Novo bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife será apresentado no dia 30…

A Arquidiocese de Olinda e Recife está em clima de feliz expectativa para a apresentação de seu novo bispo auxiliar, dom Limacêdo Antônio da Silva, que ocorrerá na Catedral Metropolitana, Olinda, no Leia mais »

OMS inclui vício em videogame em classificação internacional de doença…

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou ontem (18) a nova Classificação Internacional de Doenças (CID), um sistema que foi criado para listar, sob um mesmo padrão, as principais enfermidades, problemas de Leia mais »

Governador Paulo Câmara faz aceno a Lula…

No primeiro dia do encontro de vereadores do PSB, ontem, em Gravatá, o governador Paulo Câmara (PSB)  aproveitou o momento para elogiar as gestões do ex-presidente Lula (PT) e, ao mesmo tempo, Leia mais »

Marília anuncia aliança com Silvio Costa para formação de chapa…

Um dos maiores defensores da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) durante o processo de impeachment, o deputado federal Silvio Costa (Avante) fechou uma aliança com a vereadora do Recife e pré-candidata ao Governo Leia mais »

Venha pra TiConnect….

19     Leia mais »

Tag Archives: PP

PP fecha com Paulo e ganha mais espaço…

Após barganhar uma das vagas do Senado Federal na chapa da Frente Popular, o PP fechou aliança com o governador Paulo Câmara (PSB) pela presidência do Complexo Portuário de Suape. Além de acertar com o presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte, Câmara também se reuniu, no sábado, com o deputado federal Sebastião Oliveira (PR) para amenizar os ânimos do bloco PP-PR que reivindicava mais espaços no governo e na chapa. O presidente do Porto do Recife, Carlos Vilar, é o indicado do partido para assumir Suape, no lugar de Marcos Baptista, ligado ao vice-governador e presidente estadual do MDB, Raul Henry (MDB).

Nas hostes socialistas, há leituras diversas para explicar o porquê o PP não deveria estar na chapa majoritária: afinal, é o partido mais implicado na Operação Lava Jato, o presidente estadual foi alvo recentemente de investigação e o substituto dele numa suposta vaga, o deputado estadual Cleiton Collins, poderia incomodar outros evangélicos do arco de aliança de Paulo Câmara. Contudo, todos defendem a manutenção dos progressistas na base governista pela dimensão do partido.

Os emedebistas já foram avisados das mudanças estratégicas de espaço visando à eleição estadual. Perderam espaço, mas o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) deve ocupar uma das vagas à Casa Alta, enquanto a outra estaria reservada para o senador Humberto Costa (PT), caso PT e PSB formalizem a aliança. Desta forma, sobraria, então, a vaga de vice para a qual Sebastião Oliveira havia sido especulado. Alguns socialistas, porém, estavam incomodados com a pressão do bloco PP-PR para ocupar espaços, coisa que, segundo aliados, já possuem bastante no governo. 

O PP já tem o comando de algumas diretorias de Suape, além de comandar o Lafepe, o Ipem, o Porto do Recife, a administração de Fernando de Noronha e a pasta de Desenvolvimento Social, enquanto o PR tem a pasta de Transportes.

Com a questão resolvida, a discussão interna da coligação é a participação do PP nas chapas proporcionais – a base quer que o partido entre no “chapão” para a Câmara dos Deputados, porém o partido já havia costurado uma chapa com PDT, PCdoB, SD, PSL e PROS visando à disputa federal. Estima-se que a base de Paulo Câmara consiga eleger até 18 deputados federais. Já para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na qual o PP têm 14 representantes, a sigla manteria a chapinha. Calcula-se que a sigla eleja dez deputados. (Por Marcelo Montanini / Folha de Pernambuco)

Presidência de Suape passa ao comando do PP…

O anúncio deve se dar na próxima segunda-feira. Essa é a expectativa no Palácio das Princesas. Atual presidente do Porto do Recife e indicado pelo PP, Carlos Vilar assumirá a presidência do Complexo Portuário de Suape a partir da terça-feira. Isso significa que o comando do porto sai das mãos do MDB, do vice-governador Raul Henry, a quem o atual presidente de Suape, Marcos Baptista, é ligado. A movimentação atende reivindicação dos progressistas, que vinham trabalhando, inclusive, por um espaço na chapa majoritária da Frente Popular. Reduzir o espaço do MDB na atual conjuntura, quando o comando da mesma está em disputa judicial entre o grupo de Jarbas Vasconcelos e o do senador Fernando Bezerra Coelho, pode equivaler a uma garantia de espaço para os emedebistas na chapa majoritária de Paulo Câmara. Em outras palavras, o senador Jarbas Vasconcelos já vem repisando que concorrerá ao Senado, o que, em tese, deixa uma vaga a menos na chapa, na qual o PP também tentava conquistar um lugar.

O MDB, assim, pode estar abrindo mão de Suape, mas ser agraciado na chapa. Entre palacianos, já é dado como certo que Marcos Baptista só permanece no cargo até a segunda-feira. O PP já ocupava algumas diretorias de Suape, além de comandar o Lafepe, o Ipem, o Porto do Recife, a administração de Fernando de Noronha e a Secretaria de Desenvolvimento Social. Presidente estadual da sigla, Eduardo da Fonte já afirmara, à coluna, que não aceitaria “prato feito”, referindo-se à negociação do Palácio com o PT, que também pode estar na majoritária de Paulo Câmara. O aceno aos progressistas, então, chega na hora em que eles já aguardavam serem afagados. E, embora subtraia espaço do MDB na gestão, pode sinalizar para definições na majoritária envolvendo o MDB. (Renata Bezerra de Melo – Folha de Pernambuco)

Mendonça não descarta atrair Solidariedade e PP…

Não foi sem que o presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte, soubesse que o deputado federal Marinaldo Rosendo e o vereador Romero Albuquerque, marcaram presença, ontem, no ato da oposição, quando foram lançados os nomes do senador Armando Monteiro Neto para disputar o Governo do Estado e o de Mendonça Filho para concorrer ao Senado. “Fui representando o PP.

Eu jamais ia participar de um evento daquele sem aprovação do presidente do PP. Teve conversa antes para eu participar, porque eu não sou Paulo Câmara”, registra Marinaldo à coluna. E sublinha: “Porque o PP, hoje, ainda está coligado ao Governo do Estado”. Marinaldo admite apoiar Mendonça para o Senado e torce para que Eduardo da Fonte dispute também uma vaga na Casa Alta. Além do apoio de Marinaldo, Mendonça conta ainda com o de Romero Albuquerque, além de ter assegurado ainda o voto do presidente estadual do Solidariedade, Augusto Coutinho. Ontem, indagado se esses apoios poderiam ser um caminho para atrair o PP e o SD para o grupo das oposições, Mendonça não descartou. “Tem uma tese, que não é uma incumbência, uma responsabilidade minha.

Acho que é uma missão nossa. Armando tem dialogado com vários partidos. E também não vou revelar aqui as conversas, tratativas. O canal está aberto”, assinalou o democrata durante entrevista à CBN ontem. E completou: “Há claramente o sentimento de mudança. Ele está tomando conta do Estado e aquilo que é uma certa pressão da opinião pública está mobilizando os partidos políticos”. Eduardo da Fonte, à coluna, diz que tinha ciência de que os progressistas estariam no ato do Pernambuco Quer Mudar. Mas adverte: “Todos os membros do PP em Pernambuco irão votar nos candidatos escolhidos pela executiva estadual na reunião de julho”. Nos bastidores, corre que o PR, do secretário Sebastião Oliveira, estaria em tratativas alinhadas com o PP, o que lançaria PP, PR e SD no raio de atração dos oposicionistas.

PP pode negar legenda a Neco para as eleições…

A executiva estadual do PP citou o pré-candidato a deputado estadual Manoel Neco para que desista de apoiar a candidatura de Felipe Carreras a deputado federal. Caso insista em apoiar o ex-secretário de Turismo, Neco perderá a legenda para ser candidato nas eleições de outubro. Caso se confirme a sua retirada do páreo, Jaboatão perde um nome com chances reais de chegar ao mandato na Casa Joaquim Nabuco. (Edmar Lyra)

Se PP, PR e PSC forem para Armando, o quadro eleitoral muda de figura …

No quadro que está se desenhando para a eleição em Pernambuco, o governador Paulo Câmara contaria com o apoio do PT e do MDB, onde o petistas indicariam Humberto Costa e os emedebistas indicariam Jarbas Vasconcelos para o Senado. A vaga de vice, se depender do desejo da cúpula palaciana poderia ser destinada a Maurício Rands, homem de confiança de Renata Campos e de Paulo Câmara.

Neste quadro, partidos representativos como PP de Eduardo da Fonte, PR de Sebastião Oliveira e PSC de André Ferreira seriam preteridos da Frente Popular, o que poderia permitir que todos três trilhem um novo caminho. Em se confirmando a saída deles, também poderia haver uma debandada  em relação ao Solidariedade, que está com Paulo Câmara mas há uma forte relação de Augusto Coutinho com Mendonça Filho que são cunhados. A chegada do PT poderia ser um pretexto para que o Solidariedade marche com Armando Monteiro. Nos bastidores da Assembleia Legislativa de Pernambuco, já há quem aposte que André Ferreira estará no palanque de Armando Monteiro para ser candidato a senador.

Esses movimentos de quatro partidos da Frente Popular, em se confirmando, podem dar uma nova roupagem ao processo eleitoral, pois já há quem diga que um novo governo por si só seria bom para todos os partidos que ameaçam debandar, uma vez que o valor deles para Armando Monteiro é muito maior do que num segundo governo de Paulo Câmara.

Se o Palácio achava que retirando a candidatura de Marília Arraes ao atrair o PT estava resolvendo seus problemas, mal sabia que eles estavam apenas começando, porque se não tiver jogo de cintura, Paulo Câmara poderá perder de um vez só Augusto Coutinho, Sebastião Oliveira, Eduardo da Fonte, Anderson Ferreira, André Ferreira e Guilherme Uchoa, que juntos possuem o poder de definir a eleição aonde estiverem.(por  Edmar Lyra)

Na Europa, Ciro diz a advogado para ficar 100% tranquilo…

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) disse, na manhã de hoje, por telefone ao seu advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, para ficar “100% tranquilo” em relação à operação deflagrada pela Polícia Federal (PF).

A PF fez buscas no gabinete e no apartamento funcional do senador. A investigação apura se o senador obstruiu a Justiça ao tentar comprar o silêncio de um ex-assessor. O senador se disse “perplexo” e negou qualquer “tentativa de obstrução de justiça”.

Segundo o blog da Andréia Sadi, Ciro conversou por telefone com Kakay porque ele está em um tour pela Europa. No final de semana, o senador estava em Portugal, segundo a defesa. Nesta terça-feira, desembarcou na Bélgica. A assessoria do senador diz se tratar de uma missão oficial.

Da Europa, o senador enviou uma procuração para que seu advogado peça cópia da decisão do ministro Edson Fachin, que autorizou a operação policiais desta manhã.

Os policiais que estavam na casa de Ciro queriam acesso aos cofres do senador. Para não ter de arrombar, o senador, da Bélgica, passou as senhas para a advogada que estava acompanhando a busca dos policiais. Um cofre é do senador. O outro, de sua esposa, a deputada Iracema Portella, segundo a defesa.

Também nesta manhã, segundo o blog apurou, o presidente Michel Temer chamou no Palácio do Jaburu o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para discutir a operação. A PF é subordinada ao ministério de Jungmann.

Ciro Nogueira, que é presidente do PP, é um dos principais aliados de Temer no Congresso. No último dia 2, o senador esteve no Palácio do Planalto para acertar com Temer as novas indicações para a Esplanada dos Ministérios.

No redesenho, Temer queria manter o afilhado político de Ciro, Gilberto Occhi, na presidência da Caixa. Mas Ciro exigiu que ele fosse deslocado para o Ministério da Saúde, e Temer aceitou. (Magno Martins)

 

PP amplia bancada e reforça plano majoritário…

Passado o prazo de filiações, o PP, nacionalmente, desbancou o PSDB e o DEM tornando-se a segunda maior bancada da Câmara Federal, ficando atrás só do PT. Os progressistas que somavam, inicialmente, 38 deputados, ampliaram esse número para 56. Em Pernambuco, a sigla presidida pelo deputado federal Eduardo da Fonte, já figura, segundo cálculos dos corredores da Assembleia Legislativa, como a maior bancada. O partido possuía seis parlamentares: Cleiton Collins, Claudiano Martins, Everaldo Cabral, José Maurício, Eduíno Brito e Dr. Valdi. Com o encerramento da janela partidária, a legenda acrescentou a esse time ainda: Eriberto Medeiros, Beto Accioly, Vinícius Labanca, João Eudes e Joel da Harpa.

Nas coxias da Alepe, falava-se ainda na perspectiva de o partido atrair Roberta Arraes e Antônio Moraes. Na esteira das filiações, o PP fez um trabalho de pulverizar sua influência em todas as regiões do Estado, contemplando com candidaturas cidades como Caruaru, onde atraiu o delegado Erick Lessa, Jaboatão, onde filiou Neco, Petrolina, com Coronel Leite, Araripina, com Doutor Aluizio Coelho. No Cabo, o PP filiou a filha do prefeito Lula Cabral, Fabíola Cabral. Esse novo tamanho reforça os planos da sigla de ter um nome na chapa majoritária de Paulo Câmara. Nas hostes progressistas, trabalha-se com a hipótese do Senado. Para o pleito deste ano, o PP projeta eleger 14 ou 15 deputados estaduais, de forma a se manter na condição de maior bancada da Alepe. O nome do deputado federal Eduardo da Fonte aparece ventilado para integrar a majoritária. (por Renata Bezerra de Melo / Folha de Pernambuco)

Eleições 2018: PP passa PMDB e PSDB e é 2ª maior bancada….

Uma das legendas com maior número de investigados pela Operação Lava-Jato, o Partido Progressista (PP) desbancou o PSDB e o PMDB e tornou-se a segunda maior bancada na Câmara dos Deputados, atrás apenas do PT.

Com o encerramento, na última sexta-feira, da janela partidária, ou seja, o mês permitido pela legislação para que deputados troquem de partido sem perder o mandato, os presidentes das legendas e líderes das bancadas na Câmara Federal estão finalizando a contabilidade para saber quantos integrantes aderiram e quantos desertaram. Por esses levantamentos, já passa de 70 o número de deputados que trocaram de sigla.

Na posse, em fevereiro de 2015, o PP tinha 38 deputados e agora fecha as contas com 54. Não lançará neste ano concorrente à Presidência da República e conseguiu atrair 16 deputados. Um dos principais argumentos para engordar sua bancada foi uma generosa partilha da verba do fundo partidário que, com a proibição de arrecadar doações na iniciativa privada, tornou-se essencial para muitos candidatos. O teto para financiamento de campanhas é de R$ 2,5 milhões, e o que se diz nos bastidores do Congresso é que o PP promete valor próximo a esse a seus filiados.

A legenda integrou a base aliada do governo Dilma Rousseff e depois apoiou o impeachment, fechando aliança com o presidente Michel Temer. É um dos mais poderosos integrantes do “centrão”. Tem entre seus integrantes o deputado federal Paulo Maluf, ex-governador de São Paulo, que deixou recentemente a cadeia e hoje cumpre prisão domiciliar, por apresentar problemas de saúde

PT PERDEU 12 DEPUTADOS

Apesar de manter a liderança, o PT vem perdendo integrantes nos últimos três anos. O partido iniciou a legislatura com 69 membros. Hoje está com 57. A maior parte buscou abrigo em legendas mais alinhadas à esquerda, com menor ou nenhum envolvimento com os escândalos de corrupção que abalaram a agremiação e levaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à prisão.

O PMDB, partido do presidente Michel Temer, também vê sua bancada encolher. Se em 2015 eram 65 deputados, hoje são “provavelmente 53”, diz o líder do partido na Câmara, Baleia Rossi. Segundo o deputado, ainda faltava confirmar a situação de alguns parlamentares. Na janela, o PMDB perdeu 14 deputados, mas recebeu oito.

UM MANDATO, TRÊS PARTIDOS

O deputado pernambucano Fernando Bezerra Coelho Filho estava no PSB quando assumiu o ministério de Minas e Energia. Quando o partido resolveu romper com Temer, Coelho Filho ficou sem legenda e, aberta a janela, migrou para o PMDB. Mas permaneceu por pouco mais de duas semanas: no último dia de troca, acomodou-se no DEM. O deputado estava descontente com a confusão causada pela intervenção do PMDB nacional na direção da legenda em Pernambuco. Seu pai, o senador Fernando Bezerra Coelho, permaneceu entre os peemedebistas.

O PSDB também foi vítima de uma revoada. A bancada tucana na Câmara foi de 54 integrantes para 46. Além dos escândalos de corrupção, colaborou para as desfiliações a hesitação do partido em deixar o governo Temer.

O DEM e o PSL tiveram expressivo crescimento proporcional de suas bancadas. O primeiro, sob o comando do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), há três anos começou a legislatura com 21 integrantes e mais que dobrou, agora tem 44. Já o PSL elegeu apenas um deputado federal na última eleição. Agora, com a filiação do presidenciável Jair Bolsonaro (RJ), que deixou o PSC, a legenda inflou e chegou a sete componentes.

Fonte: O GLOBO

Michel Temer cede ao PP pela Caixa e leva Ochi para Saúde…

Desgastado politicamente pela repercussão da operação Skala, o presidente Michel Temer decidiu acelerar a redistribuição de cargos no primeiro escalão de seu governo. Neste sábado (31), o emedebista fechou a equação que envolvia a indicação da cúpula do PP do deslocamento do atual presidente da Caixa, Gilberto Occhi, para o Ministério da Saúde.

Temer aceitou a ascensão do vice-presidente de Habitação, Nelson Antonio de Souza, ao comando do banco. Com isso, viabilizou a nomeação de Occhi na Saúde.

O presidente Michel Temer dará posse nesta segunda-feira (2) aos novos ministros dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro Silveira, da Saúde, Gilberto Occhi, e ao novo presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson Antônio de Souza. (PC)

Vereadora de Timbaúba confirma pré-candidatura pelo PP…

A vereadora de Timbaúba, Marileide Rosendo, confirmou sua pré-candidatura para deputada estadual com o apoio do líder do partido Progressistas em Pernambuco, deputado federal Eduardo da Fonte.

Nas eleições de 2016 para vereadora de Timbaúba, Marileide Rosendo, mais conhecida como “balazinha”, somou 2.016 votos. Começou sua carreira política ao lado do irmão Marinaldo Rosendo em 2008, ajudando na gestão de prefeito e em seguida, se tornou secretária de saúde. Em 2011 assumiu o cargo de secretária de governo e no final de 2013 com a ajuda do Ministério da Saude, entregaram para cidade de Timbaúba uma UPA que atende toda região da Mata Norte.

Durante a gestão de Balazinha como secretária de governo de Marinaldo Rosendo, houve o crescimento do IDH (índice de desenvolvimento humano) do município de Timbaúba. (Edmar Lyra)

Delegado Antonio Resende confirma pré-candidatura para deputado estadual…

Antonio Gabriel Honorato Resende, mais conhecido como Delegado Antonio Resende, confirmou sua pré-candidatura para Deputado Estadual pelo Progressistas, no qual é filiado desde 2014 sem nunca ter feito parte de outro partido político.

Resende foi o vereador mais votado de Carpina nas Eleições 2016, dentre cerca de 300 candidatos. Possui uma página na internet com cerca de 110 mil seguidores e tem um serviço exemplar de fiscalização de licitações de recursos públicos, fazendo também um forte trabalho na área de segurança pública e de combate a criminalidade. Fundou o movimento Mãos Limpas em Pernambuco e recebeu recentemente o prêmio Destaque Total como o vereador mais atuante em 2017.

“Quero acoplar meu trabalho voltado para melhoria de segurança pública juntamente com a fiscalização das licitações. O trabalho que venho fazendo está sendo reconhecido em todo Estado de Pernambuco”, afirma o delegado. (Edmar Lyra)

Eduardo da Fonte diz que prioridade do PP é o Senado…

O deputado federal Eduardo da Fonte, presidente estadual do PP, negou que Cleiton Collins será candidato a vice-governador de Paulo Câmara. O dirigente da sigla afirmou que a prioridade é a chapinha de deputado estadual onde pretende eleger dez parlamentares pelo menos.

E que se houver uma indicação do partido para a majoritária, será para o Senado. Eduardo acredita que só deverá ter qualquer desfecho na majoritária em maio. Até lá o objetivo é fortalecer as chapas proporcionais. (Edmar Lyra)

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo