ONU determina que Lula não pode ter candidatura barrada, segundo defesa…

A defesa de Lula divulgou nota, na manhã desta sexta-feira (17), informando que o Comitê Internacional de Direitos Humanos da ONU determinou que o ex-presidente deve ter livre acesso à mídia e Leia mais »

No STF, PT quer derrubar inelegibilidade de Lula…

Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo O PT planeja acionar também o STF (Supremo Tribunal Federal) nos próximos dias para tentar a suspensão da inelegibilidade de Lula. A defesa já tinha decidido recorrer Leia mais »

Frente Popular reúne cerca de 10 mil voluntários no primeiro ato de campanha…

O pontapé inicial da campanha do governador e candidato à reeleição Paulo Câmara (PSB) demonstrou a força da Frente Popular de Pernambuco e a vontade da população de ver o Estado continuar Leia mais »

Venha pra TiConnect….

    Leia mais »

Comunicação pode ser o diferencial de Armando Monteiro …

Nas eleições de 2014 um dos principais problemas de Armando Monteiro foi o seu guia eleitoral, que era inodoro e sem qualquer apelo político. Evidentemente que Armando acabou sendo atropelado pelos fatos Leia mais »

Tag Archives: debate

Debate inaugural não produzirá virada de votos…

Josias de Souza

Nenhum dos quatro principais presidenciáveis —Bolsonaro, Marina, Ciro e Alckmin— protagonizou nada parecido com um tropeço no primeiro debate presidencial de 2018. Por isso, é improvável que o evento resulte numa virada de votos. Serviu apenas para consolidar posições. O canibalismo esteve no limite do aceitável. Os contendores se deram conta de que, a essa altura, a plateia quer mais soluções do que sangue.

O debate escancarou uma peculiaridade da atual campanha: todos desejam encarnar a mudança. A temática foi ditada pela rua, de baixo para cima. Incluiu uma agenda tão óbvia quanto urgente —do desemprego à roubalheira, passando pela ruína fiscal e a precariedade dos serviços públicos.

A má notícia é que os oito debatedores inundaram o estúdio da TV Bandeirantes com ideias que não deram água para alcançar a canela —em parte por conta do engessamento das regras, em parte pela aridez das propostas. Seja como for, a esperança que os candidatos foram capazes de inspirar nas três horas e doze minutos em que estiveram no ar cabe numa caixa de fósforos.

A noite produziu duas vítimas: Michel Temer e Lula, ambos ausentes. O primeiro apanhou indefeso. O segundo foi ignorado. Temer não contou nem com a solidariedade do seu ex-ministro Henrique Meirelles. O presidenciável cenográfico do PT teve um consolo.

O condenado mais ilustre da Lava Jato assistiu pelo televisor instalado em sua cela especial à saudação do companheiro Boulos, do PSOL: “Boa noite, presidente Lula. Deveria estar aqui. Mas está preso injustamente em Curitiba, enquanto o Temer está solto lá em Brasília”.

Haddad pode ir como convidado ao debate desta quinta…

Catia Seabra – Folha de S.Paulo

Impossibilitado de protagonizar o debate entre presidenciáveis, na noite desta quinta-feira (9), o vice da chapa de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência, Fernando Haddad, não descarta a hipótese de ir como credenciado aos estúdios da Rede Bandeirantes.

Segundo petistas, a ideia é que Haddad e a futura vice da chapa, a deputada estadual Manuela D’Ávila (PC do B-RS), assistam da plateia ao embate entre seus adversários, concedendo entrevistas e comentando respostas durante os intervalos.

Ainda de acordo com petistas, o partido tem à disposição credenciais que dão acesso ao estúdio. Além de ocupar assentos na plateia, os petistas organizam manifestações nas ruas de acesso à emissora.

Como Lula está preso, Haddad não obteve autorização para representá-lo. O vice chegou a anunciar a possibilidade de organizar um “debate paralelo” em que ele e Manuela comentariam as respostas dos demais candidatos. Mas cresce, no partido, a tese de que devam estar presentes no debate. (Catia Seabra – Folha de S. Paulo)

A (in)segurança pública enfim passa a ser debatida com maior intensidade…

Merval Pereira / O Globo

A constante utilização das Forças Armadas para a garantia da segurança pública em diversos Estados vem provocando grande debate interno, e a tendência é que, a exemplo do que vai acontecer no programa do Rio de Janeiro, uma atenção especial seja dada à modernização e treinamento das forças de segurança locais para evitar que as Forças Armadas tenham que intervir com tanta constância nos Estados.

Recentemente, o general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército, usou sua conta no Twitter para reclamar do constante emprego de militares em operações de Garantia da Lei e da Ordem(GLO). Usou como exemplo a mobilização do Exército para atuar na segurança pública no Rio Grande do Norte, onde as Forças Armadas foram usadas três vezes num espaço de 18 meses.

PROFISSIONALIZAÇÃO – Também o ministro da Defesa, Raul JungmanN, que está envolvido no planejamento da atuação das Forças Armadas no Rio de Janeiro, prorrogada até o final deste ano, considera que, para reduzir a freqüência com que as Forças Armadas são requisitadas para ajudar a manter a ordem nos Estados, “(…) é necessário que corpos profissionais de segurança sejam melhorados para preservação da ordem pública, da segurança das pessoas e do patrimônio público, atuando também em situações de emergência e calamidades públicas”.

Jungmann, em recente artigo sobre o tema, sugeriu que uma saída seria “a ampliação da Força Nacional de Segurança Pública com mais e melhores recursos”. Sugeriu também “(…) outras medidas que garantam a presença do Estado em todas as comunidades, sobretudo na área social, a fim de apoiar o contínuo trabalho das forças de segurança e o pleno exercício da cidadania”.

Continua…

Limoeiro: encontro debate os 11 anos da Lei Maria da Penha…

Como alusão a campanha 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres, a qual tem repercussão mundial, integrando cerca de 160 países envolvidos numa mobilização anual e praticada simultaneamente por diversos atores da sociedade civil, o município de Limoeiro sedia nesta sexta-feira (24), a partir das 8h, um encontro de gênero e políticas públicas para as mulheres com o tema: 11 anos da Lei Maria da Penha, os persistentes desafios para a construção de uma cultura não violenta. 

O evento acontece no auditório da Gerência Regional de Educação Vale do Capibaribe, organizado pelo Centro de Assistência à Mulher Irmã Grabriela Andash (CAM), com sede no município de Limoeiro. De acordo como presidente do CAM, Isabel Tavares, o encontro vai ampliar o debate sobre a necessidade de uma política continua de proteção às mulheres, mas estendendo aos demais segmentos da sociedade. Na programação da Rádio Jornal Limoeiro, Isabel passou detalhes do evento, que contará com palestra da delegada Gleide Ângelo. (Blog do Agreste)

Candidatos a prefeito do Recife confrontam propostas…

geraldo-joao-paulo

G1/PE

Os dois candidatos que disputam a Prefeitura do Recife, no segundo turno das eleições deste ano, participaram do debate da TV Globo, realizado na noite de ontem. Durante o encontro, transmitido ao vivo direto do estúdio da Faculdade Marista, em Apipucos, Zona Norte da capital pernambucana, Geraldo Julio (PSB) e João Paulo (PT) apresentaram suas propostas para o município em diversas áreas, como educação, segurança, saúde e habitação.

O debate, que foi mediado pelo jornalista Márcio Bonfim, foi dividido em três blocos. O primeiro deles teve perguntas de livre escolha pelos candidatos. Respeitando-se a ordem definida previamente por meio de sorteio, Geraldo Julio questionou o oponente sobre a importância do programa de robótica para o futuro dos alunos da rede municipal. João Paulo criticou o alcance do programa e listou problemas da educação do Recife, como a falta de merenda para os estudantes nas escolas e a desmotivação de professores.

A segurança pública foi o tema da segunda pergunta, com João Paulo questionando o adversário sobre a incapacidade da secretaria municipal da área em resolver os problemas de violência na cidade. Geraldo Julio respondeu criticando a atuação das gestões anteriores nesse campo e citou as ações realizadas em seu mandato, como investimentos em iluminação pública e na construção do Centro Comunitário da Paz (Compaz).

Continua…

Rádio Jornal promove debate com os candidatos a prefeito de Limoeiro…

thiago-e-joao

Amanhã, 27 de setembro, às 9h. Data e horário escolhidos para o debate entre os candidatos a prefeito de Limoeiro. No estúdio da Rádio Jornal Limoeiro, no programa Super Manhã, Joãozinho (PSB) e Thiago (PTB) vão debater o futuro da cidade para os próximos quatro anos. De acordo com a direção da emissora, o debate contará com 5 blocos.

No primeiro e terceiro blocos, os candidatos perguntam e respondem entre si com temas sorteados pela produção do debate e de livre escolha, respectivamente, tendo espaço para réplica e tréplica. No segundo, eles responderão perguntas com temas livres de jornalistas do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Os ouvintes farão perguntas gravadas no quarto bloco. No último, socialista e petebista terão tempo livre para as considerações finais. O debate será mediado pelo apresentador da Rádio Jornal Caruaru e TV Jornal, Dilson Oliveira. (Blog do Agreste)

TRE-PE vai debater propaganda eleitoral na próxima segunda-feira…

propaganda-eleitoral-belo-horizonte

Propaganda eleitoral, registro de candidatura e processo eleitoral serão dois temas abordados no Simpósio Integrado de Direito Eleitoral, realizado pelo Tribunal Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) na próxima segunda-feira (30), das 14 às 19h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site do TRE-PE. Veja a programação:

14h – Abertura com o desembargador Antônio Carlos Alves

15h às 16h15 – Mesa 1: Processo Eleitoral, com o desembargador José Henrique Coelho, Walber Agra e Breno Russell como expositores e Saulo Fabianne e Orson Lemos como mediadores

16h30 às 17h45 – Mesa 2: Registro de Candidatura, com a desembargadora Érika Ferraz, Francisco Queiroz e Cibele Figueiredo como expositores e Carolina Friedheim e Diana Câmara como mediadores

17h45 às 19h – Mesa 3: Propaganda Eleitoral, com o desembargador Bartolomeu Bueno, Carlos Neves como expositor e o juiz Clicério Bezerra e Henrique Melo como mediadores. (Jamildo)

Audiência Pública debate medidas de segurança pública para João Alfredo…

12295296_563267353822219_5744992355547859234_n

Data: 30 de novembro de 2015

Local: Câmara Municipal de João Alfredo-PE

Fotos: Facebook

Ministério Público Estadual discute ações de Segurança Pública em João Alfredo…

Promotor de Justiça Mário Barros

Promotor de Justiça Mário Barros

Na manhã desta quarta-feira, 18, aconteceu uma reunião na Sala de Audiências do Fórum Desembargador Cunha Barreto, em João Alfredo,  com o objetivo de discutir a questão da segurança pública no município. Conduzido pelo promotor de Justiça Mário Gomes de Barros, o evento contou com as presenças de representantes de diversos segmentos da comunidade joãoalfredense.

Este foi o primeiro encontro realizado em João Alfredo pelo Ministério Público, sob a coordenação do promotor Mário, para tratar sobre o tema. De início, o promotor apresentou as metas do Pacto Pela Segurança dos Municípios, editado pelo Ministério Público do Estado de Pernambuco, e consultou os presentes acerca da viabilidade das mesmas a nível local.

Em nome do Conselho Municipal da Paz, o ex-vereador Eliathah Cordeiro expôs um mapa contendo a sinalização das maiores incidências da violência em João Alfredo. Por sua vez, o capitão Sérgio Gomes, comandante da Companhia de Polícia Militar local, enumerou as dificuldades ora enfrentadas pela PM em João Alfredo no combate à criminalidade, como o reduzido efetivo e viatura mal conservada. Benízio Filho, disse que falta ações da municipalidade no sentido de gerar receitas próprias, evitando a dependência constante de outras esferas. “Pelo visto, não é apenas falta de receitas e sim, de gestão”, pontuou o administrador de empresas, também representante dos setores comercial e industrial local. 

Representando o Poder Executivo, o secretário de Administração Josevaldo Santana frisou que as atuais dificuldades financeiras impedem que a Prefeitura se integre mais às ações da Segurança Pública, de competência do Governo do Estado, mas reconheceu ser esta luta da alçada de todos. Também usaram da  palavra o vereador Erivaldo Freire (PSDB) e o vice-prefeito Zé Martins (PDT), todos no tom de apoio às medidas ora debatidas.

Após o debate, ficou acordado que o MP entrará em contato com a Câmara Municipal, viabilizando a realização de uma audiência pública possivelmente para o dia 30 do corrente mês. Também foi ventilada a criação do Conselho Municipal da Segurança Pública, a partir de um projeto-de-lei de iniciativa do Poder Executivo, e posteriormente enviado para apreciação do Poder Legislativo.

 “O problema da violência crescente e o temor generalizado da comunidade, reflexo da sensação de insegurança vivida em nossa comarca precisam ser constantemente debatidos. Na audiência pública o cidadão terá a oportunidade de se expressar em relação ao aumento da criminalidade e, principalmente, de participar da construção de uma agenda alternativa a ser implantada em relação aos mais diversos problemas da segurança no município”, disse o promotor Mário Gomes de Barros.

Participaram da reunião o padre Severino Fernandes de Moura, o capitão Sérgio Gomes, vice-prefeito José Martins, Josevaldo Santana (secretário municipal de Administração), vereadores Erivaldo Freire e Vânia Oliveira, Benízio Filho, Eliathah Cordeiro e os advogados Pedro Soares Neto e Camila.

Alepe sedia audiência pública da Câmara Federal para discutir reforma política…

40352b

Políticos e representantes da sociedade civil se reuniram na Assembleia, nesta segunda (seis de abril), para discutir a reforma política que está sendo debatida no Congresso Nacional. A audiência pública foi realizada pela Comissão Especial da Reforma Política da Câmara e contou com a presença de deputados federais e estaduais.

Pernambuco é um dos Estados a sediar a audiência, que faz parte da segunda etapa das atividades da Comissão. O colegiado quer percorrer o País, com o objetivo de descentralizar a discussão e ampliar o debate, garantindo a participação popular. A reunião foi coordenada pelo deputado federal Tadeu Alencar, do PSB de Pernambuco, que é vice-presidente da Comissão Especial. //

O relator do colegiado, deputado federal Marcelo Castro, do PMDB do Piauí, afirmou que, dois anos após cada eleição, 70% dos eleitores do Brasil já não se lembram em quem votaram. Além disso, 71% dos brasileiros não se identificam com nenhum partido político. Segundo o relator, os dados mostram a necessidade de aperfeiçoar os mecanismos de representação democrática. Para Marcelo Castro, entre os principais pontos da reforma política estão a redução da quantidade de partidos políticos e a diminuição da influência do poder econômico nas eleições.

O presidente da Assembleia, deputado Guilherme Uchoa, do PDT, defendeu que as duas principais medidas da reforma política são a coincidência das eleições, ou seja, que o eleitor vote para todos os cargos políticos no mesmo ano; e a extinção do voto proporcional, garantindo que a contagem dos votos seja o único elemento considerado na eleição. Isso evitaria que políticos com poucos votos fossem favorecidos por outros, da mesma legenda, eleitos com votação expressiva. //

Vários deputados estaduais se pronunciaram. Raquel Lyra, do PSB, afirmou que o momento é oportuno para o debate e que a reforma deve atender às demandas da sociedade. Ângelo Ferreira, também do PSB, sugeriu que algumas medidas, como o voto distrital, precisam ser analisadas com cautela e merecem mais reflexão.

Já a deputada Teresa Leitão, do PT, lembrou que um dos desafios da reforma política é reverter a sub-representação das mulheres no poder público. Lucas Ramos, do PSB, espera que Pernambuco contribua para uma agenda positiva do Congresso. (Alepe)

João Alfredo presente em reunião do CONIAPE: debate sobre o fim dos lixões nos municípios consorciados…

10352083_1582106275351553_3564728297865616081_n

Caruaru sediou ontem (11) mais uma reunião do CONIAPE, Consórcio Municipal integrado por 13 prefeituras, dentre as quais o município de João Alfredo, que foi representado pelos secretários Josevaldo Santana (Administração) e Severino Souza Neto (Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente). O CONIAPE é presidido pelo prefeito José Evilásio de Araújo, de Taquaritinga do Norte.

Dentre outras coisas urgentes e importantes para os municípios, foi debatida a questão das ações de meio ambiente a serem implantadas e o fim gradativo dos lixões.

O consórcio é o melhor caminho para resolver a questão ambiental causada pelos resíduos sólidos, visto que as prefeituras estão respondendo a questionamentos, principalmente do Ministério Público, sobre os lixões nas cidades. O desafio é viabilizar o sistema de aterros sanitários e equipamentos para a coleta de resíduos sólidos nos 13 municípios integrados.

O prazo estabelecido na Política Nacional de Resíduos Sólidos para o fim dos depósitos irregulares terminou em agosto deste ano, mas estima-se que apenas 20% dos municípios brasileiros conseguiram concluir e publicar seus planos municipais.

Desta forma foi discutida a necessidade de ampliação do prazo para a regularização dos municípios e as alternativas para resolver de forma efetiva esse grave problema ambiental. Atualmente existe quase 3 mil lixões no Brasil distribuídos em 2.800 cidades. Os municípios não terão como cumprir essa meta até dezembro de 2014, porque é pouco tempo para realizar o licenciamento ambiental, o planejamento e, principalmente, a obra que precisa ser feita para construir aterros sanitários.

Todos os resíduos produzidos pelos habitantes vão parar nos lixões das cidades, provocando um impacto ambiental muito grande e os prefeitos têm esse prazo quase vencendo. Então têm  que resolver esse problema do lixão o mais rápido possível.

Por isso, essa destinação dos resíduos começa a ser discutida regionalmente. Com a utilização dos aterros, a intenção é de que depois sejam construídas usinas de reciclagem. “Esse consórcio é uma solução que as cidades têm adotado para unir forças e resolver problemas em comum, nesse caso o dos lixões. Ganhamos em tecnologia e em processamento”, frisou Josevaldo Santana, secretário de Administração de João Alfredo.

E acrescentou: “A vergonha do lixão não existe apenas em João Alfredo e nem tão pouco foi esta gestão quem criou; pelo contrário, será nesta gestão que o problema será resolvido e enfrentado de frente. Deixemos de denuncismos vazios e com tom de desconstrução da imagem de quem está tentando fazer o melhor por João Alfredo” enfatizou.

No encontro estavam o promotor do Meio Ambiente, André Felipe, o presidente do CONIAPE , José Evilásio de Araújo, que é prefeito de Taquaritinga do Norte, além dos seguintes prefeitos: Miguel Barbosa (Bom Jardim), Rosineide Barbosa (Casinhas), Lula da Capivara (Frei Miguelinho), José Neves (São Caitano), Alex Robervan (Santa Maria do Cambucá), Túlio Vieira (Surubim) e Daniel Almeida (Vertente do Lério). 

João Alfredo está legalmente inserido no CONIAPE, conforme autorização da Câmara, através da Lei Municipal nº 962/2013, de 21 de junho de 2013. 

E o debate no SBT…

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo