PSDB-PE decide pleitear o espaço do Senado na chapa de Armando…

O PSDB de Pernambuco decidiu que vai reivindicar a segunda vaga do Senado na frente “Pernambuco Vai Mudar”, liderada pelo pré-candidato ao Governo do Estado, Armando Monteiro Neto (PTB). Embora o PSC, do deputado estadual André Ferreira, tenha sido cogitado para ocupar esse espaço, diante da indefinição, os tucanos se sentiram à vontade para apresentar sua posição. A indicação do nome – que será construído internamente ao longo dos próximos dias – acontecerá na próxima semana.

A decisão de pleitear o Senado foi tomada na tarde de ontem (9), numa reunião ocorrida no escritório do presidente do PSDB-PE, deputado federal Bruno Araújo. Para esse espaço, a sigla está inclinada entre os nomes do próprio Bruno Araújo, do ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, e do vereador do Recife, André Régis – que já está em pré-campanha para a Câmara Federal.

O deputado federal Betinho Gomes, filho de Elias Gomes, foi o porta-voz escolhido para comunicar a decisão. “Por o PSDB ser o maior partido da aliança, por ter o maior projeto nacional, decidimos reivindicar o espaço do Senado, que é um espaço de maior protagonismo”, explicou. “Claro que a gente reconhece que o espaço da vice é honroso, mas por ter um projeto nacional, por ser um partido muito estruturado em Pernambuco, nossa avaliação de que o caminho mais adequado é reivindicar o espaço do Senado”, justificou.

Continua…

Bruno Araújo já havia dado declarações de que o PSDB abriria mão do Senado, se um partido oriundo da base governista ingressasse na oposição. O próprio Armando chegou a sinalizar que o PSDB ocuparia a vice. Nesse sentido, gerou-se toda uma expectativa de que o PSC seria indicado para acompanhar o deputado federal Mendonça Filho (DEM) nas vagas para a Casa Alta do Congresso.

Entretanto, com oficialização da chegada do grupo Ferreira à frente “Pernambuco Vai Mudar”, o discurso da candidatura de André Ferreira para senador perdeu força. “Não tenho autorização e nem posso fazer menção ao partido dos outros, mas, pelo que vi de movimentação e de falas, quando houve anúncio, não houve nenhuma definição de que (os Ferreiras) viriam ocupar o Senado”, ponderou Betinho. (Folha de Pernambuco)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo