Sepultamento de Lourdes Moura será na tarde de hoje (10) em Surubim…

O corpo de Maria de Lourdes Moura da Silva –  “Lourdes da Prestação”, 64 anos, falecida às 12h10min de ontem no Hospital Otávio de Freitas em Recife, está sendo vela em sua Leia mais »

Semana decisiva…

Por Arthur Cunha – especial para o Blog do Magno Esta semana que se inicia será decisiva para a montagem do novo secretariado do governador Paulo Câmara. O socialista está debruçado sobre Leia mais »

Dr. Marcos Araújo – Ginecologista obstetra…

Leia mais »

Venha pra TiConnect….

    Leia mais »

Mudança na lei favorece prefeituras ineficientes…

Fernando Canzian – Folha de S.Paulo O projeto que flexibiliza a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) para municípios que tiverem perda de arrecadação vai beneficiar principalmente as prefeituras que mais contrataram funcionários Leia mais »

Tag Archives: PP

Bruno Araújo entra definitivamente na disputa pelo Senado…

Último candidato das duas principais chapas ao Senado, Bruno Araújo era visto como alguém que demorou muito a entrar no jogo e arriscar de forma considerável o seu mandato praticamente garantido de deputado federal. Eleito em 2014 com 131.768 votos, Bruno Araújo foi o sétimo mais votado daquele pleito e teria uma reeleição encaminhada após sua passagem pelo ministério das Cidades.

Tão logo definiu pela sua candidatura a uma vaga na Câmara Alta, Bruno se diferenciou de alguns de seus adversários na disputa e não lançou substitutos, distribuindo suas bases com vários deputados federais, isso fez com que o meio político começasse a observar com outros olhos a sua postulação.

Ontem a pesquisa Ibope trouxe uma notícia positiva para sua candidatura, que já lhe colocou com dois dígitos para o Senado, e lhe aproximou de seus principais adversários, Jarbas Vasconcelos, Mendonça Filho e Humberto Costa. Mas a grande evidência foi a oficialização do apoio do PP, que está na Frente Popular, para a sua candidatura, cujo partido tem condições de atingir até 1,4 milhão de votos para deputado estadual, elegendo até 17 parlamentares, e possui ainda o candidato com potencial para ser o mais votado na disputa de deputado federal que é Eduardo da Fonte.

Hábil articulador político, Bruno Araújo ainda é desconhecido de quase 70% do eleitorado, então com um bom guia eleitoral e com uma rede de apoios as chances de crescimento são significativas, pois seus principais adversários possuem recall de disputas majoritárias anteriores.  Diferentemente do que muitos apostavam, Bruno está no jogo e poderá emplacar um mandato, que até então parecia distante. (Edmar Lyra)

Armando recebe apoio de deputado federal do PP em giro pela Mata e RMR⁩…

Foto : Leo Caldas

Após um dia de intensa atividade em municípios da Região Metropolitana do Recife e da Zona da Mata, o senador Armando Monteiro (PTB) finalizou o giro deste sábado (14) com uma importante declaração de apoio à sua pré-candidatura ao governo do Estado pela frente “Pernambuco Vai Mudar”. Em discurso proferido durante a comemoração do aniversário do prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB), em uma casa de eventos em Aldeia, no município metropolitano, o deputado federal Marinaldo Rosendo (PP) saudou Armando como “futuro governador”.

“Não deixei o PSB em vão. Depois que o ex-governador Eduardo Campos se foi, entendemos que Pernambuco precisa de uma mudança. E eu tenho certeza de que os pernambucanos vão eleger Armando governador”, afirmou Rosendo, no palco da casa de evento, ao lado do pré-candidato ao governo e de seu companheiro de chapa, o deputado federal Mendonça Filho (DEM), pré-candidato ao Senado, e do também deputado federal Daniel Coelho (PPS).

“Conheço Marinaldo há muitos anos. É um empreendedor, um lutador, um homem que sempre teve uma presença, gerando empregos em Pernambuco. Um homem que tem tem sido muito correto nas suas relações. Teve uma relação muito estreita com o ex-governador Eduardo Campos, que tinha muito apreço a ele. Mas como disse Marinaldo, o tempo de Eduardo era um tempo em que Pernambuco se reconhecia como um Estado que crescia. Hoje, o que se assiste é uma outra coisa: um Estado parado, que não andou para trás porque o povo de Pernambuco não deixa”, reforçou o senador.

O aniversariante Demóstenes Meira fez questão de agradecer ao apoio de Armando Monteiro à sua candidatura em 2016. “Trago aqui homens de bem, de personalidade, homens que têm políticas públicas voltadas para o povo”, disse Meira, que completou 55 anos. Armando retribuiu as palavras do prefeito: “Sou muito grato pelas demonstrações de lealdade e confiança.  Camaragibe pode contar com a nossa colaboração”, salientou.

PP e PR decidem que terão candidatura única à presidência da Alepe…

Após reunião ocorrida na tarde de ontem (09) com todos os deputados do PP e do PR, juntamente com o deputado, pastor Cleiton Collins e deputado Eriberto medeiros, ficou decidido que os dois partidos terão uma única candidatura para presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco. Essa candidatura será anunciada pelo PP e pelo PR nos próximos dias. (Edmar Lyra)

O novo comando da Assembleia Legislativa…

O futuro da Assembleia, em tese, fica agora nas mãos do não menos poderoso deputado federal Eduardo da Fonte, presidente estadual do PP. É do seu partido, o 1º vice-presidente da Assembleia, o deputado Cleiton Collins, que assume interinamente a presidência da casa.

Depois de um mês será convocada nova eleição, o que exige muitas negociações.

O PP tem a maior bancada na Assembleia, seguido do PSB. Na era Uchoa, o PSB era majoritário mas nunca fez valer o princípio da proporcionalidade.

Agora, se a regra for invocada, o PSB ficará com as mãos amarradas. (Marisa Gibson)

Na despedida de Uchoa, votos do PP e PR ganham projeção…

No último sábado, o governador Paulo Câmara trocou um telefonema com o, então, presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa. Os dois combinaram de se encontrar no dia seguinte. Haveria um grande encontro, no domingo, na fazenda do parlamentar, em Igarassu. O encontro acabou não acontecendo e aquela foi a última vez que o socialista ouviu Uchoa, que acabou falecendo na manhã de ontem. Por seis vezes consecutivas, ele presidiu a Casa de Joaquim Nabuco. Na vacância do espaço, o 1º vice-presidente, Cleiton Collins, do PP, assumiu interinamente o comando do legislativo e, pelo regimento, deve convocar eleição para o cargo. O volume de votos do PP, partido que tem a maior bancada da Casa com 14 parlamentares, no entanto, passou a ser ressaltado, nas coxias, como variável que lançaria Collins como a “bola da vez”. O detalhe é que os dois deputados do PR, sigla que firmou um bloco, recentemente, com os progressistas, entram nessa conta, somando, em tese, a favor de Cleiton.

Nesse cálculo, o total de votos de Cleiton já seria de 16 e ele precisaria de mais nove para ser eleito presidente da Casa. O PP, recentemente, ampliou ainda mais o seu tamanho no Governo do Estado ao passar a comandar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e o Complexo de Suape. Aos olhos de alguns governistas, esse crescimento não foi visto com bons olhos. Houve quem apontasse o movimento do governo como “rendição” ao PP. A legenda já ocupava algumas diretorias de Suape, além de comandar o Lafepe, o Ipem, o Porto do Recife, a administração de Fernando de Noronha e a Secretaria de Desenvolvimento Social. Ontem, diante da perspectiva de o partido vir a ocupar a presidência do legislativo, parlamentares já advertiam para o risco de a gestão Paulo Câmara ficar ainda mais “refém” do PP, presidido no Estado por Eduardo da Fonte. Ontem, nos corredores da Alepe, já se cogitava antecipar para julho a eleição que, segundo regimento, ocorreria em agosto. (Renata Bezerra de Melo)

Ni do Badoque anuncia pré-candidatura para deputado estadual pelo Progressistas…

Ontem (19), o humorista e Youtuber Ni do Badoque reuniu os fãs, amigos e familiares para anunciar sua pré-candidatura para deputado estadual pelo partido Progressistas.

Com o apoio do líder do partido em Pernambuco, deputado federal Eduardo da Fonte e do pré-candidato a deputado federal, o empresário e advogado Beto Rabelo, Ni do Badoque aproveitou a ocasião na sede do partido para exibir o resumo de sua história e trajetória, mostrando seus vídeos em comunidades carentes, sempre expressando as dificuldades dos moradores.

O recifense Nielson José conta que teve uma infância com muitas dificuldades financeiras e ajudava a mãe a vender espetinhos no bairro Lagoa do Araçá.

“O povo merece mais e o meu principal papel dentro da política é lutar a favor das comunidades”, enfatiza o pré-candidato.

PP fecha com Paulo e ganha mais espaço…

Após barganhar uma das vagas do Senado Federal na chapa da Frente Popular, o PP fechou aliança com o governador Paulo Câmara (PSB) pela presidência do Complexo Portuário de Suape. Além de acertar com o presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte, Câmara também se reuniu, no sábado, com o deputado federal Sebastião Oliveira (PR) para amenizar os ânimos do bloco PP-PR que reivindicava mais espaços no governo e na chapa. O presidente do Porto do Recife, Carlos Vilar, é o indicado do partido para assumir Suape, no lugar de Marcos Baptista, ligado ao vice-governador e presidente estadual do MDB, Raul Henry (MDB).

Nas hostes socialistas, há leituras diversas para explicar o porquê o PP não deveria estar na chapa majoritária: afinal, é o partido mais implicado na Operação Lava Jato, o presidente estadual foi alvo recentemente de investigação e o substituto dele numa suposta vaga, o deputado estadual Cleiton Collins, poderia incomodar outros evangélicos do arco de aliança de Paulo Câmara. Contudo, todos defendem a manutenção dos progressistas na base governista pela dimensão do partido.

Os emedebistas já foram avisados das mudanças estratégicas de espaço visando à eleição estadual. Perderam espaço, mas o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) deve ocupar uma das vagas à Casa Alta, enquanto a outra estaria reservada para o senador Humberto Costa (PT), caso PT e PSB formalizem a aliança. Desta forma, sobraria, então, a vaga de vice para a qual Sebastião Oliveira havia sido especulado. Alguns socialistas, porém, estavam incomodados com a pressão do bloco PP-PR para ocupar espaços, coisa que, segundo aliados, já possuem bastante no governo. 

O PP já tem o comando de algumas diretorias de Suape, além de comandar o Lafepe, o Ipem, o Porto do Recife, a administração de Fernando de Noronha e a pasta de Desenvolvimento Social, enquanto o PR tem a pasta de Transportes.

Com a questão resolvida, a discussão interna da coligação é a participação do PP nas chapas proporcionais – a base quer que o partido entre no “chapão” para a Câmara dos Deputados, porém o partido já havia costurado uma chapa com PDT, PCdoB, SD, PSL e PROS visando à disputa federal. Estima-se que a base de Paulo Câmara consiga eleger até 18 deputados federais. Já para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na qual o PP têm 14 representantes, a sigla manteria a chapinha. Calcula-se que a sigla eleja dez deputados. (Por Marcelo Montanini / Folha de Pernambuco)

Presidência de Suape passa ao comando do PP…

O anúncio deve se dar na próxima segunda-feira. Essa é a expectativa no Palácio das Princesas. Atual presidente do Porto do Recife e indicado pelo PP, Carlos Vilar assumirá a presidência do Complexo Portuário de Suape a partir da terça-feira. Isso significa que o comando do porto sai das mãos do MDB, do vice-governador Raul Henry, a quem o atual presidente de Suape, Marcos Baptista, é ligado. A movimentação atende reivindicação dos progressistas, que vinham trabalhando, inclusive, por um espaço na chapa majoritária da Frente Popular. Reduzir o espaço do MDB na atual conjuntura, quando o comando da mesma está em disputa judicial entre o grupo de Jarbas Vasconcelos e o do senador Fernando Bezerra Coelho, pode equivaler a uma garantia de espaço para os emedebistas na chapa majoritária de Paulo Câmara. Em outras palavras, o senador Jarbas Vasconcelos já vem repisando que concorrerá ao Senado, o que, em tese, deixa uma vaga a menos na chapa, na qual o PP também tentava conquistar um lugar.

O MDB, assim, pode estar abrindo mão de Suape, mas ser agraciado na chapa. Entre palacianos, já é dado como certo que Marcos Baptista só permanece no cargo até a segunda-feira. O PP já ocupava algumas diretorias de Suape, além de comandar o Lafepe, o Ipem, o Porto do Recife, a administração de Fernando de Noronha e a Secretaria de Desenvolvimento Social. Presidente estadual da sigla, Eduardo da Fonte já afirmara, à coluna, que não aceitaria “prato feito”, referindo-se à negociação do Palácio com o PT, que também pode estar na majoritária de Paulo Câmara. O aceno aos progressistas, então, chega na hora em que eles já aguardavam serem afagados. E, embora subtraia espaço do MDB na gestão, pode sinalizar para definições na majoritária envolvendo o MDB. (Renata Bezerra de Melo – Folha de Pernambuco)

Mendonça não descarta atrair Solidariedade e PP…

Não foi sem que o presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte, soubesse que o deputado federal Marinaldo Rosendo e o vereador Romero Albuquerque, marcaram presença, ontem, no ato da oposição, quando foram lançados os nomes do senador Armando Monteiro Neto para disputar o Governo do Estado e o de Mendonça Filho para concorrer ao Senado. “Fui representando o PP.

Eu jamais ia participar de um evento daquele sem aprovação do presidente do PP. Teve conversa antes para eu participar, porque eu não sou Paulo Câmara”, registra Marinaldo à coluna. E sublinha: “Porque o PP, hoje, ainda está coligado ao Governo do Estado”. Marinaldo admite apoiar Mendonça para o Senado e torce para que Eduardo da Fonte dispute também uma vaga na Casa Alta. Além do apoio de Marinaldo, Mendonça conta ainda com o de Romero Albuquerque, além de ter assegurado ainda o voto do presidente estadual do Solidariedade, Augusto Coutinho. Ontem, indagado se esses apoios poderiam ser um caminho para atrair o PP e o SD para o grupo das oposições, Mendonça não descartou. “Tem uma tese, que não é uma incumbência, uma responsabilidade minha.

Acho que é uma missão nossa. Armando tem dialogado com vários partidos. E também não vou revelar aqui as conversas, tratativas. O canal está aberto”, assinalou o democrata durante entrevista à CBN ontem. E completou: “Há claramente o sentimento de mudança. Ele está tomando conta do Estado e aquilo que é uma certa pressão da opinião pública está mobilizando os partidos políticos”. Eduardo da Fonte, à coluna, diz que tinha ciência de que os progressistas estariam no ato do Pernambuco Quer Mudar. Mas adverte: “Todos os membros do PP em Pernambuco irão votar nos candidatos escolhidos pela executiva estadual na reunião de julho”. Nos bastidores, corre que o PR, do secretário Sebastião Oliveira, estaria em tratativas alinhadas com o PP, o que lançaria PP, PR e SD no raio de atração dos oposicionistas.

PP pode negar legenda a Neco para as eleições…

A executiva estadual do PP citou o pré-candidato a deputado estadual Manoel Neco para que desista de apoiar a candidatura de Felipe Carreras a deputado federal. Caso insista em apoiar o ex-secretário de Turismo, Neco perderá a legenda para ser candidato nas eleições de outubro. Caso se confirme a sua retirada do páreo, Jaboatão perde um nome com chances reais de chegar ao mandato na Casa Joaquim Nabuco. (Edmar Lyra)

Se PP, PR e PSC forem para Armando, o quadro eleitoral muda de figura …

No quadro que está se desenhando para a eleição em Pernambuco, o governador Paulo Câmara contaria com o apoio do PT e do MDB, onde o petistas indicariam Humberto Costa e os emedebistas indicariam Jarbas Vasconcelos para o Senado. A vaga de vice, se depender do desejo da cúpula palaciana poderia ser destinada a Maurício Rands, homem de confiança de Renata Campos e de Paulo Câmara.

Neste quadro, partidos representativos como PP de Eduardo da Fonte, PR de Sebastião Oliveira e PSC de André Ferreira seriam preteridos da Frente Popular, o que poderia permitir que todos três trilhem um novo caminho. Em se confirmando a saída deles, também poderia haver uma debandada  em relação ao Solidariedade, que está com Paulo Câmara mas há uma forte relação de Augusto Coutinho com Mendonça Filho que são cunhados. A chegada do PT poderia ser um pretexto para que o Solidariedade marche com Armando Monteiro. Nos bastidores da Assembleia Legislativa de Pernambuco, já há quem aposte que André Ferreira estará no palanque de Armando Monteiro para ser candidato a senador.

Esses movimentos de quatro partidos da Frente Popular, em se confirmando, podem dar uma nova roupagem ao processo eleitoral, pois já há quem diga que um novo governo por si só seria bom para todos os partidos que ameaçam debandar, uma vez que o valor deles para Armando Monteiro é muito maior do que num segundo governo de Paulo Câmara.

Se o Palácio achava que retirando a candidatura de Marília Arraes ao atrair o PT estava resolvendo seus problemas, mal sabia que eles estavam apenas começando, porque se não tiver jogo de cintura, Paulo Câmara poderá perder de um vez só Augusto Coutinho, Sebastião Oliveira, Eduardo da Fonte, Anderson Ferreira, André Ferreira e Guilherme Uchoa, que juntos possuem o poder de definir a eleição aonde estiverem.(por  Edmar Lyra)

Na Europa, Ciro diz a advogado para ficar 100% tranquilo…

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) disse, na manhã de hoje, por telefone ao seu advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, para ficar “100% tranquilo” em relação à operação deflagrada pela Polícia Federal (PF).

A PF fez buscas no gabinete e no apartamento funcional do senador. A investigação apura se o senador obstruiu a Justiça ao tentar comprar o silêncio de um ex-assessor. O senador se disse “perplexo” e negou qualquer “tentativa de obstrução de justiça”.

Segundo o blog da Andréia Sadi, Ciro conversou por telefone com Kakay porque ele está em um tour pela Europa. No final de semana, o senador estava em Portugal, segundo a defesa. Nesta terça-feira, desembarcou na Bélgica. A assessoria do senador diz se tratar de uma missão oficial.

Da Europa, o senador enviou uma procuração para que seu advogado peça cópia da decisão do ministro Edson Fachin, que autorizou a operação policiais desta manhã.

Os policiais que estavam na casa de Ciro queriam acesso aos cofres do senador. Para não ter de arrombar, o senador, da Bélgica, passou as senhas para a advogada que estava acompanhando a busca dos policiais. Um cofre é do senador. O outro, de sua esposa, a deputada Iracema Portella, segundo a defesa.

Também nesta manhã, segundo o blog apurou, o presidente Michel Temer chamou no Palácio do Jaburu o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para discutir a operação. A PF é subordinada ao ministério de Jungmann.

Ciro Nogueira, que é presidente do PP, é um dos principais aliados de Temer no Congresso. No último dia 2, o senador esteve no Palácio do Planalto para acertar com Temer as novas indicações para a Esplanada dos Ministérios.

No redesenho, Temer queria manter o afilhado político de Ciro, Gilberto Occhi, na presidência da Caixa. Mas Ciro exigiu que ele fosse deslocado para o Ministério da Saúde, e Temer aceitou. (Magno Martins)

 

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo