secretaria de Cultura – Marcelino Granja

Chefe da Assessoria Especial – José Francisco Neto

Chefe da Casa Militar – Coronel Mário Cavalcanti

Líder do Governo na ALEPE – Waldemar Borges

 

Magno Martins

Paulo Câmara diz que nomes não passam de especulação…

fliporto

O governador eleito Paulo Câmara (PSB) afirmou na noite de ontem (13) que os nomes dos deputados que estão sendo colocados como futuros secretários não passam de especulação. Pelos menos quatro nomes de parlamentares eleitos para a Câmara Federal já foram colocados como secretariáveis: Danilo Cabral, Felipe Carreiras e João Fernando Coutinho, todos do PSB, além de Kaio Maniçoba (PHS).

Durante a abertura da 10ª edição da Feira Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto), na Igreja do Mosteiro de São Bento, em Olinda, o futuro comandante do Executivo estadual voltou a repetir que só começará a fazer os convites para o secretariado em dezembro.

“Já tenho o esboço da gestão na minha cabeça. No entanto, ainda estou formatando como será feito, o tamanho do Governo. Só com essas informações é que poderei chamar as pessoas, coisa que farei no início de dezembro”, explicou Câmara, acrescentando que o anúncio do novo secretariado será feito de uma vez no dia 15 de dezembro.

À abertura da Fliporto compareceram também o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), e o de Olinda, Renildo Calheiros (PCdoB). Quem representou o governador João Lyra Neto (PSB), o secretário de Cultura, Marcelo Canuto.

Responsável pela feira literária, o advogado e escritor João Campos, em seu discurso, exaltou duas pessoas que faleceram este ano: o também escritor Ariano Suassuna, e, emocionado, encerrou a sua fala lembrado do seu irmão, o ex-governador Eduardo Campos, sendo bastante aplaudido. (Blog da Folha) 

Prefeito de Carpina exonera todo secretariado…

Google

Google

A polêmica envolvendo a exoneração de todos os secretários municipais e cargos comissionados da Prefeitura de Carpina, ocorrida sexta-feira passada, continua sem solução. Até a tarde de ontem, o prefeito Carlos do Moinho (PSB) não tinha expedido qualquer documento oficial nomeando os novos auxiliares, embora tenha falado informalmente com vereadores sobre os possíveis nomes do secretariado.

O presidente da Câmara de Vereadores, Tota Barreto (PSB), não descartou a realização de uma sessão extraordinária, caso o gestor não recomponha a administração. “Se amanhã (hoje) ainda não tivermos os secretários anunciados, a Câmara deverá fazer uma reunião extraordinária para ver que medidas podem ser adotadas do ponto de vista judicial e administrativo”, afirmou.

O vereador de oposição Marcelo Pascoal (SD) se queixou de problemas nos serviços públicos causados pela falta de secretários e funcionários, e disse que o número total de exonerados chega a 1.030 e não 400 como foi anunciado na Imprensa. A reportagem não conseguiu ter acesso à informação oficial de exonerações devido à falta de secretários disponíveis. A reportagem procurou o prefeito, mas não conseguiu encontrá-lo na Prefeitura.

“O que vejo é uma total falta de respeito e de compromisso com a cidade. Os órgãos não estão funcionando por conta da falta de funcionários para administrar os setores. Na segunda-feira, teve um cidadão que foi à Prefeitura para tirar um imposto e não pôde fazer isso por causa da falta de funcionários para fazer a escritura de seu imóvel”, contou Pascoal.

Já o vereador Cláudio do Gesso (PSDB), também integrante da bancada de oposição na Câmara, disse não acreditar que as demissões estejam ligadas diretamente ao fato de a filha do prefeito, Cássia do Moinho (PSB), não ter conseguido se eleger deputada federal. Entretanto, o tucano não poupou críticas ao gestor. “O prefeito já está mal das pernas há um tempo e talvez queira colocar a culpa nos funcionários. A administração é ruim. Ele atrasa os salários do funcionalismo público, nunca paga em dia”, disparou. (Folha de Pernambuco)

Lyra: “Minha gestão terá a cara do governo Eduardo”…

20140407102331_cv_lyra_gde

Em discurso  na solenidade de posse do secretariado, o governador João Lyra Neto (PSB) disse que, por onde tem andado, muitos perguntam sobre qual será a cara da sua gestão. Em resposta, ele garante: “A cara do meu governo será a cara do governo Eduardo Campos, um governo que mudou Pernambuco”.

Lyra disse que apesar de ter pela frente um curto mandato, de apenas nove meses, tem a certeza de que irá administrar o estado de forma exitosa. “Não se pode fazer tudo, mas o que estiver ao nosso alcance, faremos. Vou cobrar e exigir muito do meu secretariado”, disse.

O governador aproveitou ainda para esclarecer que tudo o que foi acordado por Eduardo Campos com os prefeitos pernambucanos vai ser “plenamente cumprido”.

Questionado sobre a saída do agora ex-governador, Lyra disse que Eduardo, como pré-candidato à Presidência da República, vai levar ao país a marca do seu governo. “Eduardo é um político de mundo visão diferenciada, um político à frente do seu tempo. Inteligente, trabalhador e obstinado. Ele vai levar ao país bandeiras que serão facilmente assimiladas pela população na eleição presidencial”. (Magno Martins)

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo