Guilherme Coelho é o candidato natural a vice…

A Frente das Oposições talvez não tenha tomado uma decisão certa ao descartar o deputado Sílvio Costa como companheiro de chapa de Mendonça Filho para a disputa das duas vagas de senador. Leia mais »

PP fecha com Paulo e ganha mais espaço…

Após barganhar uma das vagas do Senado Federal na chapa da Frente Popular, o PP fechou aliança com o governador Paulo Câmara (PSB) pela presidência do Complexo Portuário de Suape. Além de acertar com o presidente estadual do PP, Eduardo Leia mais »

Juiz é gatuno, mas Brasil jogou como um gatinho…

Josias de Souza A torcida brasileira passará a semana rosnando: “Juiz ladrão.” E não há, de fato, desculpa que redima o juiz mexicano Cesar Ramos, nenhuma atenuante que o absolva. Não ver Leia mais »

Temer viaja e Cármen assume a Presidência da República…

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, assumiu a Presidência da República hoje. É a segunda vez no ano que a ministra ocupa o cargo, após viagem do presidente Michel Leia mais »

PSB avisou ao PT: aliança em Pernambuco não decola…

A direção do PSB já avisou o PT: é enorme a dificuldade do partido em cumprir a exigência dos petistas de firmar com eles aliança nacional, em troca de apoio do PT aos Leia mais »

Tag Archives: novos cargos

Justiça ignora crise e quer criar 5.516 novos cargos…

O Globo – Carolina Brígido e André de Souza

Ainda que os tempos sejam de aperto nas contas públicas, órgãos do Poder Judiciário se mobilizam para aumentar a quantidade de cargos — e, por consequência, seu impacto nos cofres públicos. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) tem hoje sobre a mesa 15 pedidos para a criação de 5.516 novos cargos ou gratificações. As solicitações se acumulam desde 2013. São cargos efetivos, que incluem 36 juízes, com salários iniciais de R$ 27,5 mil, e também de livre nomeação, aqueles em que o funcionário não precisa ser aprovado em concurso público, com vencimentos que variam de R$ 6 mil a R$ 14,6 mil. Se os pedidos forem aprovados, o impacto no orçamento pode chegar a R$ 606 milhões por ano.

Recentemente, presidentes de tribunais e de órgãos do Judiciário procuraram a ministra Cármen Lúcia, que preside do CNJ e o Supremo Tribunal Federal (STF), para pedir que os temas sejam postos em votação logo. A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, é uma delas. Apesar da pressão constante, Cármen Lúcia já disse a interlocutores que sequer levará os pedidos para discussão no plenário no conselho. Além de ser contrária ao aumento da estrutura do Judiciário, a ministra alega falta de dinheiro nos cofres públicos para atender às demandas.

Continua…

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo